• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Terça, 20 Agosto 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sex.
 37° / 22°
Períodos nublados
Qui.
 38° / 22°
Céu limpo
Qua.
 37° / 18°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  33° / 14°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Terceira Jornada

Opinião  »  2008-09-25  »  Eduarda Gameiro

À terceira jornada, o Sporting vai assumindo a liderança com três vitórias e três jogos, deixando os seus rivais mais directos para trás. O início de temporada do Porto, principal candidato ao título, já está rotulado de ”mau” pela imprensa. Diz-se que a liderança já vai longe, a 4 pontos de distância, metade dos 9 possíveis em 3 jogos, e que a cadeira que Jesualdo tem ocupado com sucesso nos últimos anos já começa a tremer ligeiramente.

O clube de Alvalade foi o único dos ”três grandes” que não teve necessidade de operar uma renovação nos pontos-chave do seu plantel. Sem contar com o conflito com Vukcevic, não perdeu os jogadores principais e até se reforçou bem, fazendo regressar Rochemback, um homem da casa que encaixa que nem uma luva no esquema táctico habitual. Assim, a sua liderança nesta fase inicial do campeonato, sendo justa, era já bastante previsível.

Os outros dois ”grandes”, por sua vez, sofreram várias mudanças em diversos sectores. O Benfica mudou de treinador e, com uma série de reforços que chegaram rotulados de craques, corre ainda em busca do entrosamento e da qualidade de jogo necessárias a uma boa campanha. Mas, mesmo vendo esses atributos ainda distantes, não há que desesperar… A imprensa perdoa que o Benfica jogue mal para já e, consequentemente, os adeptos também vão fechando os olhos. Ainda há muito campeonato pela frente, e não é tão duro ver o clube da Luz ir perdendo pontos como seria se tal acontecesse daqui a 15 jornadas.

Mas, e o Porto? O que seria de esperar, nesta fase da temporada, de uma equipa que perdeu 3 dos melhores jogadores do campeonato nacional nas temporadas transactas? A saída de Quaresma está compensada com várias alternativas de qualidade, mas é inegável que a debandada (que não tem outro nome) de Paulo Assunção deixou uma lacuna difícil de preencher no esquema táctico dos Dragões, e que Bosingwa não tem um substituto que chegue aos seus calcanhares. Porque é que, então, é assim tão inaceitável, para já, perder 4 pontos em duas deslocações difíceis?

Por outro lado, a pressão recai também sobre as exibições de Rodriguez. Mesmo fazendo parte de um onze completamente novo com uma estrutura táctica diferente, diz-se que tarda a aparecer na sua melhor forma e questiona-se sobre se a sua contratação terá sido realmente lucrativa ou se terá sido apenas uma jogada política. Custará assim tanto ao Benfica perder um jogador chave para um rival economicamente mais forte? E em que é que esta tentativa de coacção acrescida, sobre um clube que é, à partida, o representante mais forte de Portugal na Liga dos Campeões, beneficia o nosso futebol?

Se deixarmos que o verdadeiro jogo, aquele que acontece entre os artistas efectivos, seja prejudicado pelo que é praticado fora das quatro linhas (entre os ”artistas” das direcções e da imprensa, em guerras políticas e internas que nada contribuem para o melhorar) o resto da Europa vai-nos continuar a ultrapassar e a espezinhar com facilidade, como tem feito nos últimos anos e como vai fazendo cada vez que um clube português estica um bocadinho a cabeça à Liga dos Campeões ou à Taça UEFA, que é onde estão o verdadeiro dinheiro e o verdadeiro crescimento. Mas parece que há quem se contente em destabilizar os nossos representantes lá fora, para poder vencer cá dentro… E ainda só vamos na terceira jornada…

 

 

 Outras notícias - Opinião


À mulher de César não basta ser séria… »  2019-08-09  »  António Gomes

Vem isto a propósito da aquisição de imóveis pela Câmara de Torres Novas, sitos em Riachos. Só o BE votou contra.

Os proprietários propuseram a aquisição e a Câmara comprou.
(ler mais...)


Bons Sons »  2019-08-09  »  Inês Vidal

Treze anos, dez edições, uma aldeia em manifesto. Arrancou ontem, dia 8, mais uma edição do festival Bons Sons, que anualmente traz a Cem Soldos, concelho de Tomar, milhares de pessoas e música, muita música portuguesa.
(ler mais...)


Carteiro »  2019-08-09  »  Ana Sentieiro

A genética é, de facto, uma coisa incrível! Contudo, no meu caso, a genética desempenha mais o papel de progenitor ausente, que se esquece do meu aniversário, não sabe o meu número de telemóvel e saca duas notas de vinte da carteira de pele quando está folgado e diz, “Para te divertires, mas não digas à tua mãe!”.
(ler mais...)


Livros para férias »  2019-08-09  »  Jorge Carreira Maia

COMO MORREM AS DEMOCRACIAS. Autores Steven Levitsky & Daniel Ziblatt, ambos professores em Harvard. Uma reflexão com incidência americana, mas apoiada no estudo das mortes da democracia nos anos trinta do século passado, na Europa, e nos anos 60 e 70, também do XX, na América Latina.
(ler mais...)


Balanço político da legislatura »  2019-07-20  »  Jorge Carreira Maia

Partido Socialista. Nunca, na história da democracia portuguesa, tinha havido um governo suportado por toda a esquerda parlamentar. António Costa e os socialistas foram os grandes beneficiários da inovação.
(ler mais...)


Umbigos, por Inês Vidal »  2019-07-05  »  Inês Vidal

A política sempre foi um dos assuntos que me deu mais gozo acompanhar enquanto jornalista. Não é novo, já o disse aqui muitas vezes. Encanta-me o jogo, perceber as redes, as pessoas, ver o que as move, como se movem, como a política puxa pelo melhor e revela o pior de quem se envolve.
(ler mais...)


Bloco de Esquerda, Rui Rio, União Europeia e Igreja Católica »  2019-07-05  »  Jorge Carreira Maia

O BLOCO DE ESQUERDA E OS DEPUTADOS. Parece haver divergências entre a distrital de Santarém e a direcção nacional sobre quem deve encabeçar a lista de candidatos pelo distrito às eleições legislativas.
(ler mais...)


PLANTAR ÁRVORES »  2019-07-04  »  António Gomes

As alterações climáticas a que estamos a assistir, e aquelas que nos são anunciadas por estudos científicos, devem ser para levar a sério. O equilíbrio climático a que nos habituámos está em mudança acelerada.
(ler mais...)


Autarquias, professores, padres casados e futebol »  2019-06-20  »  Jorge Carreira Maia

PODER AUTÁRQUICO. Depois da operação Teia, uma nova operação contra detentores – ou ex-detentores – do poder autárquico. Não faço ideia o que pensam presidentes de câmara e vereadores sobre a reputação das autarquias.
(ler mais...)


Democracia, por Inês Vidal »  2019-06-19  »  Inês Vidal

Somos todos pela democracia. Menos quando ganha quem não queremos. Esta coisa da democracia tem que se lhe diga. Que o diga eu que, nunca falhando a umas eleições, nunca vi ganhar nenhumas. Fica sempre um sabor amargo na boca, uma angústia de não ver ganhar quem se quer.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2019-08-09  »  Ana Sentieiro Carteiro
»  2019-08-09  »  Jorge Carreira Maia Livros para férias
»  2019-08-09  »  Inês Vidal Bons Sons
»  2019-08-09  »  António Gomes À mulher de César não basta ser séria…