• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quinta, 20 Junho 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Dom.
 24° / 15°
Céu nublado com chuva fraca
Sáb.
 29° / 12°
Períodos nublados
Sex.
 25° / 14°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  24° / 14°
Céu nublado
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Para quê eleições? Quem as paga?

Opinião  »  2011-04-07  »  Ana Sentieiro

A partidocracia entendeu-se!

Pouco tempo após serem eleitos, vão, novamente, fazer eleições!

Daqui até 15 Junho de 2011, ”eles” vão fazer o que mais gostam: as arruadas, as peixeiradas, o folclore nas TV’s e nos comícios, falarem alto e grosso e nada dizerem!

Dizem que deve ser o povo soberano a decidir sobre a crise que os donos do dinheiro impuseram aos portugueses. Mas, nenhum vai reconhecer as causas da crise. Ninguém irá dizer que as raízes desta situação está no modelo político, social, económico e cultural que Portugal seguiu após a Revolução dos Cravos, há 37 anos (que, até, aproveitam para não comemorar, este ano).

Pois, foi em 25 de Abril de 1974 que começou a crise, quando entregámos a governação do país a um pequeno conjunto de espertos e oportunistas que à ”pala” da liberdade conquistada, enriqueceram como quiseram. Eles, aí estão, ricos e milionários! Ao povão resta-lhe as migalhas!

Eles agem intencionalmente, sendo certo que sabem dos elevados níveis de ignorância do povo português, nomeadamente a ausência de cultura democrática que, não obstante a quantidade de eleições já havidas, ao povo não foi dada qualquer formação política. Vejam-se por exemplo, as televisões onde prevalece a ideologia da chalaça!

Estes ”senhores” venderam-nos ”bacalhau a pataco”, o socialismo moderno e a social-democracia da prosperidade, para encobrirem que o seu modelo capitalista estava a atingir a sua fase selvagem e de nova escravatura!

Os mentideros das sondagens, os comentadores e os cérebros da manipulação, já decidiram em quem o povão vai votar e que, agora, é a vez do PPD/PSD governar, para acabar com o que ainda resta do Estado Social. ”Eles” consideram o povão como um ”bando” de otários que vota como eles querem!

Por mim, dava-me vontade não votar em nenhum, mas lembrei-me que o voto é a única arma que temos ao nosso alcance, por isso, no dia 15 de Junho lá estarei a votar e a escolher, dentro dos melhores que se candidatam!

A questão principal é que o país está em crise, mas tem dinheiro para suportar os elevados custos de um processo eleitoral que devia ser pago, não pelo dinheiro dos contribuintes, mas sim pelos responsáveis e autores da crise!

Que bem gostaria de ver uma fotografia onde estivessem os principais políticos que nos últimos 37 anos conduziram Portugal para este estado calamitoso!

Seria um retrato que engalanaria no que de pior houve na História de Portugal, esta pátria, que neste século XXI, merecia ter outros políticos e outras elite!

 

 

 Outras notícias - Opinião


Democracia »  2019-06-19  »  Inês Vidal

Somos todos pela democracia. Menos quando ganha quem não queremos. Esta coisa da democracia tem que se lhe diga. Que o diga eu que, nunca falhando a umas eleições, nunca vi ganhar nenhumas. Fica sempre um sabor amargo na boca, uma angústia de não ver ganhar quem se quer.
(ler mais...)


O Tempo dos Gelados »  2019-06-19  »  José Ricardo Costa

Uma coisa que a natureza tem de bastante simpático, facilitando-nos a vida, é a sua circularidade. Por exemplo, as estações do ano. Fosse a natureza destrambelhada e nada poderíamos prever, deixando-nos à nora sobre o que fazer no dia seguinte.
(ler mais...)


Problemas de memória »  2019-06-19  »  Hélder Dias

Glifosato Man »  2019-06-19  »  Hélder Dias

Agustina, a crise na direita, a doença da social-democracia e a teia »  2019-06-07  »  Jorge Carreira Maia

AGUSTINA BESSA-LUÍS. O século XX português teve uma mão cheia de excelentes romancistas. A atribuição do Nobel a Saramago reconheceu isso. Se tivesse sido a Agustina, não teria ficado mal entregue.
(ler mais...)


Parabéns, abstenção! »  2019-06-06  »  Anabela Santos

Muito se tem falado, já tudo foi dito e é do conhecimento de todos que as eleições europeias realizadas no dia vinte e seis de Maio trouxeram uma vitória para a esquerda, excepto para o PCP, e uma acentuada derrota para a direita.
(ler mais...)


Encruzilhada »  2019-06-06  »  António Gomes

Já assim era, mas depois das últimas eleições europeias a interrogação subiu de tom: vai ou não haver geringonça após as próximas eleições legislativas? – as pessoas perguntam.
(ler mais...)


GREVE? »  2019-06-06  »  Denis Hickel

gre·ve
(francês grève)
substantivo feminino
Interrupção temporária, voluntária e colectiva de atividades ou funções, por parte de trabalhadores ou estudantes, como forma de protesto ou de reivindicação (ex.
(ler mais...)


Quando a pedra é o sapato »  2019-06-06  »  Ana Sentieiro

Ontem trajei pela primeira vez. A Noite de Serenatas enlatou a comunidade académica da Universidade do Minho no Largo da Sé. A escuridão dos trajes iluminava os corações dos presentes, aquecia os abraços e motivava as lágrimas ao som da melodia das guitarras portuguesas.
(ler mais...)


Bruno Lage, privatizações, comendas e europeias »  2019-05-26  »  Jorge Carreira Maia

BRUNO LAGE. O actual treinador do Benfica é, justamente, louvado pelo que fez no campo desportivo. Se o Benfica é campeão deve-o a Bruno Lage. Quero, porém, louvá-lo por outra coisa.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2019-05-26  »  Jorge Carreira Maia Bruno Lage, privatizações, comendas e europeias
»  2019-06-07  »  Jorge Carreira Maia Agustina, a crise na direita, a doença da social-democracia e a teia
»  2019-06-06  »  Ana Sentieiro Quando a pedra é o sapato
»  2019-06-06  »  António Gomes Encruzilhada
»  2019-06-06  »  Denis Hickel GREVE?