• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Pesquisar...
Seg.
 13° / 2°
Períodos nublados
Dom.
 13° / 2°
Períodos nublados
Sáb.
 14° / 5°
Claro
Torres Novas
Hoje  16° / 7°
Períodos nublados com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Propólis: um poderoso antibiótico natural

Opinião  »  2017-11-29  »  Juvenal Silva

As abelhas protegem com segurança o seu reduto, a colmeia: contra os fungos, os vírus e as bactérias que se formam com a decomposição dos bichos que tentam entrar nos seus enxames, como ratos, vermes, aranhas, etc. Para os combater, descobriram uma resina da casca das árvores que utilizam para fechar todas as fendas dos favos. A esta resina dá-se o nome de propólis, que contém propriedades antibióticas fantásticas. É desta forma que as abelhas protegem e mantêm numa completa higiene sanitária o seu mel dentro do seu favo. Na Grécia antiga, Aristóteles utilizava este remédio para vários tipos de enfermidades e Plínio, uma famoso naturalista da antiga Roma, utilizava o propólis para curar úlceras cutâneas.

Na era moderna, no tempo da guerra, utilizou-se muito um bálsamo composto de propólis e gel de petróleo para curar as infeções das feridas e investigadores russos, conjuntamente com investigadores polacos, descobriram que o propólis era eficaz contra o bacilo da tuberculose e também contra certos tipos de fungos persistentes como o cândida albicans. Já foi comprovado que uma das caraterísticas do propólis da abelha é a de reforçar as defesas do organismo ou sistema imunitário e que o torna duplamente eficaz em todo o tipo de infeções. Desde os anos 60 que existe um interesse muito grande, na Jugoslávia, no estudo deste produto e que se estendeu de seguida à Rússia e Polónia e, mais tarde, a várias partes do mundo. Entretanto, seria um cientista francês de nome Lavie, que em conjunto com um laboratório polaco, demonstraram a grande eficácia do propólis contra vários tipos de fungos e bactérias. O diretor do centro de investigação biótica Mitija, recomendou o propólis como sendo o primeiro agente antibacteriano não-tóxico, com demonstração clara e de evidente eficácia contra o vírus da gripe, revelando a sua composição: 55% de resinas e bálsamo, 25% de ceras, 10% de óleos essenciais, 5% de pólen e 5% de outros compostos (28) em que se destacam a quercetina, pinocembrina e pinobanksina, ácido cinâmico, ácido cafeico, Tetracrisina, Ácido ascórbico e ainda uma grande quantidade de minerais como, prata, bário, boro, cromo, cobre, estanho, ferro, magnésio, manganês, níquel, silício, selénio, zinco, etc.

Nas propriedades terapêuticas, destacam-se as antifúngicas, anti-inflamatória e cicatrizante, reforço do sistema imunitário, formação de anticorpos resistentes às infeções. Tem efeito antibiótico como bacteriostático enquanto bactericida, sendo muito ativo contra os staphylococus, streptococus, salmonelas, escherichia coli, bacilo de Koch e outros. A riqueza de compostos medicinais, que formam o propólis, torna-o apto para o tratamento de várias enfermidades tais como: anemias, arteriosclerose, infeções respiratórias, úlceras e aftas bucais, verrugas e papilomas (tratamento local), infeções por fungos, bactérias e vírus como herpes da pele, tricomoníase vaginal, acne, pólipos, otites, piorreias e gengivite, eczemas, úlceras varicosas, psoríase, etc.

Recentemente, foram feitas novas experiências e novas portas parecem abrir-se para tratamento em algumas doenças mais resistentes, como a distrofia neuromuscular progressiva, doença de Parkinson, insuficiência cerebrovascular, afeções da tiróide, febres reumáticas, etc. O fascínio por novas descobertas de produtos da abelha, com propósitos medicinais, já remonta aos primórdios da humanidade, sendo referidos nos textos antigos persas e hebreus e, também nos textos bíblicos.

 

 

 Outras notícias - Opinião


ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS E A CULTURA LOCAL »  2017-12-13  »  Denis Hickel

Há uma resistência geral na sociedade e especialmente no âmbito político para implementar agendas que tornem o tema das alterações climáticas parte da cultura geral, da economia, do planeamento e do empreendedorismo.
(ler mais...)


Torres Novas 2018, mais um ano sem IMI Familiar »  2017-12-13  »  Jorge Salgado Simões

O IMI Familiar é uma medida de discriminação positiva destinada a aliviar o esforço financeiro das famílias com filhos. Pressupõe um desconto no IMI relativo à habitação própria de cada agregado em função do número de descendentes, que vai continuar a não ter aplicação em Torres Novas em 2018, uma quase excepção no país e uma verdadeira excentricidade na região.
(ler mais...)


Manter as barcaças do passado »  2017-12-13  »  Carlos Tomé

Aqui há uns anos, não muitos, o Bruno Aleixo, um boneco televisivo, um urso que só mexia a boca e revirava os olhos, fazia-nos rir e pensar quando mandava umas atoardas e se vangloriava de ler muito. Ele era anúncios, listas de supermercado, slogans que andavam espalhados por Coimbra, o preçário do café do Aires, algumas mensagens de telemóvel e mais umas dezenas de coisa.
(ler mais...)


O Derbi »  2017-12-13  »  José Ricardo Costa

No dia em que os meus pais casaram era de jogo no Almonda Parque. Despachado o almoço da praxe, foram então os noivos, alegremente seguidos pelos engalanados convidados, rumo ao também chamado quintal do José Maria. O meu pai podia não ser doente do esférico mas era homem de suas rotinas, sendo domingo de futebol uma delas.
(ler mais...)


Falar por falar »  2017-12-12  »  Anabela Santos

Hoje, sentei-me no sofá em frente à lareira. Trouxe comigo caneta e papel – ainda não me sinto conquistada pelas novas tecnologias – e pensei: “Se estou aqui, “munida com estas armas”, é porque me apetece escrever”.
(ler mais...)


O que se perfila »  2017-11-30  »  Jorge Carreira Maia

Apesar dos trágicos acontecimentos ligados aos incêndios e de algumas patetices governamentais, a esquerda continua, nas sondagens, a ser largamente maioritária. O problema começa agora que os acordos, que estabeleceram a coligação parlamentar, estão praticamente cumpridos.
(ler mais...)


O sentido da vida »  2017-11-29  »  Carlos Tomé

Há pessoas que vivem toda a vida sem se dar por elas. No fundo parece que não calcam o mesmo chão, que não bebem o seu café na Praça, uma italiana com adoçante faxavor, parece que não andam cá por estas bandas, são como o homem invisível, por vezes só se vê o contorno do casaco, remetendo-se a um silêncio exasperante e a uma invisibilidade que nos alimenta a ilusão de termos alguma importância ao pé deles.
(ler mais...)


TRANSIÇÃO EM CURSO »  2017-11-29  »  Denis Hickel

Nos dias que correm, quando falamos sobre o futuro das cidades, devemos acrescentar à lista dos problemas ambientais em curso o futuro robótico que se avizinha e o impacto geral que a tecnologia poderá trazer para as nossas vidas.
(ler mais...)


Palermas de serviço »  2017-11-29  »  Maria Augusta Torcato

Pode inferir-se uma modalidade depreciativa a partir do título, mas esta classe, que se pode subdividir em subclasses, tem um papel fundamental na orgânica da vida e das estruturas organizacionais do sistema (ou sistemas) em que nos integramos e de que dependemos.
(ler mais...)


ORU »  2017-11-29  »  António Gomes

A operação de reabilitação urbana – ORU – que tem estado em discussão pública, é um documento importante pelas consequências que poderá trazer à cidade de Torres Novas.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)
»  2017-12-13  »  Jorge Salgado Simões Torres Novas 2018, mais um ano sem IMI Familiar
»  2017-12-13  »  José Ricardo Costa O Derbi
»  2017-12-12  »  Anabela Santos Falar por falar