• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sábado, 15 Dezembro 2018    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Ter.
 16° / 4°
Céu nublado com chuva moderada
Seg.
 14° / 5°
Períodos nublados
Dom.
 16° / 7°
Céu nublado com chuva moderada
Torres Novas
Hoje  17° / 8°
Céu nublado com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Paul do Boquilobo: reserva da Biosfera passa a ter gestão tripartida

Sociedade  »  2014-06-27 

A gestão da Reserva da Biosfera do Paul do Boquilobo deixou de estar exclusivamente sob a alçada do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e passou a ter, desde o início desta semana (segunda-feira, dia 23), uma gestão tripartida. Ao ICNF junta-se a câmara municipal da Golegã e a Ongatejo, organização não-governamental ambiental.

A assinatura do protocolo entre as três entidades que passam a integrar o grupo de gestão da Reserva da Biosfera do Paul do Boquilobo teve lugar na passada segunda-feira, na Quinta da Brôa, na Azinhaga, ao final do dia, depois de um dia de debate e troca de ideias sobre as potencialidades da reserva natural do Paul do Boquilobo, no seminário que decorreu no auditório do EquusPolis.

Esta nova equipa de gestão da Reserva da Bioesfera do Paul do Boquilobo foi formalmente constituída no dia em que a reserva celebrou o 34.º aniversário e, defenderam alguns intervenientes do seminário, que não há mais tempo a perder. Mário Antunes, presidente da Ongatejo e, por inerência, presidente do novo órgão de gestão, referiu que a classificação de Reserva da Biosfera, atribuída pela UNESCO em 1981, é uma ”chancela de qualidade” que não pode ser perdida e, para que isso não aconteça, é necessário agir com rapidez.

Mário Antunes acredita que, apesar de a reserva ser reconhecida a nível nacional e internacional, a comunidade local não valoriza suficientemente e isso só acontecerá quando os benefícios turísticos e as mais-valias da reserva forem incorporados na região. O responsável considera que a nova gestão tem de definir ”objectivos alcançáveis” e empenhar-se com ”vontade, determinação e disponibilidade”.

Rui Medinas, presidente da câmara municipal da Golegã (PS), considera que a nova gestão partilhada permite ao município assumir um papel ”mais interveniente” e prometeu contribuir para a dinamização daquele recurso no âmbito do sector do turismo.

Rui Medinas adiantou ainda que será criado um órgão consultivo, que funcionará como ”fórum de acompanhamento, reflexão e fiscalização do órgão de gestão” e que integrará outros parceiros, como o Instituto Politécnico de Tomar (IPT), enquanto representante da academia, juntas de freguesia, outras organizações não-governamentais e empresas, nomeadamente dos sectores do alojamento e da restauração.

 

O paul

Situado junto do rio Almonda, nas imediações da Golegã, o Paul do Boquilobo possui, nomeadamente, dois maciços de salgueiros, num dos quais está instalada a maior colónia de garças da Península Ibérica, constituindo o outro habitat potencial de expansão ou recurso para aquela colónia.

Da reserva faz ainda parte uma zona permanentemente alagada na margem direita do rio com grande densidade de vegetação aquática, constituindo importantíssimo local de nidificação da fauna aquática, e uma extensa zona de caniçal de grande valor para a fauna paleártica invernante em Portugal, com especial referência para os patos, realça o ICNF.

O Paul do Boquilobo foi a primeira Reserva da Biosfera (aprovada em 1981) classificada em Portugal, seguindo-se, em 2007, a Ilha do Corvo e a Ilha Graciosa, em 2009 a Ilha das Flores e a Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés (que junta o Parque Nacional da Peneda-Gerês e o Parque Natural da Baixa Limia, na Galiza) e em 2011 as Berlengas (Peniche) e Santana (Madeira).


 

 

 Outras notícias - Sociedade


Chamusca: município promove saúde oral nas escolas »  2018-12-14 


O Município da Chamusca, em parceria com a Biblioteca Escolar e com a Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC Chamusca/Golegã), apresentou uma candidatura ao projeto “Escovar na Escola 2018/2019” com o projeto "Sorrisos Cintilantes" para atribuição de cerca de 400 Kits de higiene oral (copo, escova e dentífrico) a todas as crianças de educação pré-escolar e escolas 1º ciclo do Concelho, no âmbito do programa SOBE (Saúde Oral, Bibliotecas Escolares), informa nota da autarquia.
(ler mais...)


“Crescem flores onde estiveres - A vida de Joaquim Alberto contada pelo próprio", sábado, em Riachos »  2018-12-13 

 “Crescem flores onde estiveres – a vida de Joaquim Alberto contada pelo próprio” é o relato, na primeira pessoa, das mil vidas do ex-diácono católico, companheiro dos padres operários, revolucionário romântico, militante anti-fascista, membro da LUAR, exilado, preso político, cooperativista, animador de associações de emigrantes em França, amante das canções de Brel, amigo do Zeca, fundador da Comunal de Árgea, caçador de utopias, riachense antes e no fim de tudo – o título evoca uma canção do seu amigo Pedro Lobo Antunes (que mais tarde seria director do GAT e vereador na Câmara de Torres Novas) e que com ele, em finais de 1974, ergueu a experiência socialmente revolucionária que foi a cooperativa Comunal, na aldeia de Árgea, freguesia de Olaia deste concelho.
(ler mais...)


ENTREVISTA: Rosário Marcelino, primeira presidente da Banda Operária »  2018-12-11 

Rosário Marcelino, mulher, mãe, trabalhadora e presidente da BOT:

 “Com esta acumulação de funções alguém tem ficado para trás. E é sempre a família que fica

 Maria do Rosário Nalha Marcelino tem 50 anos, é natural da Chamusca e viveu em Lisboa até aos 17 anos, altura em que se mudou para Torres Novas.
(ler mais...)


Renova apresenta livro em Espanha sobre instalação com rolos de papela higiénico de 20 quilómetros »  2018-12-11 

   Com vídeo 

A Renova apresenta na próxima quinta-feira, dia 13, o livro “Explosão de Cor RAL 7”, na Escola de Design de Sevilha, uma obra que resulta do trabalho de uma equipa de professores e de estudantes do último curso de Design de Interiores.
(ler mais...)


Renova apresenta livro em Espanha sobre instalação com rolos de papela higiénico de 20 quilómetros »  2018-12-11 

A Renova apresenta na próxima quinta-feira, dia 13, o livro “Explosão de Cor RAL 7”, na Escola de Design de Sevilha, uma obra que resulta do trabalho de uma equipa de professores e de estudantes do último curso de Design de Interiores.
(ler mais...)


Ambiente: ProTejo prepara manifestação em defesa de activistas processados »  2018-12-11 

Ainda não se sabe bem como, nem quando, mas o movimento ProTejo pretende organizar uma manifestação em em defesa de activistas ambientais que enfrentam processos judiciais. Activistas que têm dado voz e o peito às balas relativamente a problemas ambientais, nomeadamente focos de poluição no rio Tejo e seus afluentes.
(ler mais...)


Alcanena: “Aquanena” deverá ser o nome da empresa municipal de águas e saneamento »  2018-12-11 

Depois de uma primeira tentativa falhada, a câmara e assembleia municipal de Alcanena aprovaram o nome da recém criada Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Alcanena E.M., S.A.. Aquanena é o nome desta nova entidade jurídica, que aparece para fazer a gestão destes serviços que estavam entregues à Austra e Luságua.
(ler mais...)


Constância mantém qualidade de água “exemplar” »  2018-12-11 

O município de Constância mantém o selo de qualidade exemplar de água para consumo humano, atribuído pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), refere a autarquia em comunicado de imprensa.
(ler mais...)


Recolha de sangue em Parceiros de Igreja »  2018-12-11 

A Associação de Dadores de Sangue de Torres Novas, em colaboração com o motoclube “Os Marzias” de Parceiros de Igreja (Torres Novas), promove mais uma colheita de sangue no próximo dia 16 de Dezembro, entre as 9 e a 13 horas, na sede dos motards, em frente ao edifício da junta de freguesia.
(ler mais...)


Ponte da Bácora: obras ainda não começaram, mas custos já aumentaram 30% »  2018-12-10 

 

Mais de 120 mil euros (até ver) para uma ponte pedonal secundária parecem não comover a maioria socialista, que não encontra outras prioridades para gastar o dinheiro do município.

O projecto do PEDU para a zona da Bácora e respectiva ponte e para o que resta da margem do rio na antiga Horta das Pedras, onde pomposamente se quer instalar o “parque Almonda”, foi mote para alguma discussão na reunião camarária de 21 de Novembro.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2018-11-27  Morreu João Manuel Henriques (“Sapateiro”)
»  2018-11-23  Aprovado o estudo prévio para a reabilitação da Levada/Caldeirão
»  2018-11-15  Barquinha: “o valor do sal”
»  2018-11-21  Torres Novas: ministro do Ambiente assinou protocolos do Fundo Ambiental no antigo hospital
»  2018-11-23  O Almonda faz 100 anos sábado