• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Sábado, 18 de Agosto de 2018
Pesquisar...
Ter.
 37° / 22°
Períodos nublados
Seg.
 38° / 23°
Céu limpo
Dom.
 37° / 21°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  36° / 19°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Tribunal de Torres Novas absolve a Fabrióleo de um processo de contra-ordenação grave

Sociedade  »  2017-10-09 

Sentença foi lida hoje ao princípio da tarde

“As coisas quando são feitas, devem ser bem feitas” – foi desta forma simples e desarmante que a juíza sintetizou o sentido sentença proferida hoje, no Tribunal de Torres Novas, no processo movido pelo Ministério Público através das entidades administrativas do Estado à Fabrióleo, por descargas ilegais realizadas pela empresa em Agosto de 2015.

Recorde-se que a contra-ordenação implicava uma multa de 500 mil euros e a suspensão da actividade, em resultado da recolha de amostras de descargas efectuadas na conduta de descarga de águas residuais da Fabrióleo, com valores de 2.700mg por litro de um parâmetro cujo limite se cifra nos 150mg por litro.

Sem ler a sentença, mas explicando apenas o seu teor, a juíza começou por dizer que os factos foram provados “e nem a arguida negou a matéria factual”: a recolha de amostras de descargas com valores muito acima do que a lei permite e do que a licença permitia à empresa.

Disse também que o tribunal não julgou procedente o pedido da empresa, no sentido da nulidade do acto e decisão administrativa da APA. “A decisão administrativa não padece de vícios, como queria a empresa”, disse a juíza, que explicou que “a decisão foi boa e valeu como acusação”. Portanto, os factos foram dados como provados e o tribunal não acolheu a tese da empresa, que queria que a decisão administrativa – a aplicação da multa e ordem de suspensão da actividade -  fosse nula.

Falharam os detalhes, isto é, o tribunal diz que as recolhas não foram feitas de acordo com as regras indicadas na própria licença passada à empresa pela APA, pondo em causa as conclusões a retirar dos factos provados. Isto é, as recolhas deveriam ter sido feitas de hora a hora, as amostras seladas com base em procedimentos idóneos e na presença de representantes da arguida.

Como as recolhas feitas pela GNR, quatro, não respeitaram as exigências horárias e as outras diligências diplomáticas, o tribunal considera que a autoridade do Estado “laborou em erro”, isto é, não realizou as amostras de acordo com as regras que o próprio Estado impôs à empresa na licença que lhe foi passada. A juíza considerou que, não desconfiando da idoneidade dos recipientes utilizados nas recolhas, não se sabe em que condições foi feita a sua selagem, nomeadamente testemunhas que atestassem os procedimentos, para não falar já da referida “ausência de representantes da entidade prevaricadora”.

Concluindo, e palavras da própria juíza, o que foi determinante para decisão do tribunal foi o facto de as amostragens não terem sido feitas de hora a hora “de acordo com o que está na licença”, pelo que absolveu a arguida, Fabrióleo, da prática de contra-ordenação grave e da ordem de suspensão da actividade pedida pela APA (Agência Portuguesa do Ambiente), organismo do Estado para a gestão ambiental.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Bombeiros querem mais “meios”, dívida paga, e dizem que obra do quartel pode derrapar »  2018-08-16 

A direcção dos Bombeiros Voluntários Torrejanos reuniu no final de Julho com o presidente da câmara
e com o vereador Carlos Ramos e, segundo nota de imprensa da corporação, os “voluntários torrejanos”
querem mais meios e uma dívida antiga paga.
(ler mais...)


Morreu Carlos Trincão Marques, figura marcante da sociedade torrejana »  2018-08-15 

Nascido em Riachos em 1944, Carlos Trincão Marques morreu na madrugada de  quarta-feira, em Lisboa, onde se encontrava hospitalizado na sequência da doença que o atormentava nos últimos tempos.

Filho do riachense Dr.
(ler mais...)


Torres Novas: piscinas gratuitas no domingo »  2018-08-07 

Para assinalar o Dia Internacional da Juventude, o município de Torres Novas vai promover no próximo domingo, dia 12 de Agosto, uma iniciativa dirigida aos jovens com idades entre os 12 e os 29 anos. As piscinas municipais Fernando Cunha estarão abertas no domingo, das 14 às 19 horas, e haverá animação com o dj set Bomboca & Pirolito.
(ler mais...)


PASSATEMPO: oferecemos 5 passes gerais para o BONS SONS »  2018-07-31 

Aproxima-se o festival Bons Sons e o JORNAL TORREJANO oferece 5 passes gerais para entrada no festival. Para isso, os concorrentes ao sorteio dos passes deverão fazer like no fb do JT, onde decorre o passatempo:

https://www.facebook.
(ler mais...)


Tomar: detido jovem de 22 anos suspeito de atear incêndio »  2018-07-23 

A Polícia Judiciária (PJ) Leiria anunciou a detenção de um jovemd e 22 anos, empregado de restauração, suspeito de ter ateado um fogo em zona florestal em Alviobeira, Tomar. A GNR terá recolhido “importantes meios de prova” que conduziram à detenção do rapaz.
(ler mais...)


Alcanena: reparação da estrada de Minde vai custar mais de 270 mil euros »  2018-07-19 

As obras de requalificação da Estrada de Minde - Serra de Santo António já foram entregues a uma empresa e vão custar ao município 266 mil euros mais o IVA, informa a autarquia em comunicado.

A empreitada da estrada que liga Minde e a Serra de Santo António contempla a reparação de abatimentos e a repavimentação betuminosa de toda a extensão da estrada.
(ler mais...)


Torres Novas: PSD lança campanha sobre mau estado de conservação de estradas »  2018-07-19 

A Comissão Política Concelhia de Torres Novas do PSD lançou uma campanha em que alerta para o mau estado de conservação de algumas estradas do concelho, e colocou quatro outdoors na rua a assinalar isso mesmo.
“Esta campanha pretende evidenciar a falta de capacidade que o executivo (de maioria) socialista da câmara municipal de Torres Novas apresenta, para com os meios próprios municipais e com o orçamento corrente, resolver problemas básicos do concelho”, lê-se numa nota de imprensa.
(ler mais...)


Concelho tem mais uma »  2018-07-17 

Desde hoje, dia 18 de Julho, Torres Novas tem mais uma mulher a atingir a idade de 100 anos: trata-se de Amália Moita, natural de Alcorochel, aldeia onde sempre viveu, apesar de nas últimas décadas passar temporadas também em Torres Novas, em casa de uma das filhas.
(ler mais...)


Escola Maria Lamas: concurso público para primeira fase da obra já divulgado »  2018-07-16 

O anúncio do concurso público da primeira etapa das obras de recuperação da escola secundária Maria Lamas, em Torres Novas, foi publicado em Diário da República do dia 12 de Julho.

O projecto prevê uma intervenção nos balneários e da zona de cozinha e refeitório, no piso 0 do edifício do ginásio, bem como a adaptação dos edifícios às normas legais, nomeadamente nos mecanismos de protecção contra incêndios, bem como as componentes térmica, redes eléctrica, de gás e de água e saneamento.
(ler mais...)


Ribeira da Boa de Água: o perfume especial para as noites de verão »  2018-07-14 

Tudo com dantes na Ribeira da Boa Água, afluente do rio Almonda: a poluição que suscitou, durante todo ano de 2017, muitas lutas e milhares de discursos oficiais, voltou em força, impune, ofensiva, sem vergonha.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-08-15  Morreu Carlos Trincão Marques, figura marcante da sociedade torrejana
»  2018-08-16  Bombeiros querem mais “meios”, dívida paga, e dizem que obra do quartel pode derrapar