• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Sábado, 18 de Agosto de 2018
Pesquisar...
Ter.
 37° / 22°
Períodos nublados
Seg.
 38° / 23°
Céu limpo
Dom.
 37° / 21°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  36° / 19°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Futebol: Amarelos viraram a página em Ourém (1-2)

Sociedade  »  2018-02-11 

Campeonato Distrital da 1.ª divisão AFS
Ourém, Campo da Caridade, 11 de Fevereiro de 2018

CA Ouriense: Hélio; Fábio Lúzio, Graça (Afonsos), Tiago, Dino, Leandro, Savá, Patrick, Tiago Lúzio, Major (Matos) e Moleiro; Treinador: Mário Nelson

CD Torres Novas: Galrinho; Timor, Dani, Paz Miguel, Iuri, André Vieira, Ivan, Joel (Marco Carvalho), Ricardi Major, Micael (Soma) e Sudesh (Dias); treinador: Nando Costa

Arbitragem de Mário Vieira, com Miguel Marques e Hugo Parente

O jogo começou bastante confuso, com pontapés à toa e bola pelo ar, tão característico dos campos sintéticos, onde o futebol parece sempre um jogo em quintal de cimento com uma bola de plástico, a milhas do que se passa num relvado natural,mesmo em condições suficientes.

Neste caso de Ourém, deu-se ainda o insólito de não haver qualquer barreira física a separar o rectângulo do lado nascente, onde se encontravam nada mais nada menos que 15 balizas instaladas no espaço relvado contíguo ao campo, ajudando à confusão visual que se esperaria óbvia..

Mas o jogo jogado lá se foi instalando muito a custo e aos 19 minutos o primeiro sinal de perigo foi para o Ouriense, numa situação de grande aflição na área torrejana, com sucessivos remates até Iuri afastar o perigo. O Torres Novas só ao 25 minutos deu um ar da sua graça, com um remate de Ivan, já dentro da área.

Passavam 34 minutos quando, numa jogada quase sem história, Micael disputou a bola a um defesa contrário, com insistência a ganhou e depois de ter galgado três passos pelo corredor direito disparou um remate de arco perfeito, ainda longe da linha da grande área, apanhando Hélio um pouco adiantado. Era o 1-0 e o corolário de alguma tentativa dos visitantes colocarem o rumo da partida a seu favor.

Dois minutos depois Ricardo Major talvez tivesse sentenciado o jogo se aproveitasse uma soberana oportunidade que teve nos pés: lançado pela meia-esquerda em diagonal, isolou-se e teve tempo para perguntar ao guarda-redes para que lado queria a bola e escolher o sítio para encaixar o esférico, mas ficou completamente engadanhado e tudo se resumiu um remate frouxo e sem convicção, ainda assim a rondar o poste da baliza ouriense.

Praticamente na resposta, aos 39 minutos, o Atlético desceu mais uma vez pela esquerda, assistiu-se a uma jogada de insistência dentro da área torrejana, com cabeça para aqui bola para ali, até a redondainha cair aos pés de Savá, que atirou já dentro da pequena área para as redes de Galrinho. Não festejou, o antigo jogador torrejano, deixando a festa do golo para os seus colegas.

Depois do intervalo, o Torres Novas deu mostras de continuar a manter um certo ascendente, embora o Atlético tenha construído, logo de início duas boas oportunidades para virar o resultado. Só que, aos 17 minutos, Iuri executou um dos seus lançamentos laterais que são autênticos cantos, a bola caiu dentro da área ouriense e entre a hesitação da defesa e alguma confusão, Micael encostou o pé e fez o 2-1.

Parecia consumada a vitória torrejana e ela só aconteceu, na verdade, por manifesta sorte. A partir dos 20 minutos, o Atlético empurrou o Torres Novas para o seu meio campo e assistiu-se a meia hora de enorme ascendente ouriense, com inúmeras jogadas de perigo para as redes amarelas e uma boa mão cheia de situações de golo iminente. O Torres Novas não conseguia (ou não queria, não se percebeu bem) sair do seu último reduto, entregando ao Ouriense o comando da partida e oportunidades para, pelo menos, forçar o empate. Mas, em várias ocasiões, o golo e a sorte viraram as costas ao Atlético e o Torres Novas acabou por sair do Campo da Caridade com uma vitória que vem quebrar um ciclo de derrotas deprimentes.

Pelo que fez na última meia hora da segunda parte, o Ouriense merecia o empate, mas o futebol não é feito de justiça. O Torres Novas entregou-se ao jogo com galhardia e fez por merecer a sorte que acabou por ter.

A arbitragem de Mário Vieira foi excelente e contribuiu para que a partida se tivesse desenrolado num clima de calma e harmonia. Um erro ou outro e o inevitável clamor da bancada, não chegam para desmontar uma verdade: as arbitragens do distrital, pelo que temos visto, estão plenamente à altura das exigências e são muitas vezes os atletas que complicam, com truques e picardias, aquilo que deveria ser um jogo leal.

 

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Bombeiros querem mais “meios”, dívida paga, e dizem que obra do quartel pode derrapar »  2018-08-16 

A direcção dos Bombeiros Voluntários Torrejanos reuniu no final de Julho com o presidente da câmara
e com o vereador Carlos Ramos e, segundo nota de imprensa da corporação, os “voluntários torrejanos”
querem mais meios e uma dívida antiga paga.
(ler mais...)


Morreu Carlos Trincão Marques, figura marcante da sociedade torrejana »  2018-08-15 

Nascido em Riachos em 1944, Carlos Trincão Marques morreu na madrugada de  quarta-feira, em Lisboa, onde se encontrava hospitalizado na sequência da doença que o atormentava nos últimos tempos.

Filho do riachense Dr.
(ler mais...)


Torres Novas: piscinas gratuitas no domingo »  2018-08-07 

Para assinalar o Dia Internacional da Juventude, o município de Torres Novas vai promover no próximo domingo, dia 12 de Agosto, uma iniciativa dirigida aos jovens com idades entre os 12 e os 29 anos. As piscinas municipais Fernando Cunha estarão abertas no domingo, das 14 às 19 horas, e haverá animação com o dj set Bomboca & Pirolito.
(ler mais...)


PASSATEMPO: oferecemos 5 passes gerais para o BONS SONS »  2018-07-31 

Aproxima-se o festival Bons Sons e o JORNAL TORREJANO oferece 5 passes gerais para entrada no festival. Para isso, os concorrentes ao sorteio dos passes deverão fazer like no fb do JT, onde decorre o passatempo:

https://www.facebook.
(ler mais...)


Tomar: detido jovem de 22 anos suspeito de atear incêndio »  2018-07-23 

A Polícia Judiciária (PJ) Leiria anunciou a detenção de um jovemd e 22 anos, empregado de restauração, suspeito de ter ateado um fogo em zona florestal em Alviobeira, Tomar. A GNR terá recolhido “importantes meios de prova” que conduziram à detenção do rapaz.
(ler mais...)


Alcanena: reparação da estrada de Minde vai custar mais de 270 mil euros »  2018-07-19 

As obras de requalificação da Estrada de Minde - Serra de Santo António já foram entregues a uma empresa e vão custar ao município 266 mil euros mais o IVA, informa a autarquia em comunicado.

A empreitada da estrada que liga Minde e a Serra de Santo António contempla a reparação de abatimentos e a repavimentação betuminosa de toda a extensão da estrada.
(ler mais...)


Torres Novas: PSD lança campanha sobre mau estado de conservação de estradas »  2018-07-19 

A Comissão Política Concelhia de Torres Novas do PSD lançou uma campanha em que alerta para o mau estado de conservação de algumas estradas do concelho, e colocou quatro outdoors na rua a assinalar isso mesmo.
“Esta campanha pretende evidenciar a falta de capacidade que o executivo (de maioria) socialista da câmara municipal de Torres Novas apresenta, para com os meios próprios municipais e com o orçamento corrente, resolver problemas básicos do concelho”, lê-se numa nota de imprensa.
(ler mais...)


Concelho tem mais uma »  2018-07-17 

Desde hoje, dia 18 de Julho, Torres Novas tem mais uma mulher a atingir a idade de 100 anos: trata-se de Amália Moita, natural de Alcorochel, aldeia onde sempre viveu, apesar de nas últimas décadas passar temporadas também em Torres Novas, em casa de uma das filhas.
(ler mais...)


Escola Maria Lamas: concurso público para primeira fase da obra já divulgado »  2018-07-16 

O anúncio do concurso público da primeira etapa das obras de recuperação da escola secundária Maria Lamas, em Torres Novas, foi publicado em Diário da República do dia 12 de Julho.

O projecto prevê uma intervenção nos balneários e da zona de cozinha e refeitório, no piso 0 do edifício do ginásio, bem como a adaptação dos edifícios às normas legais, nomeadamente nos mecanismos de protecção contra incêndios, bem como as componentes térmica, redes eléctrica, de gás e de água e saneamento.
(ler mais...)


Ribeira da Boa de Água: o perfume especial para as noites de verão »  2018-07-14 

Tudo com dantes na Ribeira da Boa Água, afluente do rio Almonda: a poluição que suscitou, durante todo ano de 2017, muitas lutas e milhares de discursos oficiais, voltou em força, impune, ofensiva, sem vergonha.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-08-15  Morreu Carlos Trincão Marques, figura marcante da sociedade torrejana
»  2018-08-16  Bombeiros querem mais “meios”, dívida paga, e dizem que obra do quartel pode derrapar