• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Quarta, 25 de Abril de 2018
Pesquisar...
Sáb.
 17° / 8°
Períodos nublados com chuva fraca
Sex.
 17° / 10°
Céu nublado com chuva fraca
Qui.
 26° / 11°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  24° / 13°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Futebol: Amarelos viraram a página em Ourém (1-2)

Sociedade  »  2018-02-11 

Campeonato Distrital da 1.ª divisão AFS
Ourém, Campo da Caridade, 11 de Fevereiro de 2018

CA Ouriense: Hélio; Fábio Lúzio, Graça (Afonsos), Tiago, Dino, Leandro, Savá, Patrick, Tiago Lúzio, Major (Matos) e Moleiro; Treinador: Mário Nelson

CD Torres Novas: Galrinho; Timor, Dani, Paz Miguel, Iuri, André Vieira, Ivan, Joel (Marco Carvalho), Ricardi Major, Micael (Soma) e Sudesh (Dias); treinador: Nando Costa

Arbitragem de Mário Vieira, com Miguel Marques e Hugo Parente

O jogo começou bastante confuso, com pontapés à toa e bola pelo ar, tão característico dos campos sintéticos, onde o futebol parece sempre um jogo em quintal de cimento com uma bola de plástico, a milhas do que se passa num relvado natural,mesmo em condições suficientes.

Neste caso de Ourém, deu-se ainda o insólito de não haver qualquer barreira física a separar o rectângulo do lado nascente, onde se encontravam nada mais nada menos que 15 balizas instaladas no espaço relvado contíguo ao campo, ajudando à confusão visual que se esperaria óbvia..

Mas o jogo jogado lá se foi instalando muito a custo e aos 19 minutos o primeiro sinal de perigo foi para o Ouriense, numa situação de grande aflição na área torrejana, com sucessivos remates até Iuri afastar o perigo. O Torres Novas só ao 25 minutos deu um ar da sua graça, com um remate de Ivan, já dentro da área.

Passavam 34 minutos quando, numa jogada quase sem história, Micael disputou a bola a um defesa contrário, com insistência a ganhou e depois de ter galgado três passos pelo corredor direito disparou um remate de arco perfeito, ainda longe da linha da grande área, apanhando Hélio um pouco adiantado. Era o 1-0 e o corolário de alguma tentativa dos visitantes colocarem o rumo da partida a seu favor.

Dois minutos depois Ricardo Major talvez tivesse sentenciado o jogo se aproveitasse uma soberana oportunidade que teve nos pés: lançado pela meia-esquerda em diagonal, isolou-se e teve tempo para perguntar ao guarda-redes para que lado queria a bola e escolher o sítio para encaixar o esférico, mas ficou completamente engadanhado e tudo se resumiu um remate frouxo e sem convicção, ainda assim a rondar o poste da baliza ouriense.

Praticamente na resposta, aos 39 minutos, o Atlético desceu mais uma vez pela esquerda, assistiu-se a uma jogada de insistência dentro da área torrejana, com cabeça para aqui bola para ali, até a redondainha cair aos pés de Savá, que atirou já dentro da pequena área para as redes de Galrinho. Não festejou, o antigo jogador torrejano, deixando a festa do golo para os seus colegas.

Depois do intervalo, o Torres Novas deu mostras de continuar a manter um certo ascendente, embora o Atlético tenha construído, logo de início duas boas oportunidades para virar o resultado. Só que, aos 17 minutos, Iuri executou um dos seus lançamentos laterais que são autênticos cantos, a bola caiu dentro da área ouriense e entre a hesitação da defesa e alguma confusão, Micael encostou o pé e fez o 2-1.

Parecia consumada a vitória torrejana e ela só aconteceu, na verdade, por manifesta sorte. A partir dos 20 minutos, o Atlético empurrou o Torres Novas para o seu meio campo e assistiu-se a meia hora de enorme ascendente ouriense, com inúmeras jogadas de perigo para as redes amarelas e uma boa mão cheia de situações de golo iminente. O Torres Novas não conseguia (ou não queria, não se percebeu bem) sair do seu último reduto, entregando ao Ouriense o comando da partida e oportunidades para, pelo menos, forçar o empate. Mas, em várias ocasiões, o golo e a sorte viraram as costas ao Atlético e o Torres Novas acabou por sair do Campo da Caridade com uma vitória que vem quebrar um ciclo de derrotas deprimentes.

Pelo que fez na última meia hora da segunda parte, o Ouriense merecia o empate, mas o futebol não é feito de justiça. O Torres Novas entregou-se ao jogo com galhardia e fez por merecer a sorte que acabou por ter.

A arbitragem de Mário Vieira foi excelente e contribuiu para que a partida se tivesse desenrolado num clima de calma e harmonia. Um erro ou outro e o inevitável clamor da bancada, não chegam para desmontar uma verdade: as arbitragens do distrital, pelo que temos visto, estão plenamente à altura das exigências e são muitas vezes os atletas que complicam, com truques e picardias, aquilo que deveria ser um jogo leal.

 

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Lapas: Grutas reabriram em clima de festa »  2018-04-22 

Foi ao som festivo da afinadíssima filarmónica “União e Trabalho” que decorreu hoje, dia 22, o acto de reabertura das catacumbas localmente designadas “Grutas de Lapas”, depois das obras de reabilitação que mudaram por completo a face deste monumento, classificado como imóvel de interesse concelhio.
(ler mais...)


Atrás dos vinhos, sem pressas, há muito para provar »  2018-04-20 

Quando fechou o Zé da Ana, o clássico, o gourmet, instalou-se na vila um sentimento de orfandade e luto cerrado e Torres Novas nunca mais foi a mesma. É verdade que a elitista taberna do Bué já tinha encomendado a alma há muito, bem como o inesquecível “reservado” do Café Portugal, para não falar da adega do Valeriano do Solar do Melro e outros botecos menos conhecidos.
(ler mais...)


Torres Novas: mais um edifício em derrocada, centro histórico continua a cair »  2018-04-13 

Acaba de cair mais um edifício na zona histórica de Torres Novas, desta vez o prédio onde funcionou a oficina auto Júlio & Costa, à entrada da travessa do Lamego.

As autoridades municipais e a junta de freguesia já tinham sido avisadas há várias semanas por alguns moradores, que se deram conta do perigo iminente em que se encontrava uma das paredes do prédio, mas a autarquia limitou-se a encostar uma grade à parede e a esticar uma fita amarela.
(ler mais...)


Entroncamento: comerciante detido em Espanha por suspeitas de abusos sexuais »  2018-04-10 

Um homem de 58 anos, comerciante no Entroncamento, foi detido em Espanha, suspeito de ter abusado sexualmente dois menores, de 14 e nove anos. Na informação prestada à Comunicação Social, a Polícia Judiciária de Leiria refere que a captura foi precedida de um Mandado de Detenção Europeu emitido pela autoridade judiciária competente no DIAP da Comarca de Santarém.
(ler mais...)


Torres Novas: campanha de adopção de animais este fim-de-semana »  2018-04-06 

O Canil Intermunicipal de Torres Novas promove mais uma campanha de adopção de animais de companhia nos dias 7 e 8 de Abril (sábado e domingo), entre as 11 e as 16h30, no jardim das rosas, em Torres Novas.
Como vem sendo hábito, estarão disponíveis diversos cães e gatos para uma adopção responsável.
(ler mais...)


Feira de Época: tema deste ano é apresentado no dia 13 »  2018-04-06 

A praça 5 de Outubro é palco da apresentação do tema da feira  de época  deste ano, que decorre naquele espaço e nas imediações do castelo de 30 de Maio a 3 de Junho. A apresentação está marcada para as 22 horas do próximo dia 13 de Abril (sexta-feira) e ao momento associa-se um espectáculo de fogo “Infirmus Morbus”, a cargo dos grupos Anymamundy e Malatish.
(ler mais...)


Torres Novas: município concorre às sete Maravilhas à Mesa” »  2018-04-06 

O Município de Torres Novas candidatou-se aos prémios das “7 Maravilhas à Mesa” nas quatro categorias a concurso: Gastronomia, Vinhos, Azeites e Roteiros Turísticos. Esta candidatura “pretende honrar e reconhecer a mesa torrejana, pela sua diversidade gastronómica e cultural”, refere a nota de imprensa, que se reflecte nos 7 produtos candidatados: petisco (enguias fritas), peixe (ensopado de enguias), produto endógeno (figo seco), brancos (Zé da Leonor, Reserva 2013, Família Rebelo Lopes, 4.
(ler mais...)


“Torres Rodas” vai para a terceira edição »  2018-04-06 

Torres Novas acolhe nos dias 27, 28 e 29 de Abril a terceira edição da iniciativa “Torres Rodas”, uma feira de automobilia. Para este evento são esperadas centenas de viaturas clássicas, juntando-se ao evento uma street food – concentração de roulottes de comidas rápidas.
(ler mais...)


Vai fechar a casa Alvorão, logo a seguir a Casa Espanhol »  2018-04-05 

Depois de cerca de nove décadas aberta ao público como loja de ferragens, vai fechar no fim de Maio a drogaria António Costa Alvorão, Lda, anunciou José António Pereira, actual e único empregado da firma, ele próprio há cerca de 48 anos ao balcão do estabelecimento.
(ler mais...)


Morreu Lurdes Azevedo Mendes »  2018-04-04 

Contava 90 anos e foi até há pouco tempo a última habitante da praça 5 de Outubro, em Torres Novas, antes de se radicar num lar em Coimbra. O corpo de Lurdes Mendes chegou já a Torres Novas e ficará na casa de família até ao funeral, que deverá realizar-se amanhã.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-04-20  Atrás dos vinhos, sem pressas, há muito para provar
»  2018-04-22  Lapas: Grutas reabriram em clima de festa