• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sexta, 22 Março 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Seg.
 26° / 11°
Céu limpo
Dom.
 24° / 11°
Períodos nublados
Sáb.
 25° / 9°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  22° / 7°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Autárquicas: “A CDU faz falta na câmara com sua voz crítica e as suas propostas”, Maria João Gonçalves

Sociedade  »  2017-09-25 

Candidata da CDU à Câmara Municipal da Barquinha

Como avalia o exercício do actual presidente neste último mandato (2013-2107)? Aponte alguns aspectos que não tenham corrido bem e como teria agido se fosse presidente da câmara.
Antes de mais, uma gestão CDU é uma gestão diferente da que aconteceu no último ciclo. Trabalho, Honestidade e Competência são os nossos pilares, o que nos distingue dos outros! Diremos que a Barquinha, nas últimas décadas, tem duas realidades muito distintas: bairros com crescimento demográfico apreciável, as zonas novas da Moita, Cardal e Barquinha, e o restante concelho com perda acentuada da população. Assim, predomina a desertificação do concelho.

Os ganhos populacionais não compensam o êxodo do concelho. Apesar de muita cosmética com diminuição de taxas e anúncios de novas superfícies comerciais, a verdade é que a zona industrial foi um fracasso e as actividades em vez de fluírem, desaparecem: o último exemplo é a caixa geral de depósitos que se prepara para encerrar portas. Os correios perderam valências na Atalaia, Praia do Ribatejo e na Barquinha, freguesias roubadas às populações. Extensas zonas do concelho não têm o saneamento básico resolvido e o ordenamento urbanístico caótico, sem normas de qualidade, muitas vezes verdadeiros atentados estéticos.

Passado o ciclo das grandes obras e do essencial dos fundos comunitários que panorama antevê para o seu concelho em termos de apostas de médio prazo?
Qual vai ser a sua agenda? No plano do Ordenamento do território: uma grande intervenção no domínio do ambiente, desde o saneamento básico ao ambiente urbano, aos espaços verdes ou a preservação do património natural; terminar a revisão do PDM, envolvendo sempre a população nesta discussão; no plano da regeneração urbana, avançar com as Áreas de Reabilitação Urbana num processo de reestruturação do edificado, respeitando a sua traça e as características históricas. No plano do desporto, mais e melhor desporto, um direito e um bem social. São as autarquias que, no essencial, têm assegurado as funções do Estado mas não devem substituir as associações na sua autonomia.

Para a CDU, a política cultural deve assentar no apoio segundo critérios de transparência; na formação de dirigentes e agentes associativos; valorização do património natural e edificado; promoção e divulgação da ciência e tecnologia; democratização do acesso, criação cultural e no apoio ao associativismo.

No plano do ambiente a CDU, fazendo jus à sua atuação, compromete-se a promover uma política para o ambiente baseado na sustentabilidade da natureza e qualidade de vida. Urge resolver os principais problemas do concelho herdados: tubagens de abastecimento de água de amianto, o fim de águas residuais (domésticos e outras) para o Tejo, utilização progressiva de energias renováveis e diminuição dos gastos energéticos. A mobilidade é de extrema importância.

A falta de mobilidade ou os condicionalismos provocados por esta situação motivam o abandono, a desertificação, a fixação das actuais e futuras gerações, o acesso aos serviços públicos e privados (saúde, educação, segurança social, a banca, etc.). Continuamos a luta pela abolição de portagens na A23 e A13 e alargamento da oferta pública de transportes rodoferroviários no concelho.

No plano da descentralização, reforçar a acção das freguesias. As assimetrias entre algumas freguesias do nosso concelho têm-se acentuado nos últimos anos: no caso concreto da Praia do Ribatejo, é evidente entre os próprios lugares dessa mesma freguesia (Limeiras, Madeiras, Cafuz) que, devido à distância e ao encerramento ou diminuição dos serviços públicos (saúde, correios, escolas), vêem agravado o seu isolamento.

Se for eleita, indique cinco medidas de realização imediata para os primeiros três meses e outras tantas de cariz estruturante ou grandes investimentos de que o concelho necessite.
Mais imediato... serviços de qualidade nas áreas de limpezas espaços verdes, saneamento e para isso é necessário reforço dos meios humanos e dos meios materiais na autarquia; trabalhadores com competências contrariando a precariedade, reforço dos meios técnicos que se foram degradando ao longo dos anos e não foram substituídos; alargar as áreas de verde urbano, parques/ jardins para oferta de lazer, aproveitando as margens do Tejo com trilhos, passadiço e abertura ao lazer, salvaguardando, sempre, os ecossistemas – uma preocupação maior; investir na iluminação e na poupança energética; e é urgente a renovação da sinalética vertical e horizontal que não tem sido objecto do cuidado necessário, porquê?

Por falta de investimento nesta área. Mais a longo prazo, integrar o Castelo Almourol nos roteiros temáticos dos templários (Convento de Cristo, Quinta da Cardiga e Dornes e outros outros); investir mais na divulgação e criação cultural no concelho

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Pedro Triguinho absolvido hoje em processo da Fabrióleo »  2019-03-22 

Pedro Triguinho, activista do movimento ambientalista Basta!, de Torres Novas, foi hoje absolvido no Tribunal de Torres Novas num processo em que era acusado de difamação por uma então administradora da empresa Fabrióleo, que lhe moveu a acção a título pessoal.
(ler mais...)


Pias Longas: trabalhos no aterro continuam, vereador do ambiente nada diz »  2019-03-13 

Os trabalhos relacionados com a ampliação do aterro do topo sul da pista do aeródromo de Pias Longas, situado na fronteira entre os municípios de Ourém e Torres Novas, continuam em marcha, isto apesar de uma fiscalização da câmara de Torres Novas ter confirmado, logo na altura da denúncia por este jornal, que milhares de toneladas de pedras e terra estavam a ser despejadas para dentro da território do concelho de Torres Novas numa área de elevado potencial ambiental e que integra a Reserva Ecológica Nacional.
(ler mais...)


Alterações climáticas: Maria Lamas promove aula aberta no auditório municipal »  2019-03-08 

Dando sequência a idêntica iniciativa do ano transacto, a escola Maria Lamas volta a promover uma aula aberta, desta vez no auditório municipal (edifício da biblioteca Gustavo Pinto Lopes), e sob o tema “Alterações climáticas e biodiversidade”.
(ler mais...)


O triunfo dos porcos: só câmara pode impedir mega-suinicultura »  2019-03-04 

Depois de amanhã, o executivo municipal vai ser chamado a deliberar sobre um assunto de enorme importância ambiental para o concelho: a instalação de uma suinicultura na Quinta de Caniços, freguesia de Brogueira, a dois passos da Reserva do Paul e perto de povoações.
(ler mais...)


Maioria quer gastar mais de 600 mil no Rossio em mais uma obra inútil »  2019-02-28 

Não se pinta um único banco de jardim há anos, as pontes do jardim das rosas estão interditas, à volta do castelo é só ruína, há calçadas e passeios escavacados por todo o lado, nada é mantido.
(ler mais...)


A Tasca: nova vida com Paulo Emílio »  2019-02-21 

Durante uns anos restaurante de referência de Torres Novas em tempo do consulado do fundador, Vítor Alves, A Tasca passou depois por algumas experiências, umas melhores outras nem por isso, pois na realidade nenhuma delas teve a duração que permitisse consolidar uma proposta ou uma ideia para a casa situada na velha Rua da Corrente, bem pertinho da Ponte do Raro.
(ler mais...)


Aeródromo de Pias Longas: aterros invadiram reserva ecológica do concelho »  2019-02-21 

Poderá estar em marcha um enorme atentado ecológico contra o território do concelho e uma acção que põe em causa o Estado de direito. O avanço dos aterros, segundo os limites administrativos entre Torres Novas e Ourém (a autarquia ouriense serve-se, ao que parece, de outra linha divisória) entrou cerca de 200m no concelho de Torres Novas, perfazendo uma área de implantação de cerca de 20 000 metros quadrados.
(ler mais...)


Festival do Cogumelo da Parreira: Chakall, Marco Costa e Rouxinol Faduncho »  2019-02-12 

De 1 a 3 de março, o cogumelo é de novo a estrela à mesa da III edição do Festival do Cogumelo que junta gastronomia, animação musical, bares, artesanato, cozinha ao vivo e, claro, exposição de produtores e agentes económicos do setor,  um evento de dinamização e promoção territorial, organizado em parceria pelo Município da Chamusca e pela União de Freguesias de Parreira e Chouto.
(ler mais...)


João Espanhol: morreu um homem grande, Torres Novas fica mais pobre »  2019-02-09 

Hoje, dia 9 de Fevereiro, sábado, durante a tarde, calou-se a voz de João José Lopes (“João Espanhol”), um torrejano de vulto, cidadão excepcional, militante apaixonado, artista reconhecido no seu tempo, a voz que na década de 50 encantou públicos exigentes e que, por mais quase 50 anos, animou milhares de bailes e festas.
(ler mais...)


Carreiro da Areia: começou o abandono da aldeia, poluição continua como sempre »  2019-02-07 

Um grupo de moradores do Carreiro da Areia esteve presente na reunião camarária de terça-feira, em protesto contra a poluição e os efeitos que se fazem sentir na aldeia. Já há quem tenha abandonado a povoação, mas nem as casas se conseguem vender.
(ler mais...)


 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-02-21  A Tasca: nova vida com Paulo Emílio
»  2019-03-04  O triunfo dos porcos: só câmara pode impedir mega-suinicultura
»  2019-03-22  Pedro Triguinho absolvido hoje em processo da Fabrióleo
»  2019-03-13  Pias Longas: trabalhos no aterro continuam, vereador do ambiente nada diz
»  2019-02-28  Maioria quer gastar mais de 600 mil no Rossio em mais uma obra inútil