• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sábado, 18 Janeiro 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Ter.
 14° / 5°
Céu nublado
Seg.
 11° / 4°
Períodos nublados
Dom.
 15° / 6°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  18° / 10°
Céu nublado com chuva moderada
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Ainda as eleições: Tomar, Abrantes e Mação em queda acentuada num distrito quase todo a encolher

Sociedade  »  2019-06-06 

Nos últimos cinco anos, o distrito de Santarém perdeu mais de 15 mil eleitores. Dos 21 concelhos, 20 deles perderam eleitores e vão continuar a perder população. Apenas o concelho de Benavente dá conta de um aumento, resultado da sua proximidade com a área metropolitana de Lisboa, onde o rio o liga a outro concelho ribatejano a crescer, o de Vila Franca de Xira.

Perturbantes são as quedas do número de eleitores em Tomar (6,9%), Abrantes (6,7%), Mação (8,3%) ou, ainda mais, a Chamusca (10,4%). Há cerca de 30 anos, Tomar e Abrantes, com territórios maiores e populações rurais também mais significativas em número, ainda tinham mais de 6 ou 7 mil habitantes que o concelho de Torres Novas, mas a distância tem vindo a encolher. Meste momento, e em termos de eleitores, Abrantes tem pouco mais de mil em relação a Torres Novas e Tomar tem apenas mais 2400. No próximo censo da população, o próprio efectivo populacional dos três concelhos deve resultar em dados que os aproximam cada vez, isto se a quebra verificada em Torres Novas continuar a ser mais lenta, como tem acontecido até aqui, o que também não é certo que aconteça.

À volta de Torres Novas a diminuição do número de eleitores apresenta percentagens mais baixas, mas ainda assim significativas: Torres Novas perdeu 3,7% dos seus eleitores, a Golega 3,5%, a Barquinha 3,7%, Constância 3,4%, e só Alcanena ultrapassa esta média, com uma quebra de 5,7% de eleitores nos últimos cinco anos, o que não deixa de ser curioso e penalizador para a gestão autárquica de Alcanena das últimas décadas.

O Entroncamento apresenta a quebra mais baixa, menos 1,1% de eleitores do que há cinco anos, mas trata-se de um caso que tem de ser visto à parte por não ter área “rural”. A tendência de diminuição dos eleitores e de habitantes no Entroncamento será sempre mais lenta do que nos concelhos com áreas “rurais”. Aliás, qualquer dado estatístico ou parâmetro sociológico relativos ao Entroncamento só têm validade comparativa se vistos em confronto com indicadores das cidades de Tomar, Abrantes ou Torres Novas sem os seus termos “rurais”. De outra forma, é estar a comparar duas realidades completamente distintas. Ainda num recente inquérito sobre condições de vida dos centros urbanos, o Entroncamento apareceu situado num lugar cimeiro, mas o Entroncamento é uma cidade. Tomar, com uma área muitas vezes superior e mais de 200 povoações “rurais”, não poderia obviamente ter indicadores semelhantes. Vista a cidade de Tomar apenas, em comparação com o Entroncamento, é evidente que terá melhores parâmetros e mais funções urbanas do que a capital do combóio.

Voltando aos eleitores, e agora ao concelho de Torres Novas, diga-se que se verifica uma redução em todas as freguesias, mas essa redução é particularmente grave na Zibreira, que parece uma freguesia a prazo (quebra de 8,5%), tal como a Chancelaria (8,7%), mas também Olaia/Paço (7,9%), Brogueira/Alcorochel/Parceiros (6,4%) e Assentis (5,9%), bem acima da média do concelho. Meia Via, Riachos e as freguesias de Torres Novas cidade (que escondem reduções em aldeias como Ribeira, Carvalhal ou outras) são as que apresentam quebras menos significativas, o que espelha a já conhecida divisão do território em duas realidades: o eixo Lapas, Torres Novas, Riachos, Meia Via, e o resto.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Ginásio de Riachos: 20 anos depois, já há ante-projecto »  2020-01-16 

Pendurado há 20 anos, aquando da construção do pavilhão gimnodesportivo de Riachos, o ginásio anexo parece estar agora um pouco mais perto de se tornar realidade. Na reunião de ontem do executivo municipal, foi aprovado por unanimidade “o ante-projecto de arquitectura e especialidades relativos à 2.
(ler mais...)


Torres Novas na devolução do IVA: ANMP assinala disparidades no parecer sobre o orçamento de Estado »  2020-01-15 

No seu parecer habitual à proposta de lei do orçamento de Estado, a Associação Nacional de Municípios Portugueses questiona o Governo sobre os montantes da devolução de parte do IVA cobrado nos municípios e assinala, directamente, o caso de Torres Novas.
(ler mais...)


PS quer derreter 700 mil em 160 metros de rua »  2020-01-13 

A pretexto de implantar um troço de ciclovia, a maioria socialista quer destruir completamente o arranjo da rua 25 de Abril e enterrar mais de 700 mil euros em 160 metros de via. O resto do concelho assiste.

A ideia de uma ciclovia para Torres Novas vinha de vez em quando à cabeça de alguns, apesar de a cidade não ter tradições alguma no uso da bicicleta (raramente se vê uma) e de a sua topografia não aconselhar tal tipo de recurso.
(ler mais...)


Vale da Serra: moradores preocupados com funcionamento da ETAR »  2020-01-09 

Os moradores de Vale da Serra, Pedrógão, estão preocupados com as águas que estão a ser bombeadas da ETAR para terrenos públicos e privados confinantes com a estação de tratamento de águas residuais.
(ler mais...)


Bombeiros: dificuldades na adesão ao voluntariado, problemas no socorro »  2020-01-09 

A primeira conclusão que se retira da assembleia geral da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos, realizada mesmo a fechar o ano, é que os torrejanos em geral e os associados da própria agremiação estão completamente alheados do seu presente e sobretudo do seu futuro: num universo de muitas centenas de sócios activos, não se compreende que numa reunião magna de prestação de contas não estejam presentes, ao menos, uma dúzia de associados que não sejam os membros dos corpos sociais, alguns elementos do comando ou bombeiros e um ou dois sócios de fora deste contexto.
(ler mais...)


Torres Novas: centro de saúde abrangido pelo plano de contingência »  2020-01-07 

O centro de saúde de Torres Novas está abrangido pelo Plano de Contingência Inverno, estando aquela unidade de saúde aberta até às 22 horas, apenas nos dias úteis, informa o Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo.
(ler mais...)


(ACTUALIZADA) - Orçamento de Estado: só Santarém, Abrantes e Ourém recebem mais que Torres Novas »  2020-01-06 

Sobre o caso da devolução da percentagem do IVA cobrado, a que abaixo se faz referência, o  JT tentou esclarecer a questão junto da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), que disse não ter acesso aos dados da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) que demonstrem e justifiquem, não somente o cálculo do valor global em causa, mas também a própria distribuição por Município.
(ler mais...)


CHMT: dezenas de novos médicos iniciaram funções no dia 3 »  2020-01-05 

“Estou grata porque tenho trabalhado com equipas que me ajudam a crescer. Espero que sejam muito felizes aqui”. Esta afirmação é de Ana Rita Sanches, médica especialista em Medicina Interna, que terminou a sua formação no CHMT e que deu o seu testemunho na sessão de boas-vindas aos novos internos que iniciaram esta semana o percurso neste Centro Hospitalar.
(ler mais...)


Directora do JT, amanhã na RTP1 »  2020-01-02 

Amanhã, sexta, por volta das 17h30, a directora do JT, Inês Vidal, vai estar em directo na RTP1, no programa "Portugal em Directo". Como já é habitual, Inês Vidal comentará alguns assuntos que fazem a actualidade local e regional.
(ler mais...)


Socialistas reafirmam extinção de farmácia em Alcorochel »  2019-12-24 

O assunto da deslocalização da farmácia de Alcorochel para o edifício Beira-Rio, em Torres Novas, voltou à reunião da Câmara, já que o INFARMED não ficou satisfeito com a justificação da maioria socialista ao seu parecer favorável, aprovado com os votos contra da oposição no passado mês de Outubro.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-12-20  Rio Almonda: cheia muito aquém do nível de 1989
»  2019-12-23  Montepio tem novos órgãos sociais: Luís Martins lidera administração
»  2020-01-06  (ACTUALIZADA) - Orçamento de Estado: só Santarém, Abrantes e Ourém recebem mais que Torres Novas
»  2020-01-02  Directora do JT, amanhã na RTP1
»  2020-01-13  PS quer derreter 700 mil em 160 metros de rua