• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Domingo, 12 Julho 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qua.
 38° / 19°
Céu limpo
Ter.
 35° / 21°
Períodos nublados
Seg.
 39° / 23°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  37° / 20°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Ainda as eleições: Tomar, Abrantes e Mação em queda acentuada num distrito quase todo a encolher

Sociedade  »  2019-06-06 

Nos últimos cinco anos, o distrito de Santarém perdeu mais de 15 mil eleitores. Dos 21 concelhos, 20 deles perderam eleitores e vão continuar a perder população. Apenas o concelho de Benavente dá conta de um aumento, resultado da sua proximidade com a área metropolitana de Lisboa, onde o rio o liga a outro concelho ribatejano a crescer, o de Vila Franca de Xira.

Perturbantes são as quedas do número de eleitores em Tomar (6,9%), Abrantes (6,7%), Mação (8,3%) ou, ainda mais, a Chamusca (10,4%). Há cerca de 30 anos, Tomar e Abrantes, com territórios maiores e populações rurais também mais significativas em número, ainda tinham mais de 6 ou 7 mil habitantes que o concelho de Torres Novas, mas a distância tem vindo a encolher. Meste momento, e em termos de eleitores, Abrantes tem pouco mais de mil em relação a Torres Novas e Tomar tem apenas mais 2400. No próximo censo da população, o próprio efectivo populacional dos três concelhos deve resultar em dados que os aproximam cada vez, isto se a quebra verificada em Torres Novas continuar a ser mais lenta, como tem acontecido até aqui, o que também não é certo que aconteça.

À volta de Torres Novas a diminuição do número de eleitores apresenta percentagens mais baixas, mas ainda assim significativas: Torres Novas perdeu 3,7% dos seus eleitores, a Golega 3,5%, a Barquinha 3,7%, Constância 3,4%, e só Alcanena ultrapassa esta média, com uma quebra de 5,7% de eleitores nos últimos cinco anos, o que não deixa de ser curioso e penalizador para a gestão autárquica de Alcanena das últimas décadas.

O Entroncamento apresenta a quebra mais baixa, menos 1,1% de eleitores do que há cinco anos, mas trata-se de um caso que tem de ser visto à parte por não ter área “rural”. A tendência de diminuição dos eleitores e de habitantes no Entroncamento será sempre mais lenta do que nos concelhos com áreas “rurais”. Aliás, qualquer dado estatístico ou parâmetro sociológico relativos ao Entroncamento só têm validade comparativa se vistos em confronto com indicadores das cidades de Tomar, Abrantes ou Torres Novas sem os seus termos “rurais”. De outra forma, é estar a comparar duas realidades completamente distintas. Ainda num recente inquérito sobre condições de vida dos centros urbanos, o Entroncamento apareceu situado num lugar cimeiro, mas o Entroncamento é uma cidade. Tomar, com uma área muitas vezes superior e mais de 200 povoações “rurais”, não poderia obviamente ter indicadores semelhantes. Vista a cidade de Tomar apenas, em comparação com o Entroncamento, é evidente que terá melhores parâmetros e mais funções urbanas do que a capital do combóio.

Voltando aos eleitores, e agora ao concelho de Torres Novas, diga-se que se verifica uma redução em todas as freguesias, mas essa redução é particularmente grave na Zibreira, que parece uma freguesia a prazo (quebra de 8,5%), tal como a Chancelaria (8,7%), mas também Olaia/Paço (7,9%), Brogueira/Alcorochel/Parceiros (6,4%) e Assentis (5,9%), bem acima da média do concelho. Meia Via, Riachos e as freguesias de Torres Novas cidade (que escondem reduções em aldeias como Ribeira, Carvalhal ou outras) são as que apresentam quebras menos significativas, o que espelha a já conhecida divisão do território em duas realidades: o eixo Lapas, Torres Novas, Riachos, Meia Via, e o resto.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


“Mosteiro do Leitão” abre na Zibreira junto ao nó da A1 »  2020-07-11 

Um ano volvido desde a inauguração do novo edifício do “Mosteiro do Leitão” na Batalha, Zita Freire e Bruno Figueiredo “trazem o melhor leitão de Portugal agora a Torres Novas, cidade que até então não tinha essa tradição gastronómica”, anuncia a nota de imprensa.
(ler mais...)


Escola de Santa Maria: 122 mil de trabalhos a mais »  2020-07-10 

É um karma, uma tradição, uma fatalidade, um uso e costume, o que se quiser: não há obra desta câmara socialista que seja realizada pelo preço a que foi contratada nos respectivos concursos e adjudicada nos correspondentes montantes: agora, é a obra da escola primária de Santa Maria, em construção nas Chãs, junto ao Centro de Bem Estar Social da Zona Alta que, para já, vai ter 122 mil euros de trabalhos a mais, mais IVA.
(ler mais...)


Morreu João Roque Freire, antigo atleta do CDTN e autarca do PS »  2020-07-08 

Morreu hoje, quarta-feira, dia 8 de Julho, aos 88 anos, João Roque Freire, figura muito popular em Torres Novas e um homem que integrou uma geração de torrejanos que foi marcante na vida da comunidade entre os anos 50 e o final do século XX.
(ler mais...)


Obras põem a descoberto um rio Almonda cheio de lixo »  2020-07-05 

Sempre que se falava da falta de limpeza do rio Almonda, do leito e das margens, apontava-se para o chamado troço urbano para se dizer, em jeito de compensação, “ah, mas na cidade temos um rio limpo que até dá para tomar banho”.
(ler mais...)


António Rodrigues: “A gestão do município não é má, é péssima!” »  2020-07-03 

A pergunta que todos fazem ainda não tem resposta: António Rodrigues, ex-presidente da câmara de Torres Novas durante 20 anos (1993-2013), não confirmou que será candidato às próximas autárquicas, mas essa hipótese não fica excluída.
(ler mais...)


Riachos: obra sem licença avança a todo o vapor »  2020-07-02 

“Chegou ao conhecimento do BE que, na rua de São José, em Riachos, está a decorrer uma obra que aparentemente não tem licença de construção. Desloquei-me ao local e verifiquei que, por um lado, a obra está em adiantado estado de execução e por outro, que o aviso camarário está em estado avançado de degradação, impossibilitando o acesso às informações nele constantes, como se pode comprovar pelas fotografias.
(ler mais...)


Morreu Manuel Piranga Faria, um homem grande »  2020-06-28 

Morreu na madrugada de hoje, domingo, na sua casa de Lapas, Manuel Piranga Faria, uma das personalidades marcantes da comunidade torrejana das últimas décadas.

Nascido em Lapas em 29 de Julho de 1932, desde muito jovem enveredou pela participação cívica, integrando a acção social e cultural católica junto da juventude trabalhadora por via da militância na JOC e na LOC (Liga Operária Católica).
(ler mais...)


Fabrióleo: Tribunal Central Administrativo abre portas ao encerramento da empresa »  2020-06-25 

O Tribunal Central Administrativo do Sul, sediado em Évora, deu provimento, por sentença de 18 de Junho, ao recurso do IAPMEI sobre a providência cautelar apresentada pela Fabrióleo no Tribunal Administrativo de Leiria, o que, na prática, mantém a ordem de encerramento da empresa.
(ler mais...)


Caldeirão: obra está no início mas já tem 45 mil de custos a mais »  2020-06-24 

A denúncia é do vereador João Quaresma, do PSD, e foi feita após a reunião do executivo municipal torrejano de ontem, dia 23. Os factos: a obra de requalificação da antiga central do Caldeirão está praticamente no seu início e já se descobriram 45 mil euros de trabalhos a mais a pagar pelo erário público.
(ler mais...)


Maioria socialista decidiu alterar quadro e criar vários cargos de chefia »  2020-06-23 

“Justifica-se que a acompanhar a proposta, viesse um documentos subscrito pelo presidente da câmara e vereadores com pelouros atribuídos, o que não aconteceu” – disse o vereador do PSD, João Quaresma, na reunião do executivo municipal do passado dia 2 de Junho, perante uma proposta da maioria socialista de alteração do organograma dos serviços municipais e de alteração do quadro do pessoal.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2020-07-02  Riachos: obra sem licença avança a todo o vapor
»  2020-06-23  Assembleia Municipal: Manuel Carvalho "passa-se" com Luís Silva
»  2020-06-28  Morreu Manuel Piranga Faria, um homem grande
»  2020-07-03  António Rodrigues: “A gestão do município não é má, é péssima!”
»  2020-06-25  Fabrióleo: Tribunal Central Administrativo abre portas ao encerramento da empresa