• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Terça, 20 Agosto 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sex.
 37° / 22°
Períodos nublados
Qui.
 38° / 22°
Céu limpo
Qua.
 37° / 18°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  33° / 14°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

O Almonda faz 100 anos sábado

Sociedade  »  2018-11-23 

Durval Baranowske deixa “O Almonda”

O semanário O Almonda, o mais antigo jornal torrejano com publicação contínua, comemora amanhã, sábado, o seu centenário. Fundado em 24 de Novembro de 1918 por um grupo de jovens torrejanos, o semanário passou logo por iniciais dificuldades, tendo interrompido a sua publicação durante sete meses, mas voltaria depois a publicar-se até ao presente.

O seu primeiro director foi António Cunha Ferreira, mas em 1919 a direcção passa para o carismático padre José Maia dos Santos e o jornal alinha-se mais claramente com a hierarquia católica local e regional, com o apoio de figuras como Alberto Dinis da Fonseca e Carlos Azevedo Mendes. Este advogado torrejano, tal como Dinis da Fonseca companheiro de António de Oliveira Salazar e de António Cerejeira dos tempos de Centro Académico da Democracia Cristã de Coimbra, onde frequentou a universidade, acabaria por liderar o jornal durante décadas, de 1925 até 1962, ao mesmo tempo que foi deputado à Assembleia Nacional, provedor da Misericórdia e presidente da câmara, também num longo consulado.

Sempre institucionalmente alinhado com o poder, o jornal ainda pertencente à igreja católica ia contudo dando espaço a figuras locais ligadas à oposição, sobretudo após a morte de Carlos Azevedo Mendes e na entrada da década de 60 do século passado. A seguir ao 25 de Abril teve de ajustar-se e foi permeável, ao nível directivo, a chefias ligadas ao catolicismo progressista, altura em que Eduardo Bento e o padre Amílcar Fialho assumiram a direcção do jornal.

Mais recentemente, O Almonda teve como director Joaquim Rodrigues Bicho (1992-1997), mas a verdade é que a acção deste autor torrejano vai muito mais para além dos cinco anos em que foi director: Joaquim Bicho foi das personalidades que mais duradouramente marcaram a história do jornal nos últimos 50 anos, tendo sido colaborador e redactor durante décadas e praticamente até à sua morte. Por último, passaram pela direcção do jornal Bento Barbosa Leão, a que se seguiram, nos anos mais recentes, directores ligados ao clero católico da diocese de Santarém.

Presentemente, no concelho de Torres Novas publicam-se, além de O Almonda, dois títulos mais antigos, mas que retomaram a publicação décadas depois da sua primeira vida (o Jornal Torrejano, editado entre 1884 e 1915 e recuperado em 1994, e O Riachense, publicado entre 1909/1910 e regressado aos prelos em 1978).

A O Almonda, o Jornal Torrejano envia as felicitações pelos 100 anos de uma caminhada que completa agora um século.

Durval Baranowske deixa “O Almonda”

 Praticamente na semana em que o semanário torrejano assinala o seu centenário, o director, Durval Baranowske abandona o cargo, tendo dito tratar-se de “uma decisão solitária e reflectida”. Nos instantes em que nos encontramos, “a coragem anda por um fio. E é por isso que quero mexer-me. Porque estou cansado de ter medo”, acrescenta o padre católico, cidadão brasileiro, amante do futebol e da música. Vai substituí-lo na direcção do jornal Ricardo Madeira, igualmente padre católico de profissão.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Torres Novas: manuais gratuitos para o 3.º CEB e secundário »  2019-08-15 

O executivo municipal aprovou por unanimidade o alargamento da distribuição gratuita de manuais escolares aos alunos do escalão A e B do 3.º CEB (ciclo do ensino básico) e ensino secundário.

“No âmbito das competências de acção social da câmara, já são comparticipados os cadernos de actividades aos alunos até ao 6.
(ler mais...)


Legislativas: mulheres chegam-se à frente na região mais marialva do antigamente »  2019-08-09 

No Ribatejo, aquele Ribatejo marialva de antigamente, já nada é o que era. Quatro dos cinco partidos com representação parlamentar no distrito, PS, PSD, CDS e Bloco apresentam mulheres como cabeças de lista às legislativas de Outubro.
(ler mais...)


Pias Longas: QUERCUS exige responsabilidades e arrasa autarquias »  2019-07-26 

A QUERCUS acaba de tomar posição sobre os aterros ilegais do aeródromo de Pias Longas e é contundente: faz notar que mesmo após o embargo da Câmara de Ourém, continuaram os aterros, que se traduzem no “grave atentado ambiental”.
(ler mais...)


Pias Longas: aterros já chegam aos caminhos e trilhos utilizados por população e desportistas »  2019-07-22 

 

Os aterros, constituídos por toneladas de pedras e terra, que pretendem alongar a pista do aeródromo de Pias Longas, na fronteira entre os concelho de Ourém e Torres Novas, continuam em marcha, apesar do alegado embargo decretado pela câmara de Ourém e da alegada comunicação da câmara de Torres Novas junto do município vizinho.
(ler mais...)


Olá cidade! »  2019-07-09 

Torres Novas comemorou ontem, dia 8 de Julho, mais um aniversário da elevação a cidade. Dias antes, terá havido em local apropriado mais uma jornada, mais uma, de apresentação de obras digitais. Milhões de flores entre as ruínas, como diz a canção.
(ler mais...)


Legislativas: PSD agastado, PS calado, Bloco rachado, PCP ao lado »  2019-07-06 

As listas dos candidatos às legislativas de Outubro, pelo distrito de Santarém, estão na ordem do dia e mobilizam as máquinas partidárias. São processos em que corre sempre algum sangue, com os contendores a evocarem “a vontade do povo”, “o povo do distrito” e outros argumentos patéticos para justificar intenções, vontade e decisões, quando elas passam e só, pela arregimentação de militantes.
(ler mais...)


Judite Gonçalves, proprietária de loja de ferragens no largo da botica: “Vim para ficar, pelo menos mais trinta anos” »  2019-07-04 

Judite Gonçalves tem 50 anos e é natural de Tomar, embora viva desde sempre no concelho de Torres Novas. Filha de pai outeirense e mãe moreirense, há 30 anos que reside no Outeiro Pequeno. Nunca antes

Um ramo de flores vermelhas no balcão recebe-nos quando entramos e vemos que alguma coisa mudou por ali.
(ler mais...)


Petição pelo fim imediato e definitivo dos aterros no aeródromo de Pias Longas »  2019-06-30 

Corre na net e tem já dezenas de subscritores uma petição pública exigindo o fim imediato e definitivo dos aterros no “aeródromo de Pias Longas”, um projecto implantado na fronteira entre os concelhos de Ourém e Torres Novas, no caso do município torrejano em território da freguesia de Chancelaria, próximo do Senhor da Serra e dos Moinhos da Pena.
(ler mais...)


Catarina Picton Santos: “Manter viva esta escola é uma homenagem à minha mãe” »  2019-06-21 

Esta não é a história de uma mulher num lugar outrora reservado a homens. É muito mais do que isso.
É a história de uma mulher, de um exemplo, de um legado e das mulheres que a sucedem.
(ler mais...)


Aterro do aeródromo continua perante a passividade da maioria socialista »  2019-06-09 

Aquilo que poderá ser um enorme atentado ecológico contra o território do concelho, continua como se nada fosse. Num mês, mais algumas toneladas foram acrescentadas ao aterro do alegado aeródromo de Pias Longas.

O avanço dos aterros, segundo os limites administrativos entre Torres Novas e Ourém, entrou agora muito mais de 200m no concelho de Torres Novas, perfazendo uma área de implantação de mais de 20 000 metros quadrados.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-07-26  Pias Longas: QUERCUS exige responsabilidades e arrasa autarquias
»  2019-07-22  Pias Longas: aterros já chegam aos caminhos e trilhos utilizados por população e desportistas
»  2019-08-09  Legislativas: mulheres chegam-se à frente na região mais marialva do antigamente
»  2019-08-15  Torres Novas: manuais gratuitos para o 3.º CEB e secundário