• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Domingo, 24 Fevereiro 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qua.
 16° / 8°
Céu nublado com chuva fraca
Ter.
 22° / 8°
Períodos nublados
Seg.
 22° / 6°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  22° / 7°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

O Almonda faz 100 anos sábado

Sociedade  »  2018-11-23 

Durval Baranowske deixa “O Almonda”

O semanário O Almonda, o mais antigo jornal torrejano com publicação contínua, comemora amanhã, sábado, o seu centenário. Fundado em 24 de Novembro de 1918 por um grupo de jovens torrejanos, o semanário passou logo por iniciais dificuldades, tendo interrompido a sua publicação durante sete meses, mas voltaria depois a publicar-se até ao presente.

O seu primeiro director foi António Cunha Ferreira, mas em 1919 a direcção passa para o carismático padre José Maia dos Santos e o jornal alinha-se mais claramente com a hierarquia católica local e regional, com o apoio de figuras como Alberto Dinis da Fonseca e Carlos Azevedo Mendes. Este advogado torrejano, tal como Dinis da Fonseca companheiro de António de Oliveira Salazar e de António Cerejeira dos tempos de Centro Académico da Democracia Cristã de Coimbra, onde frequentou a universidade, acabaria por liderar o jornal durante décadas, de 1925 até 1962, ao mesmo tempo que foi deputado à Assembleia Nacional, provedor da Misericórdia e presidente da câmara, também num longo consulado.

Sempre institucionalmente alinhado com o poder, o jornal ainda pertencente à igreja católica ia contudo dando espaço a figuras locais ligadas à oposição, sobretudo após a morte de Carlos Azevedo Mendes e na entrada da década de 60 do século passado. A seguir ao 25 de Abril teve de ajustar-se e foi permeável, ao nível directivo, a chefias ligadas ao catolicismo progressista, altura em que Eduardo Bento e o padre Amílcar Fialho assumiram a direcção do jornal.

Mais recentemente, O Almonda teve como director Joaquim Rodrigues Bicho (1992-1997), mas a verdade é que a acção deste autor torrejano vai muito mais para além dos cinco anos em que foi director: Joaquim Bicho foi das personalidades que mais duradouramente marcaram a história do jornal nos últimos 50 anos, tendo sido colaborador e redactor durante décadas e praticamente até à sua morte. Por último, passaram pela direcção do jornal Bento Barbosa Leão, a que se seguiram, nos anos mais recentes, directores ligados ao clero católico da diocese de Santarém.

Presentemente, no concelho de Torres Novas publicam-se, além de O Almonda, dois títulos mais antigos, mas que retomaram a publicação décadas depois da sua primeira vida (o Jornal Torrejano, editado entre 1884 e 1915 e recuperado em 1994, e O Riachense, publicado entre 1909/1910 e regressado aos prelos em 1978).

A O Almonda, o Jornal Torrejano envia as felicitações pelos 100 anos de uma caminhada que completa agora um século.

Durval Baranowske deixa “O Almonda”

 Praticamente na semana em que o semanário torrejano assinala o seu centenário, o director, Durval Baranowske abandona o cargo, tendo dito tratar-se de “uma decisão solitária e reflectida”. Nos instantes em que nos encontramos, “a coragem anda por um fio. E é por isso que quero mexer-me. Porque estou cansado de ter medo”, acrescenta o padre católico, cidadão brasileiro, amante do futebol e da música. Vai substituí-lo na direcção do jornal Ricardo Madeira, igualmente padre católico de profissão.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


A Tasca: nova vida com Paulo Emílio »  2019-02-21 

Durante uns anos restaurante de referência de Torres Novas em tempo do consulado do fundador, Vítor Alves, A Tasca passou depois por algumas experiências, umas melhores outras nem por isso, pois na realidade nenhuma delas teve a duração que permitisse consolidar uma proposta ou uma ideia para a casa situada na velha Rua da Corrente, bem pertinho da Ponte do Raro.
(ler mais...)


Aeródromo de Pias Longas: aterros invadiram reserva ecológica do concelho »  2019-02-21 

Poderá estar em marcha um enorme atentado ecológico contra o território do concelho e uma acção que põe em causa o Estado de direito. O avanço dos aterros, segundo os limites administrativos entre Torres Novas e Ourém (a autarquia ouriense serve-se, ao que parece, de outra linha divisória) entrou cerca de 200m no concelho de Torres Novas, perfazendo uma área de implantação de cerca de 20 000 metros quadrados.
(ler mais...)


Festival do Cogumelo da Parreira: Chakall, Marco Costa e Rouxinol Faduncho »  2019-02-12 

De 1 a 3 de março, o cogumelo é de novo a estrela à mesa da III edição do Festival do Cogumelo que junta gastronomia, animação musical, bares, artesanato, cozinha ao vivo e, claro, exposição de produtores e agentes económicos do setor,  um evento de dinamização e promoção territorial, organizado em parceria pelo Município da Chamusca e pela União de Freguesias de Parreira e Chouto.
(ler mais...)


João Espanhol: morreu um homem grande, Torres Novas fica mais pobre »  2019-02-09 

Hoje, dia 9 de Fevereiro, sábado, durante a tarde, calou-se a voz de João José Lopes (“João Espanhol”), um torrejano de vulto, cidadão excepcional, militante apaixonado, artista reconhecido no seu tempo, a voz que na década de 50 encantou públicos exigentes e que, por mais quase 50 anos, animou milhares de bailes e festas.
(ler mais...)


Carreiro da Areia: começou o abandono da aldeia, poluição continua como sempre »  2019-02-07 

Um grupo de moradores do Carreiro da Areia esteve presente na reunião camarária de terça-feira, em protesto contra a poluição e os efeitos que se fazem sentir na aldeia. Já há quem tenha abandonado a povoação, mas nem as casas se conseguem vender.
(ler mais...)


Rodoviária em greve »  2019-02-04 

Decorre hoje, dia 4 de Fevereiro, e amanhã, dia 5 de Fevereiro, as greves convocadas pelo STRUP para as Rodoviárias do Tejo, do Lis e Oeste.
“Apesar das mentiras e manobras dissuasoras que as administrações foram divulgando na semana que antecedeu à greve, mais uma vez o balanço da greve é bastante positivo neste primeiro dia de luta, tendo a adesão sido  esmagadora entre os motoristas com vínculos de trabalho não precários, aos quais se juntaram alguns trabalhadores com vínculos precários tradicionalmente usados pelas administrações das empresas para justificar falsos números de adesão à greve”, diz comunicado da estrutura sindical chegado às redacções.
(ler mais...)


Ribatejo foi outra vez fintado »  2019-01-30 

A auto-estrada A13, que visa ligar a Marateca a Coimbra e também unir o Ribatejo pelo seu interior, está há anos parada às portas de Almeirim enquanto não há a nova ponte junto à Chamusca para ligar a via ao nó da Atalaia.
(ler mais...)


Liliana Domingos, presidente do Teatro Meia Via: “Ninguém é feliz se deixar de lado uma coisa de que gosta muito” »  2019-01-28 

 

 Liliana Domingos tem 39 anos, é natural da Meia Via e trabalha há 19 anos como operadora especializada, no “Recheio”. Aos 14, deu os primeiros passos numa das suas muitas paixões, a rádio, e três anos depois pisou um palco pela primeira vez, integrando o elenco de “O Despertar da Primavera”, uma peça de Frank Wedekind levada a cena pelo Teatro Meia Via.
(ler mais...)


Joana Pintassilgo, técnica de informática: “Já não se nota tanto o desconforto dos homens na relação profissional” »  2019-01-21 

 

Joana da Silva Pintassilgo tem 41 anos e é natural de Torres Novas. Formou-se como técnica profissional especializada em tecnologias de informação e comunicação. Isto, há vinte anos, numa altura em que não era usual encontrar muitas mulheres na informática.
(ler mais...)


Torres Novas: regressão demográfica ameaça coesão do concelho como a conhecemos »  2019-01-17 

Até aqui pensava-se que Torres Novas iria resistir à regressão demográfica, já clara há uns anos, de concelhos como Tomar e Abrantes, com grandes zonas “rurais”, para não falar de outros cujo cenário é catastrófico.
(ler mais...)


 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-02-09  João Espanhol: morreu um homem grande, Torres Novas fica mais pobre
»  2019-02-21  A Tasca: nova vida com Paulo Emílio
»  2019-01-28  Liliana Domingos, presidente do Teatro Meia Via: “Ninguém é feliz se deixar de lado uma coisa de que gosta muito”
»  2019-01-30  Ribatejo foi outra vez fintado
»  2019-02-07  Carreiro da Areia: começou o abandono da aldeia, poluição continua como sempre