• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Domingo, 17 de Junho de 2018
Pesquisar...
Qua.
 33° / 18°
Períodos nublados com chuva fraca
Ter.
 34° / 21°
Céu limpo
Seg.
 37° / 19°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  33° / 16°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

“Com ou sem fundos comunitários, existe um conjunto de investimentos inadiáveis no concelho”, Henrique Leal

Sociedade  »  2017-09-26 

Candidato do Bloco de Esquerda à câmara municipal do Entroncamento

Como avalia o exercício do actual presidente neste último mandato (2013-2107)? Aponte alguns aspectos que não tenham corrido bem e como teria agido se fosse presidente da câmara.
O maltusianismo financeiro que levou ao corte cego em despesas essenciais, afetou diretamente os serviços prestados diariamente à população, como a higiene e limpeza das ruas e outros espaços públicos, o tratamento e manutenção de jardins e espaços verdes, as urgências inadiáveis que não foram acudidas pelos piquetes por  não lhes serem pagas horas suplementares.

O bloqueio absurdo a propostas alternativas e a opiniões diversas. O prometido Orçamento Participativo que ficou na gaveta e chegou a ser ilegalmente recusada a inscrição de um ponto na ordem de trabalhos do executivo, porque vinha do Bloco de Esquerda. A par disto, ou por isto mesmo, o relacionamento com os trabalhadores do município crispou-se a níveis nunca atingidos.

Protelamento questionável de decisões inadiáveis como a requalificação do cineteatro S. João ou a revisão do PDM. Obviamente que esta crítica simples e crua permite afirmar, de forma assertiva, o que teríamos feito se o Entroncamento fosse uma autarquia governada por uma equipa do Bloco de Esquerda.

Passado o ciclo das grandes obras e do essencial dos fundos comunitários, que panorama antevê para o seu concelho em termos de apostas de médio prazo? Qual vai ser a sua agenda?
Talvez seja redutor olhar o investimento local como apenas decorrente dos apoios comunitários. Com ou sem fundos comunitários, existe um conjunto de investimentos inadiáveis no concelho do Entroncamento. É inquestionável a necessidade de requalificar o Cineteatro S. João. É urgente avançar com o projeto de uma nova biblioteca.

A circular de viação fluente sobre a linha do leste, a completar a que já existe sobre a linha do norte, é uma obra protelada daqui a pouco há vinte anos. A requalificação de infraestruturas essenciais como o mercado diário e o pavilhão gimnodesportivo, que apresentam evidentes sinais de desgaste e de falta de manutenção, é outro caso de agenda prioritária.

A dotação de condições materiais e de meios humanos que viabilize o desempenho das forças de segurança por forma a assegurar cabalmente as necessidades dos cidadãos e a acabar de vez com o clima de insegurança dos tempos mais recentes passa pela urgência na construção de uma nova esquadra da PSP.

É óbvio que uma boa parte destes investimentos terão de ser agendados em parceria com o governo da república e alguns serão mesmo da sua responsabilidade e da sua esfera de competências. Contudo, sabemos quão grande é, por vezes, a distância entre os gabinetes ministeriais e as necessidades concretas e prementes dos cidadãos.

Por isso, pela proximidade e pelo contato direto com os problemas, as autarquias têm, mesmo naqueles casos, o dever de pressionar o governo central e de criar condições objetivas facilitadoras para tais investimentos. Por outro lado, é evidente a necessidade de uma planificação rigorosa e de conhecimento da legislação e dos programas europeus para poder candidatar o investimento aos fundos comunitários quando haja condições de elegibilidade para isso.

Se for eleito, indique cinco medidas de realização imediata para os primeiros três meses e outras tantas de cariz estruturante ou grandes investimentos de que o concelho necessite.
A denúncia imediata das condições que levaram a Câmara do Entroncamento a aceitar a passagem aérea pedonal na estação do Entroncamento e a exigir junto das empresas ferroviárias a equação de uma solução que garanta a acessibilidade às plataformas dos comboios em condições de maior segurança e conforto.

A reunião com a PSP para fazer o levantamento rigoroso das ocorrências participadas que têm azedado a vida às pessoas e proceder à inventariação das estratégias de intervenção pertinentes e dos meios indispensáveis para as tornar exequíveis.  A assunção do Centro Cultural exclusivamente como espaço de cultura e como infraestrutura de apoio ao associativismo.

A requalificação imediata, viabilizando o projeto já aprovado, do Cineteatro S. João. O levantamento imediato das necessidades em meios materiais e humanos para garantir a higiene e limpeza dos espaços públicos.

A médio e longo prazo, a construção de uma nova biblioteca, a construção de uma circular de viação rápida sobre a linha do leste que permita retirar os fluxos de trânsito do centro da cidade, a negociação com a Invesfer para iniciar o difícil processo de reabilitação do património ferroviário, nomeadamente dos bairros e da Escola Camões, a requalificação da rede águas, do mercado diário e do pavilhão gimnodesportivo e a revisão do Plano Diretor Municipal.

 

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Torres Novas: alunos da Meia Via levaram alegria à ala pediátrica do hospital »  2018-06-12 

Alunos do 3.º ano do ensino básico do centro escolar da Meia Via, do Agrupamento Artur Gonçalves, encheram de alegria a ala pediátrica do hospital de Torres Novas, no passado dia 6 de Junho.
Incumbidos de levarem àquele serviço alegria e boa disposição aos meninos que lá se encontram internados, os "doutores palhaços" da Meia Via cantaram, tocaram flauta, dançaram e ainda distribuíram balões.
(ler mais...)


Montepio de Nossa Senhora da Nazaré renova site na celebração de aniversário »  2018-06-12 

O Montepio de Nossa Senhora da Nazaré de Torres Novas comemorou, no passado dia 30 de Maio, o 156.º aniversário com o lançamento do seu site renovado. Uma plataforma que é considerada “mais um instrumento de aproximação entre o Montepio e os seus associados e clientes “ e que visa o reforço dos seus canais de comunicação.
(ler mais...)


Torres Novas: Cine Clube regressa agenda sessões de cinema ao ar livre »  2018-06-12 

O Cine Clube de Torres Novas promove sessões de cinema ao ar livre durante os meses de Verão. Os filmes serão projectados no jardim das rosas, às 21h30 com entradas grátis. Decorrerão duas sessões em cada mês, entre Junho e Setembro.
(ler mais...)


Escola de Alcanena venceu concurso regional de ideias de negócio »  2018-06-12 

Eucalygrape Leather, a Melhor Ideia Empresarial do Médio Tejo no âmbito do EmpreEscola, foi agora a vencedora no Concurso Regional de Ideias de Negócio nas escolas da região Centro, promovido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC).
(ler mais...)


Luís Vassalo Rosa (1935-2018): morreu um grande urbanista »  2018-06-10 

Ficou conhecido por ter sido um dos arquitectos responsáveis pelo planeamento e gestão urbanística da Parque Expo, empreendimento que visou a recuperação da zona oriental de Lisboa na sequência da Exposição Internacional de 1998 (“EXPO 98”), mas nessa altura já Vassalo Rosa detinha uma longa e mais que reconhecida carreira na arquitectura portuguesa e no urbanismo.
(ler mais...)


Caravana: a festa da música tradicional, sábado no estúdio Alfa »  2018-06-07 

Está aí um raro momento para se ouvir boa música tradicional portuguesa, bem tocada e cantada: os “Caravana” apresentam-se sábado à noite, dia 9, no estúdio Alfa do Hotel dos Cavaleiros, em Torres Novas, para um espectáculo que promete encantar.
(ler mais...)


Barquinha: uma grande festa do teatro e da música nas ruas da vila »  2018-06-06 

“Se entre 9 e 13 de Junho for surpreendido por um personagem, uma mascote ou um veículo excêntrico em plena rua, não estranhe, está em Vila Nova da Barquinha, na Feira do Tejo”, avisa a autarquia barquinhense em nota de imprensa.
(ler mais...)


Casa Espanhol encerrou: o eterno adeus ao comerciante mais antigo de Torres Novas, que o "Canja" continua fino »  2018-05-30 

 

Mais de cem anos depois, se contarmos o tempo em que a loja esteve na cave do velho teatro Virgínia, encerrou as portas a Casa Espanhol, em Torres Novas. Na quarta-feira, dia 30 de Maio de 2018.

Tudo começou numa pequena loja que pouco mais era que um corredor, sob o velho teatro Virgínia, paredes meias com a Praça do Peixe, na rua Nova.
(ler mais...)


Constância: visitas nocturnas comemoram aniversário do borboletário tropical »  2018-05-28 

Um série de visitas nocturnas para ajudar a perceber o que acontece com as borboletas quando cai a noite, vão realizar-se nos dias 1, 2 e 5 de Junho, e visam assinalar o quinto aniversário o borboletário tropical localizado no Parque Ambiental de Santa Margarida, em Constância.
(ler mais...)


Nefrologia: jovens a partir dos 15 anos podem ser consultados no CHMT »  2018-05-28 

O Serviço de Nefrologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) abriu a consulta a jovens com mais de 15 anos, no dia 17 de Maio. Chamam-lhe consulta de Nefrologia de Transição Pediátrica, modalidade permite que os jovens com mais de 15 anos de todo o distrito de Santarém possam ser seguidos no CHMT “e não tenham que se deslocar a outros pontos do país, nomeadamente a Coimbra e Lisboa para onde eram encaminhados”, refere o centro hospitalar em comunicado de imprensa.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-06-10  Luís Vassalo Rosa (1935-2018): morreu um grande urbanista
»  2018-06-12  Escola de Alcanena venceu concurso regional de ideias de negócio
»  2018-06-12  Montepio de Nossa Senhora da Nazaré renova site na celebração de aniversário