• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quinta, 17 Outubro 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Dom.
 19° / 10°
Céu limpo
Sáb.
 20° / 13°
Céu nublado com chuva fraca
Sex.
 23° / 14°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  23° / 16°
Céu nublado com aguaceiros e trovoadas
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Aldeia de Porto de Mós recebe 500 tocadores de concertina

Cultura  »  2019-09-23 

Mais de 500 tocadores de concertina são esperados no dia 28 de Setembro na 18.ª edição do Encontro da Barrenta, uma pequena aldeia situada no coração da Serra de Aire, no concelho de Porto de Mós.

Oriundos de todo o país, mas sobretudo do norte, os tocadores "peregrinam" até esta celebração da cultura tradicional e popular, transformando totalmente a aldeia onde vivem apenas 39 habitantes.

O cartaz de promoção do Encontro de Tocadores da Barrenta assinala que serão 400, reflectindo, por baixo, a expectativa dos organizadores. Muitos mais vão passar pelos dois palcos. "Posso garantir que foram 560 no ano passado. Este ano, abaixo disso não será. Todos os anos tem crescido", conta um dos responsáveis da organização.

Ricardo Pereira lembra-se ainda da primeira edição e do cepticismo com que foi recebido o anúncio de que 40 tocadores iam à Barrenta. "Dizia-se que era impossível, que no país não havia 40 concertinas". Mas, logo nesse ano de estreia, em 2001, a curiosidade levou à aldeia "uma avalanche de gente", que nunca mais parou de crescer.

Este ano são esperados muitos milhares de visitantes e mais de meio milhar de músicos, além dos cantadores ao desafio, que surpreendem nas ruas. Para ajudar, há 100 voluntários mobilizados.

"O encontro surgiu da necessidade de criar algo que desse visibilidade à aldeia", recorda Ricardo Pereira. A aposta foi ganha: por um lado, onde quer que se fale de concertinas, o nome da Barrenta vem à baila. Por outro, milhares de pessoas - "quatro mil, cinco mil" - têm a aldeia como destino uma vez por ano. "As pessoas vêm com gosto à festa", sublinha.

Sem par no país, o Encontro de Tocadores combina música, paisagem e gastronomia. "Não há nenhum igual. Há as romarias do Minho, mas aqui é mesmo e só um encontro de concertinas. Lá não. Não nos queremos por num patamar acima de ninguém, mas é o que é. Não dá para negar".

O sucesso não se restringe à fama e ao dia de festa. Três anos após o lançamento do Encontro de Tocadores da Barrenta, nasceu uma escola. "Fomos evoluindo e depois criámos um grupo que já está a actuar", diz o organizador, que é também professor. No Grupo de Concertinas da Barrenta estão 16 elementos - "dez abaixo dos 35 anos" - e a escola tem 60 inscritos e uma extensão à Gracieira, em Óbidos, onde Ricardo ensina outros 30 alunos.

À conta dos ensaios e das aulas, há um movimento semanal na aldeia que não existia antes. "Temos cerca de 70 pessoas que vêm aqui de vários pontos da região". Como muitas aldeias do país, a Barrenta "estava completamente esquecida". "Com os tocadores, conseguiu ganhar visibilidade e, com a ajuda de instituições, como a junta e a câmara, há condições para que quem venha de fora se fixe".

Ricardo Pereira lamenta as restrições do Plano Director Municipal, que "impedem a construção e a fixação de famílias", mas lembra que, mesmo assim, duas já se mudaram para lá, "à procura da tranquilidade e de qualidade de vida".
Hoje, a aldeia tem seis crianças com menos de dez anos, o que não acontecia há muito. "É uma aldeia pequena, mas tem condições e está próxima de tudo". E uma vez por ano ganha uma vida especial. Em 2019 é dia 28 de setembro.

 

 

 Outras notícias - Cultura


José Cid evocado em Ulme »  2019-09-24 

A Junta de Freguesia de Ulme (Chamusca), no decorrer do evento "Já te dou o Arroz", e inserido no projecto Pin`Arte, prestou homenagem ao artista natural do concelho da Chamusca José Cid, recentemente premiado com Grammy Latino de Excelência Musical, com uma pintura mural ao vivo executada inspirado no LP "10.
(ler mais...)


Manel Cruz em Minde, sábado »  2019-09-24 

O BONS SONS é mais uma vez responsável pela programação musical do Festival Materiais Diversos, que este ano também comemora as 10 edições e acontece de 27 de Setembro a 5 de Outubro, em Minde, Cartaxo e Alcanena.
(ler mais...)


“Opiário”, de GOMES PEREIRA, sábado na Casa do Povo de Riachos »  2019-09-24 

Sábado, dia 28 de Setembro, a Casa do Povo de Riachos acolhe uma exposição singular em vários sentidos: um artista, uma obra, um dia. Baseado em “Opiário”, obra literária de Álvaro de Campos, vai estar perante uma pintura de 1,20m por 90 centímetros, cuja técnica de concepção aplicada foi `nanquim`* sobre a tela, e envernizado após.
(ler mais...)


Mazgani traz o álbum “The Poet’s Death” ao Teatro Virgínia no sábado »  2019-09-16 

The Poet’s Death é o último álbum de originais de Mazgani, editado a 29 de Setembro de 2017 e com entrada directa para o 13º lugar no TOP de vendas nacional. A tour que o apresenta tem esgotado salas por todo o país.
(ler mais...)


Museu Carlos Reis, Torres Novas: Setembro com concertos, conferências, programa educativo e visitas grátis »  2019-09-05 

A rentrée do Museu Municipal Carlos Reis, em Torres Novas, não podia ser melhor: Kumpania Algazarra no pátio, no dia 21 de Setembro, concerto integrado no festival Brass it, com entrada livre, e um programa especial nas Jornadas Europeias do Património-JEP 2019 que decorrem no fim de semana de 27, 28 e 29 de Setembro, com oficinas educativas na sexta à tarde e no sábado de manhã e visitas guiadas no domingo de manhã.
(ler mais...)


Pedro Barroso assinala 50 anos de carreira no Teatro Virgínia »  2019-09-05 

O concerto comemorativo dos 50 anos de carreira do músico Pedro Barroso, a 21 de Dezembro, fecha a programação deste ano do Teatro Virgínia, em Torres Novas, com Cuca Roseta e comédia de improviso também em cartaz.
(ler mais...)


Célia Barroca: nova versão de Lágrima Tola disponível na Internet »  2019-09-05 

Originalmente lançada em 2003 para o álbum homónimo “Lágrima Tola”, esta canção, com o mesmo nome, foi agora apresentada ao público na Internet com uma nova roupagem, na sequência do projecto “Célia Barroca & O Indifado”.
(ler mais...)


Bons Sons: uma aldeia que é um festival! »  2019-08-25 

Há um passo gigante que separa uma ideia da sua concretização. Sonhar é fácil e move o mundo, mas daí à sua colocação em prática vai um passo importante: o acreditar. Para que a ideia que um grupo de jovens de Cem Soldos teve há 13 anos - uma ideia à partida impossível de concretizar – vingasse, foi preciso que houvesse confiança e auto-estima suficientes para acreditar nela.
(ler mais...)


Convento de Cristo: visitas gratuitas aos domingos até às 14 horas »  2019-08-25 

Já conhece o Convento de Cristo? Tem aqui uma boa oportunidade: todos os domingos (dia de entrada livre no monumento até às 14H00, para residentes em Portugal) realiza-se uma visita guiada a começar às 11H00, com ponto de encontro na Cafetaria do Castelo.
(ler mais...)

 Mais lidas - Cultura (últimos 30 dias)
»  2019-09-24  José Cid evocado em Ulme
»  2019-09-24  Manel Cruz em Minde, sábado
»  2019-09-24  “Opiário”, de GOMES PEREIRA, sábado na Casa do Povo de Riachos