• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sexta, 15 Novembro 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Seg.
 15° / 5°
Períodos nublados
Dom.
 16° / 8°
Céu nublado com chuva fraca
Sáb.
 14° / 5°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  13° / 7°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Município paga 100 mil por imóveis para o Museu Agrícola de Riachos

Cultura  »  2019-08-13 

Duas das fracções têm inquilinos

 

O Município de Torres Novas vai adquirir fracções urbanas junto ao antigo lagar, na Rua do Sargaço e Rua Dr. José Marques, em Riachos, onde estão a funcionar diversos departamentos do NAR - Núcleo de Artes Riachense e do Museu Agrícola de Riachos. O valor da aquisição será de 102 mil euros. Bloco de Esquerda votou contra.

“A compra afigura-se determinante para o crescimento e requalificação da componente expositiva e das reservas e espaços de trabalho do Museu Agrícola de Riachos. Permitirá também que o NAR, que desenvolve a grande maioria das suas actividades nas instalações contíguas ao museu, continue o seu trabalho de promoção, preservação e salvaguarda do património”, diz a maioria socialista em nota de imprensa.

Há cerca de 20 anos a câmara tinha já comprado à família do dr. José Marques o edifício agrícola onde funciona o museu, o antigo lagar, quintal e dependências anexas. Agora, por mais 100 mil euros, adquire outras instalações contíguas aos herdeiros de Carlos Trincão Marques, uma decisão que mereceu a desconfiança do presidente da Junta de Riachos. José Júlio acha mais prioritário o projecto de recuperação da Casa do Povo para auditório, temendo que o gasto destes 100 mil euros venha a ser usado como desculpa pelos socialistas para o adiamento de outras aquisições que estão há anos na calha, e de mais baixo custo, como por exemplo o edifício do mercado.

Na sua declaração de voto, Pedro Ferreira admite e reconhece as reticências da Junta de Freguesia de Riachos: “Auscultada que foi a Junta de Freguesia sobre esta possível aquisição por parte do município, a mesma, não descurando o interesse e importância para Riachos desta aquisição, sublinhou a importância de outros imóveis que considerou importantes para Riachos, como o edifício da ex-sede da SOPOVO e o espaço do velho Mercado”, escreveu o presidente.

Já o Bloco de Esquerda foi mais directo ao assunto, referindo que as instalações ao serviço do Museu e do NAR estão as ser utilizadas há muito tempo, em regime de comodato, enquanto as outras duas que vão no pacote, uma casa de habitação e uma oficina, têm inquilinos e portanto assim vão ficar: “O BE não concorda que esta aquisição tenha prioridade sobre todas as outras hipóteses de aquisição de imóveis para futuros equipamentos públicos na Freguesia de Riachos. Não se entende o porquê da pressa em concretizar esta aquisição. Não está em causa o normal funcionamento do Museu e de todas as suas actividades, pois existe um contrato de comodato em vigor e passível de ser renovado”, dizem os bloquistas.

O BE recorda que a Câmara Municipal decidiu em reunião de 12 de Setembro de 2014 mandatar o presidente para realizar as negociações para a aquisição do mercado e do Cinema Olímpia, em Riachos. “Já é conhecida a proposta para a aquisição do mercado (60 mil euros). O argumento do presidente, de que é necessário um projecto para o mercado de Riachos, não tem cabimento, pois a Câmara ao votar a aquisição do espaço, votou também a implementação de um projecto em concreto”. Pergunta finalmente o Bloco: “Porque é que a Câmara compra as fracções que correspondem a uma casa de habitação e a uma oficina? Porquê? Nada têm a ver com o museu. Qual o interesse público nesta aquisição?”

Apesar da polémica, a aquisição dos imóveis foi aprovada por maioria (PS e PSD) pelo executivo municipal na reunião de câmara de 23 de Julho, com voto contra do Bloco de Esquerda.

 

 

 Outras notícias - Cultura


Santarém: temporada do Círculo Cultural com programa diversificado »  2019-11-05 

Com um programa diversificado, prossegue a Temporada de Outono, organizada pelo Círculo Cultural Scalabitano. Será um domingo, dia 10 de Novembro pleno de oportunidades para públicos distintos.

Assim, para os amantes das caminhadas, logo pelas 9H00 da manhã, tem inicio a segunda caminhada de outono, com partida da Avenida Bernardo Santareno, junto à Pastelaria Delícia, de onde se seguirá em carros próprios, para Marianos – Almeirim.
(ler mais...)


ORQUESTRA TÍPICA SCALABITANA APRESENTA-SE NO TEATRO TABORDA »  2019-10-30 

A Orquestra Típica Scalabitana volta a apresentar-se no seu espaço, o renovado Teatro Taborda, Círculo Cultural Scalabitano, num concerto único, no próximo dia 7 de Novembro, às 22H00, retomando assim um habito antigo, interrompido nos últimos anos.
(ler mais...)


José Cid evocado em Ulme »  2019-09-24 

A Junta de Freguesia de Ulme (Chamusca), no decorrer do evento "Já te dou o Arroz", e inserido no projecto Pin`Arte, prestou homenagem ao artista natural do concelho da Chamusca José Cid, recentemente premiado com Grammy Latino de Excelência Musical, com uma pintura mural ao vivo executada inspirado no LP "10.
(ler mais...)


Manel Cruz em Minde, sábado »  2019-09-24 

O BONS SONS é mais uma vez responsável pela programação musical do Festival Materiais Diversos, que este ano também comemora as 10 edições e acontece de 27 de Setembro a 5 de Outubro, em Minde, Cartaxo e Alcanena.
(ler mais...)


“Opiário”, de GOMES PEREIRA, sábado na Casa do Povo de Riachos »  2019-09-24 

Sábado, dia 28 de Setembro, a Casa do Povo de Riachos acolhe uma exposição singular em vários sentidos: um artista, uma obra, um dia. Baseado em “Opiário”, obra literária de Álvaro de Campos, vai estar perante uma pintura de 1,20m por 90 centímetros, cuja técnica de concepção aplicada foi `nanquim`* sobre a tela, e envernizado após.
(ler mais...)


Aldeia de Porto de Mós recebe 500 tocadores de concertina »  2019-09-23 

Mais de 500 tocadores de concertina são esperados no dia 28 de Setembro na 18.ª edição do Encontro da Barrenta, uma pequena aldeia situada no coração da Serra de Aire, no concelho de Porto de Mós.

Oriundos de todo o país, mas sobretudo do norte, os tocadores "peregrinam" até esta celebração da cultura tradicional e popular, transformando totalmente a aldeia onde vivem apenas 39 habitantes.
(ler mais...)


Mazgani traz o álbum “The Poet’s Death” ao Teatro Virgínia no sábado »  2019-09-16 

The Poet’s Death é o último álbum de originais de Mazgani, editado a 29 de Setembro de 2017 e com entrada directa para o 13º lugar no TOP de vendas nacional. A tour que o apresenta tem esgotado salas por todo o país.
(ler mais...)


Museu Carlos Reis, Torres Novas: Setembro com concertos, conferências, programa educativo e visitas grátis »  2019-09-05 

A rentrée do Museu Municipal Carlos Reis, em Torres Novas, não podia ser melhor: Kumpania Algazarra no pátio, no dia 21 de Setembro, concerto integrado no festival Brass it, com entrada livre, e um programa especial nas Jornadas Europeias do Património-JEP 2019 que decorrem no fim de semana de 27, 28 e 29 de Setembro, com oficinas educativas na sexta à tarde e no sábado de manhã e visitas guiadas no domingo de manhã.
(ler mais...)


Pedro Barroso assinala 50 anos de carreira no Teatro Virgínia »  2019-09-05 

O concerto comemorativo dos 50 anos de carreira do músico Pedro Barroso, a 21 de Dezembro, fecha a programação deste ano do Teatro Virgínia, em Torres Novas, com Cuca Roseta e comédia de improviso também em cartaz.
(ler mais...)


Célia Barroca: nova versão de Lágrima Tola disponível na Internet »  2019-09-05 

Originalmente lançada em 2003 para o álbum homónimo “Lágrima Tola”, esta canção, com o mesmo nome, foi agora apresentada ao público na Internet com uma nova roupagem, na sequência do projecto “Célia Barroca & O Indifado”.
(ler mais...)

 Mais lidas - Cultura (últimos 30 dias)
»  2019-11-05  Santarém: temporada do Círculo Cultural com programa diversificado
»  2019-10-30  ORQUESTRA TÍPICA SCALABITANA APRESENTA-SE NO TEATRO TABORDA