• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sexta, 27 Novembro 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Seg.
 18° / 9°
Períodos nublados
Dom.
 16° / 7°
Períodos nublados com chuva fraca
Sáb.
 16° / 7°
Céu nublado com chuva moderada
Torres Novas
Hoje  17° / 8°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

SMUT de Lapas: fez 100 anos a mais jovem filarmónica do concelho

Cultura  »  2020-10-22 

Fundada em 18 de Outubro de 1920, rezam os anais por Joaquim Silva Nuno, Joaquim Vieira Borga Sobrinho, António Sousa Martins, Olímpio Vieira Borga, Augusto César Lince, Joaquim Ferreira Agulha, Joaquim Santos Emílio, José Martins e António Faria Laureano, e nessa altura a designação oficial indicava que se fundara a Banda Recreativa de Lapas.

O mote para a sua fundação terá sido dado pela presença, em Lapas, da banda de Ourém, regida pelo “mestre Branco”, a quem se atribui um papel de impulsionador no seu nascimento, segundo testemunhos que chegaram até nós.

A filarmónica lapense chegou a designar-se também Academia Musical União e Trabalho, assumindo o seu nome actual, Sociedade Musical União e Trabalho, depois de 1930. Nos primeiros anos manteve um grupo de teatro e um rancho folclórico, de resto como aconteceu na generalidade das filarmónicas do concelho: a filarmónica das aldeias era uma espécie de centro cultural, à sombra da qual se realizavam inúmeras actividades recreativas, culturais e até desportivas

Em meados dos anos 50, surgiu no seio da filarmónica lapense o conjunto “Flor do Almonda”, agrupamento de música ligeira destinado a abrilhantar bailes e outras festas, numa altura em que, no concelho, havia apenas um outro conjunto, esse com outros recursos, o conjunto Niger.

Serviram a banda filarmónica de Lapas maestros como Francisco Baía, Manuel Carriche (que escrevia originais para a banda), Domingos Gomes, Carlos Faria, Mário Moura, Sérgio Rocha ou Ivo Santos, entre outros.

Em 2013 foi formada a banda juvenil da SMUT e, em 2014, a filarmónica inaugurou uma nova sala de ensaio no seu edifício sede, a “Casa da Cultura Luís António Trincão”, doada por Jacinta Trincão em homenagem ao seu falecido marido, antigo dirigente e grande apaixonado pela banda filarmónica. É neste espaço que a colectividade tem realizado muitas das suas actividades e pretende fazer dele um equipamento cultural multifuncional.

Em 100 anos, a filarmónica realizou centenas de actuações e concertos, tendo passado por certames como a Feira Nacional da Agricultura ou o Festival do Inatel, mas tem estado presente, sobretudo, nos principais actos cívicos, populares e religiosos da freguesia de Lapas. Em 2008, a Câmara Municipal de Torres Novas à Sociedade Musical e Trabalho a Medalha de Mérito da Cultura.
Tendo como dirigente máximo João Borga Fernandes, a SMUT foi a última filarmónica do concelho a ser fundada, de certo modo em virtude da grande proximidade da aldeia de Lapas à vila, onde já existia a Banda Operária Torrejana, que tinha como grande campo de recrutamento a Fábrica de Fiação e Tecidos, onde havia também muitos operários de Lapas.

Depois da Banda Operária Torrejana, a mais antiga do concelho em actividade (iniciou-se nos anos 50 do século XIX, embora tenha oficialmente publicado os estatutos duas décadas depois), surgiram a filarmónica de Outeiro Grande, a da Mata, a de Carrascos (Vila do Paço, extinta), a de Pedrógão, a “velha” Riachense, a Lealdade União Ribeirense, a de Árgea (com actividade suspensa), a Euterpe Meiaviense e, finalmente, já no século XX, a Sociedade Musical União e Trabalho de Lapas.

 

 

 

 

 

 Outras notícias - Cultura


Liteiros: “Os Ceifeiros” festejam 32.º aniversário »  2020-11-21 

“Apesar dos constrangimentos que estamos a atravessar devido ao complexo contexto desencadeado pela actual pandemia e das saudades de estarmos em palco e próximos das pessoas e amigos, não poderíamos deixar passar em claro o aniversário dos “Ceifeiros” e da sua escolinha de folclore”, começa por realçar a colectividade em comunicado de imprensa.
(ler mais...)


Alice Vieira condecorada pelo Presidente da República »  2020-11-17 

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou hoje, terça-feira a escritora Alice Vieira e também e os músicos Jorge Palma e António Variações, este a título póstumo.
(ler mais...)


Virgínia: homenagem a Pedro Barroso com concerto dia 28 »  2020-11-09 

Torres Novas é uma das cidades onde se vai homenagear Pedro Barroso no dia em que o cantautor completaria 70 anos. “Viva quem canta!”, título de uma das mais conhecidas cantigas do músico de origens riachenses, é o mote do espectáculo que terá lugar no teatro Virgínia, no próximo dia 28 de Novembro.
(ler mais...)


Virgínia: Teatro Maior de Idade estreia “A Cantora Careca” »  2020-11-06 

O Teatro Maior de Idade, do projecto “Teatro em Formação” do Teatro Virgínia, estreia sábado, dia 7 de Novembro, às 21h30 o seu mais recente espectáculo, fruto do trabalho desenvolvido ao longo do último ano de ensaios.
(ler mais...)


Tiago Bettencourt no Virgínia, em concerto com lotação “muito limitada” »  2020-10-15 

Tiago Bettencourt apresenta-se ao público no Teatro Virgínia, a 27 de Outubro, no âmbito do 15.º aniversário daquela sala de espectáculos (após obras de renovação). O músico, ex-Toranja, dará um concerto com uma lotação muito limitada e sem venda de bilhetes, às 21h30.
(ler mais...)


Sábado, no Teatro Taborda: "Obrigado Bernardo, Santarém de Portugal" »  2020-10-05 

Depois de ter estreado em Almeirim, “Obrigado Bernardo Santarém de Portugal”  terá apresentação ao público escalabitano numa sessão única, no Teatro Taborda, do Círculo Cultural Scalabitano, amanhã, dia 10 de Outubro, pelas 21H30.
(ler mais...)


Teatro Virgínia: reabertura promete Clã, Rodrigo Leão e Calcanhotto »  2020-09-28 

O Teatro Virgínia reabre após o anterior confinamento provocado pela Covid-19, reagendando espectáculos anteriormente previstos e que tiveram de ser cancelados e com muitas outras novidades, seguindo todas as recomendações da Direção Geral de Saúde.
(ler mais...)


Joana Santos estreia-se no romance »  2020-09-28 

Está prestes a sair do prelo “Prazeres”, um novo livro de Joana Santos. No prazo de um ano, a autora de “Onde está a Camarila” passa da crónica para o romance, género em que se estreia. O prefácio do livro é assinado por Maria do Céu Roldão, conhecido e prestigiado nome na área das ciências da educação.
(ler mais...)


Torres Novas: Tapadas nos 35 anos de cidade, hoje, no castelo »  2020-07-08 

Um concerto da fadista Teresa Tapadas assinala, hoje, a efeméride da elevação de Torres Novas a cidade, com o espectáculo aprazado para as 21h30, no recinto exterior do castelo de Torres Novas. Os espectáculos de música, como este, têm lotação limitada a 80 pessoas, com entrada livre mediante levantamento de bilhete no dia do espectáculo a partir das 19 horas junto à estatua D.
(ler mais...)

 Mais lidas - Cultura (últimos 30 dias)
»  2020-11-09  Virgínia: homenagem a Pedro Barroso com concerto dia 28
»  2020-11-17  Alice Vieira condecorada pelo Presidente da República
»  2020-11-21  Liteiros: “Os Ceifeiros” festejam 32.º aniversário
»  2020-11-06  Virgínia: Teatro Maior de Idade estreia “A Cantora Careca”