• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quarta, 12 Agosto 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sáb.
 27° / 16°
Períodos nublados
Sex.
 28° / 15°
Períodos nublados
Qui.
 30° / 15°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  31° / 17°
Períodos nublados com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Bis do jovem Bruno Cruz garantiu um ponto ao Alcanenense

Desporto  »  2014-09-05 

AC ALCANENENSE, 2 - CALDAS SC, 2

AC ALCANENENSE: Wilson, Marco Grilo, Elton, Paz Miguel, Peu, Filipe Faia, Cláudio ( 69’ Bruno Braz), Kelvin, Alfredo (39’ Dhiego), Turé, Wemerson (69’ Jamerson). Golos: Bruno Braz (70’,74’). Amarelos: Turé (8’), Jamerson (82’). Vermelh Elton (34’). Treinador: José Torcato

CALDAS SC: Luís Paulo, Ronny, Rui Almeida, Militão, Diogo Clemente (62’ Simões), Sabino, Paulo Inácio, Danny Rafael, João Rodrigues (86’ Ricardo), André Santos (81’ Farinha), Telmo. Golos: Sabino (43’,62’). Amarelos: Telmo (72’), Ricardo (91’). Treinador: Luís Brás.

2.ª Jornada. Estádio Municipal Joaquim Maria Baptista, em Alcanena (31/8). Arbitragem: José Pedro Laranjeira (Coimbra), auxiliado por Duarte Santos e Pedro Santos.

 

O Alcanenense não evitou um empate a duas bolas na recepção à valiosa equipa das Caldas da Rainha, um resultado que no fim de contas acabou por ser um mal menor tendo em conta que o Atlético jogou em inferioridade numérica durante mais de 60 minutos. E, mesmo nessas condições, teve ainda a capacidade para empatar o jogo. A principal figura da equipa da casa foi o jovem Bruno Cruz, ainda júnior, que apontou os dois golos que valeram um ponto às cores do Atlético.

A pressão alta exercida sobre os homens mais adiantados do Caldas, durante a fase inicial do jogo, levou a que os defesas do Alcanenense tivessem algumas dificuldades em circular a bola, cometendo alguns erros, nomeadamente passes falhados, de que resultaram alguns lances de muito perigo. Um aconteceu por volta dos 20 minutos, quando Faia endereçou mal a bola a um colega ainda no meio campo defensivo. Daqui resultou um rápido contra-ataque em que um dos avançados do Caldas se isolou, acabando por cair na área e o lance perdeu-se. O banco de suplentes do Caldas parecia que tinha molas: todos se levantaram a reclamar grande penalidade, ficando, de facto, algumas dúvidas sobre se teria ou não havido motivo para castigo máximo.

Pouco depois, foi Paz Miguel que entregou mal a bola, criando mais uma situação de embaraço na sua defensiva. Fábio Sabino já ia a toda a velocidade para a baliza quando foi travado por Elton, que viu o cartão vermelho directo. Uma decisão exagerada do árbitro, já que o avançado do Caldas não estava enquadrado com a baliza, nem sequer tinha a bola controlada. Após esta expulsão, Faia recuou para central e entrou para o meio campo Dhiego, ainda júnior, saindo Alfredo, avançado. A sua expressão não escondeu o desalento por ter sido preterido quando ainda estavam apenas decorridos 25 minutos de jogo.

O jovem Dhiego, dono de uma maturidade pouco comum para a sua idade, acabaria por fazer um jogo muito bem conseguido, mas foi um passe errado seu que esteve na origem do primeiro golo do Caldas. Novamente um passe falhado em zona proibida e o adversário aproveitou. Sabino, bem isolado, desfez o nulo.

Veio a segunda parte e sentia-se que as dificuldades do Alcanenense para inverter o resultado eram grandes. Para complicar ainda mais a já difícil tarefa o Caldas fez o 0-2, num lance de ataque pelo lado direito. A bola foi cruzada para o primeiro poste onde estava Sabino, que fez um golo fácil, o segundo da sua conta pessoal.

A perder por 0-2, a equipa técnica, liderada por Torcato, tomou uma opção que se viria a revelar acertada. Entraram em campo Jamerson e mais um júnior, Bruno Cruz, e o jogo mudou. Antes do 1-2, o perigo instalou-se novamente na baliza da casa, com o suspeito do costume, que teve uma excelente oportunidade para fazer o 0-3. Sabino, bem enquadrado e sem oposição, quis rematar para fora do alcance do guardião alcanenense, mas desviou tanto o tiro que a bola acabou por sair ao lado.

Na resposta o ACA fez o 1-2, por B. Cruz, numa jogada em que interveio ainda Jamerson. Não passaram muitos minutos e Cruz bisou, após uma bola colocada nas costas da defesa do Caldas. O avançado leu bem o lance e apareceu na cara do guarda-redes: primeiro teve a frieza para o tirar do caminho e, já com a baliza deserta, rematou rasteiro para o fundo das redes. O empate é um resultado que se aceita perfeitamente.

Pelas circunstâncias do jogo, acabou por ter sabor mais amargo para os homens do Oeste, que estiveram a vencer por 0-2 e com mais uma unidade em campo.

 

 

 Outras notícias - Desporto


Sobre a geografia da extinção do futebol português, por João Carlos Lopes »  2020-05-08 

Portugal tem um PIB inferior ao da Catalunha, 212 mil M de euros para 228 mil M de euros. A Catalunha tem normalmente dois clubes na primeira liga espanhola de futebol.

Decorre que Portugal, com um quinto da população de Espanha, um sexto da de Itália e França, um oitavo da alemã e uma economia que acentua ainda mais a distância demográfica, não pode querer ter uma liga de futebol à dimensão, mesmo quantitativa, das desses países.
(ler mais...)


UDR Zona Alta: 41 anos e um horizonte cheio de futuro »  2020-03-07 

A União Desportiva e Recreativa da Zona Alta assinalou 41 anos como associação que tem por objectivo levar o desporto a todos, nas mais diversas modalidades.

Para assinalar a data, teve lugar na Praça do Peixe, no dia 29 de Fevereiro, um jantar que reuniu sócios, atletas, entidades e amigos, num encontro onde reinou a boa disposição e o convívio entre quase 150 pessoas.
(ler mais...)


Basquetebol feminino: final-four da Taça de Portugal, em Torres Novas, este fim de semana »  2020-03-05 

A Taça de Portugal de basquetebol feminino terá a sua final four desta época em Torres Novas, este fim de semana (7 e 8 de Março), no Palácio dos Desportos. O sorteio ditou as partidas das meias-finais entre a União Sportiva e a Ovarense e Olivais Coimbra contra a Quinta dos Lombos.
(ler mais...)


Ana Guita (CLAC) sagra-se campeã nacional de Inverno em desporto adaptado »  2020-01-21 

Ana Guita, jovem atleta do CLAC (Clube de Lazer, Aventura e Competição, do Entroncamento), mais uma vez mostrou do que é capaz de fazer, subindo ao lugar mais alto do pódio para receber medalha de campeã nacional no salto em comprimento, com um excelente recorde pessoal de 2,41 metros, para sua grande satisfação, assim como da sua treinadora Ana Abegão.
(ler mais...)


Futebol feminino: Centro de Treinos abriu na Chamusca »  2019-12-18 

A bandeira da UEFA, hasteada desde ontem, dia 17, no estádio municipal da Chamusca, assinala a abertura do Centro de Treinos de Futebol feminino, numa parceria que envolve o clube local, a UD da Chamusca, a Associação de Futebol de Santarém e a autarquia da “vila Branca”

Mónica Jorge, representante da Federação Portuguesa de Futebol, esteve presente na assinatura do protocolo, firmado por Francisco Jerónimo, presidente da Associação de Futebol de Santarém, Fernando Santos, presidente da União Desportiva da Chamusca e Paulo Queimado, autarca da Chamusca.
(ler mais...)


Mérito McDonald’s: entregues os prémios de “melhor aluno/atleta” de 2019 »  2019-12-18 

Num ambiente repleto de boa disposição, foram entregues ontem, terça-feira, os prémios de mérito “Melhor aluno/atleta de 2019”, na presença de Maria Emília Santos, proprietária do restaurante McDonald’s de Santarém, Francisco Jerónimo, presidente da Associação de Futebol de Santarém, João Teixeira Leite, presidente do conselho de administração da empresa municipal “Viver Santarém”, Hugo Santarém, vereador da Câmara Municipal de Alcanena, representantes dos clubes, os três atletas premiados e respectivas famílias.
(ler mais...)


DOSSIER - 50 anos do estádio municipal: as histórias de uma obra que marcou o século XX »  2019-12-18 

 Quando, a meio da década de 60, ganhou forma a possibilidade da construção de um estádio municipal, um sonho que durava há mais de trinta anos, os protagonistas estavam longe de pensar que esse mesmo estádio seria, na década de 90, aquilo que mais longe e com mais intensidade colocaria Torres Novas no “mapa mediático”.
(ler mais...)


CDTN: castigos continuam, jogo de Almeirim fica em 3-0 e multa de 250 euros »  2019-12-14 

A somar às punições e castigos já aqui noticiados, o Clube Desportivo de Torres Novas foi mais uma vez alvo da mão disciplinar da AFS, desta vez em relação a um inquérito disciplinar ainda pendente e referente ao jogo como União de Almeirim, disputado a 13 de Outubro, e a que já tínhamos feito referência há dias.
(ler mais...)


Afonso Alves: suspensão agravada em sete meses, passa a nove »  2019-12-09 

A situação disciplinar do treinador do CDTN, Afonso Alves, agravou-se de sobremaneira depois da notícia que aqui demos, em devido tempo, da pena de suspensão que lhe fora aplicada, de dois meses e ainda multa de 200 euros, na sequências de alegadas ofensas verbais ao árbitro, na partida que opôs os “amarelos” ao Sport Lisboa e Cartaxo (9 de Novembro) e na qual o seu filho e atleta, Iuri Alves, também foi castigado, no caso com 4 jogos de suspensão.
(ler mais...)


Futebol: CD Torres Novas 2, Atlético Riachense, 1 »  2019-12-01 

Campeonato Distrital da 1.ª Divisão da AFS

Estádio Dr. António Alves Vieira, 1 de Dezembro de 2019

 CD Torres Novas, 2 Clube Atlético Riachense, 1

 CDTN: Nabais: Cerqueira, Gomes, Dias, João Alves, Luís Leal, Cláudio Major, Ivan, Miguel Miguel, Lista, João António; jogaram ainda João Magalhães, Ricardo Major, André Pedro e Dani.
(ler mais...)

 Mais lidas - Desporto (últimos 30 dias)