• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Quinta, 22 de Fevereiro de 2018
Pesquisar...
Dom.
 18° / 3°
Períodos nublados
Sáb.
 16° / 2°
Céu limpo
Sex.
 16° / 3°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  16° / 3°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Basquetebol feminino: CDTN termina projecto e atletas migram para Zona Alta

Desporto  »  2017-08-02 

O fim da secção de basquetebol feminino do Clube Desportivo de Torres Novas vai fazer com que apenas um clube na cidade, a UDR Zona Alta, volte a deter o monopólio desta modalidade, no género feminino. Dirigentes dos dois clubes e pais de atletas entenderam-se, as atletas do CDTN vão passar a defender as cores da UDRZA e todos acreditam que estão reunidas as condições para que a modalidade cresça em quantidade e qualidade.

Terminou a existência, em Torres Novas, de dois clubes que concorriam entre si no basquetebol feminino e o próximo mês de Setembro marcará o início de um novo projecto de basquetebol feminino que tem na formação a sua génese.

Com o fim do basquetebol feminino do CDTN, as atletas serão integradas na UDRZA “o que vai contribuir para uma maior concentração de esforços” defendem os dirigentes que acreditam na expansão da modalidade bem como na criação de condições para a emergência de atletas. Objectivos que, a acontecerem, permitirão um aumento da visibilidade da modalidade no concelho.

Recentemente, cerca de 40 pais de atletas da União Desportiva e Recreativa da Zona Alta e do Clube Desportivo de Torres Novas participaram numa reunião a quem lhes foi apresentado o novo projecto de basquetebol feminino de Torres Novas, que terá como coordenador técnico Gonçalo André, uma pessoa ligada ao basquetebol há mais de 30 anos.

O próprio terá admitido nessa reunião que sempre lhe fizera confusão a existência de dois clubes de basquetebol feminino em Torres Novas. Na sua opinião a comunhão entre dois clubes com os mesmos escalões etários e a disputar as mesmas competições eram factor de divisão da cidade e fazia com que amigas e colegas da escola fossem adversárias aos fins-de-semana.

“Ninguém ganha com estas divisões. Perdemos todos. Torres Novas tem um enorme potencial desportivo e se juntarmos forças, todos juntos, seremos mais fortes. Queremos que mais jovens pratiquem basquetebol, com mais qualidade e que as equipas sejam mais competitivas”, disse aos pais e atletas presentes.

Os objectivos do novo projecto de basquetebol feminino para os próximos quatro anos passam pelo aumento do número de praticantes em 50 por cento, reduzir a taxa de abandono, ter campeãs distritais em todos os escalões, estar presente nas segundas fases dos campeonatos nacionais e ter atletas dos escalões sub- 14 e sub-16 nas seleções distritais.

“Depois destes quatros anos haverá uma grande base. Queremos acima de tudo formar pessoas e que todos se envolvam. Acreditamos que podemos fazer a diferença na vida dos vossos filhos”, adiantou Gonçalo André.

Marco Cardoso será o seccionista deste grande projecto, estando incumbido de operacionalizar as questões logísticas e representar os pais. De referir que cada equipa de cada escalão terá dois seccionistas, um da UDRZA e outro do ex-CDTN, para que a integração e colaboração seja o melhor possível.

“O basquetebol feminino em Torres Novas será assim um projecto aliciante, mais competitivo desde os treinos até aos jogos, com os torrejanos unidos e não separados”.

Entretanto, os interessados em integrar o basquetebol feminino de Torres Novas, na próxima época poderão fazer a inscrição no formulário on-line disponibilizado na página de facebook da União Desportiva e Recreativa da Zona Alta ou na página de facebook da Zona Alta Basquetebol.

Entretanto realizou-se na passada segunda-feira (31 de Julho) o sorteio do calendário da Liga Feminina 2017/18. A não inscrição do CD Torres Novas fez com que o Académico FC ocupasse a vaga em aberto. Depois de vários anos consecutivos, o CDTN deixa de ter representação no principal campeonato de basquetebol feminino.

UDRZA faz balanço positivo da época
Desportivamente a temporada 2016/17 não foi muito produtiva em termos de troféus para o basquetebol da UDRZA mas houve estabilidade no corpo técnico, houve capacidade para competir nos distritais desde as sub-12 às sub-19 e registaram-se várias participações em concentrações de mini-basquetebol.

“O basquetebol feminino da UDRZA, ao longo dos anos, tem tido momentos altos, mas recentemente abanou um pouco por falta de captação de novos atletas. Em Setembro de 2016 iniciou-se a época com 37 atletas, poucas para as diversas competições distritais, mas conseguiu-se participar em todas”, refere João António, dirigente do clube.

O responsável admitiu que nas competições promovidas pela Associação de Basquetebol de Santarém os resultados “foram medianos”, lembrando que apenas se conseguiu que a equipa sub-16 participasse na fase nacional consequente às provas distritais. “As restantes equipas mantiveram-se em provas regionais de menor valia competitiva”.

“O maior desafio da época foi participar em todo o calendário competitivo”, sublinha, referindo ainda que a temporada, ainda assim, terminou com 50 atletas inscritas e mais 4 praticantes sub-8 não inscritas. Ou seja, com mais atletas do que quando começou a época.

“O basquetebol da Zona Alta orgulha-se de ter realizado uma época estável com os seus técnicos, que se mantiveram desde o primeiro momento. E por inúmeras vezes  desdobraram-se para cumprir todos os compromissos competitivos. Três treinadores para cinco faixas etárias competitivas foi um desafio”.

Foto: facebook UDR Zona Alta

 

 

 Outras notícias - Desporto


Basquetebol: mais de 80 jovens atletas na concentração de minis »  2018-02-21 

As basquetebolistas mais novas da União Desportiva e Recreativa da Zona Alta participaram no 7.º convívio “Sábado há Minis”, que decorreu no dia 17 no palácio dos desportos que contou com a presença de 82 atletas com idades entre os 6 e os 10 anos.
(ler mais...)


Duatlo: escola de triatlo de Torres Novas em 3.º lugar, em Fátima »  2018-02-21 

A escola de triatlo do Clube de Natação de Torres Novas classificou-se no terceiro lugar por equipas no Duatlo Jovem de Fátima, que decorreu no dia 17 de Fevereiro. Na formação torrejana, com 32 atletas, destacaram-se Francisca Leirião, que venceu em benjamins e Duarte Santos, que foi 3.
(ler mais...)


CDTN: atletas prestaram provas em Ourém »  2018-02-21 

Diversas atletas da patinagem artística do Clube Desportivo de Torres Novas realizaram no passado fim-de-semana, 17 e 18 de Fevereiro, testes de progressão de nível, em Ourém e quase todas conseguiram os seus objectivos.
(ler mais...)


Lamarosa: passeio de Jipes é no domingo »  2018-02-21 

O já habitual passeio de jipes organizado pela Casa do Povo de Olaia/Lamarosa, concelho de Torres Novas, realiza-se no próximo domingo, dia 25 de Fevereiro. A iniciativa, que conta também com a organização do grupo TT " Bichos do Mato Lamarosa - Torres Novas", realiza-se pelo quinto ano consecutivo.
(ler mais...)


Futebol: vitória incontestável do Torres Novas »  2018-02-18 

O CD Torres Novas venceu esta tarde a UD Abrantina por 2-0, uma vitória que não sofre qualquer contestação e que pode, apenas, pecar por escassa. Na primeira parte do jogo, a contar para a 17.ª jornada do campeonto distrital da 1.
(ler mais...)


Torres Novas: Rosa Mota esteve na Gala do Desporto »  2018-02-10 

A segunda edição da Gala do Desporto, promovida pelo município de Torres Novas no passado dia 9 de Fevereiro, no Teatro Virgínia, foi abrilhantada pela presença de Rosa Mota, antiga campeã olímpica e mundial da maratona.
(ler mais...)


Futebol: sorteio das meias-finais da Taça do Ribatejo já é conhecido »  2018-02-08 

Se houver alguma lógica no futebol, a final da Taça do Ribatejo, que se disputará no Campo do Bonito, no Entroncamento, irá colocar frente a frente o Mação e U. Tomar. Isto se a lógica falar mais alto.
(ler mais...)


Tiro Com Arco: equipa da Mata na liderança do campeonato »  2018-02-05 

Na terceira prova de Tiro com Arco a contar para o Campeonato da FABP, que decorreu nas Caldas da Rainha, a equipa da Mata (Torres Novas) entrou forte, com 14 arqueiros nas diversas categorias, com o objectivo de assumir, isoladamente, a liderança do campeonato nacional.
(ler mais...)


UDR Zona Alta tem nova modalidade: Airsoft »  2018-02-05 

A União Desportiva e Recreativa da Zona Alta tem uma nova modalidade, Airsoft, um desporto de ação que simula situações de combate e operações militares, em que se procura o realismo, com réplicas de armas e equipamentos muito parecidos com os reais.
(ler mais...)


Ginástica Artística: UDRZA tem seis novos campeões distritais »  2018-02-05 

O pavilhão gimnodesportivo de Torres Novas acolheu no passado fim-de-semana, 3 e 4 de Fevereiro, o Campeonato Distrital de Ginástica Artística Feminina e Masculina, prova que contou com cerca de 300 ginastas do distrito de Santarém.
(ler mais...)


 Mais lidas - Desporto (últimos 10 dias)
»  2018-02-18  Futebol: vitória incontestável do Torres Novas
»  2018-02-21  Lamarosa: passeio de Jipes é no domingo
»  2018-02-21  CDTN: atletas prestaram provas em Ourém