• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quarta, 27 Outubro 2021    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sáb.
 22° / 17°
Céu muito nublado com chuva moderada
Sex.
 19° / 16°
Céu muito nublado com chuva moderada
Qui.
 24° / 10°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  26° / 12°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Torres Novas: PS mantém maioria absoluta na Câmara

Sociedade  »  2021-09-26 

O eleitorado socialista não se partiu como seria de esperar, com a brecha aberta pelo Movimento Pela Nossa Terra, liderado pelo ex-presidente da Câmara, António Rodrigues, e deu a maioria absoluta ao PS, que elege pela terceira vez Pedro Ferreira como presidente da autarquia torrejana, mesmo perdendo cerca de 1 000 votos face a 2017.

O grande derrotado desta eleição foi precisamente António Rodrigues, que ficou atrás do “Afirmar Torres Novas” (PSD/CDS), cuja lista era liderada por Tiago Ferreira, mas as derrotas eleitorais estendem-se também mais à esquerda, com significativas perdas de votos do Bloco e da CDU. A CDU não consegue o objectivo de regressar ao executivo municipal, o BE viu-se despojado da vereadora que mantinha há 8 anos, o que se traduz numa enorme decepção para os bloquistas.

Os partidos estreantes, Iniciativa Liberal e Chega, obtiveram respectivamente 221 e 541 votos, longe de qualquer veleidade no que toca à eleição de mandatos camarários.

O grande objectivo de todas as forças políticas da oposição, da direita à esquerda, tirar a maioria absoluta ao PS, saiu gorado, com os socialistas a elegerem cinco vereadores, contra um do PSD/CDS e um do movimento Pela Nossa Terra.

Nas freguesias, o panorama foi idêntico ao de há quatro anos, com vitórias socialistas em oito das dez freguesias, ficando de fora mais uma vez Assentis, onde o GIFA ganhou à vontade mas sem lista do PS e do PNT como concorrentes, e Olaia/Paço, coma vitória do PSD/CDS. A maior vitória nas freguesias, e de resto a maior vitória em termos absolutos nos órgãos autárquicos torrejanos, coube outra vez a Alfredo Antunes, na Chancelaria, que se mantém como o autarca mais popular do concelho.

Na assembleia municipal, os partidos da oposição obtiveram resultados um pouco acima das suas votações para a Câmara, mas o PS venceu com grande folga. Deverá ter eleito 11 ou 12 vogais em 21 no total, a que se juntam os 10 autarcas das juntas, por inerência.

Em números, e comparativamente ao que se passou em 2017, o PS teve menos 1000 votos do que há 4 anos, a coligação PSD/CDS ficou aquém da votação somada do PSD e do CDS (2937 contra 3280), o Bloco perdeu mais de 1000 votos (1195 contra 2498), a CDU também perdeu bastantes votos (1048 contra 1606). Este ano votaram 17 375 eleitores, em 2017 foram 17 268.

Às onze e meia de noite ouviu-se uma sessão de foguetes na cidade de Torres Novas, assinalando a vitória socialista.

Nos concelhos vizinhos, as surpresas vão para Alcanena, onde Rui Anastácio (PSD/CDS) tirou a Câmara ao PS depois de um longo reinado socialista, e para a Golegã, onde o independente António Camilo derrotou o “dinossauro” Veiga Maltez (desta vez pelo PS). No Entroncamento Jorge Faria foi reeleito, tal como Fernando Freire na Barquinha. Em Ourém, o presidente reeleito pelo PSD alcançou uma percentagem à antiga, a rondar os 60% dos votos. Na Chamusca Paulo Queimado foi reeleito sem grande dificuldade, enquanto em Alpiarça o PS roubou a Câmara ao PCP.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


O poder do povo - anabela santos »  2021-10-17 

Dia 26 de Setembro, dia de Eleições Autárquicas e o povo, exercendo um direito e a cidadania, sai à rua dirigindo-se às urnas para depositar, de acordo com a sua consciência, o voto nos candidatos que considera que melhor responderão às necessidades da sua freguesia e concelho.
(ler mais...)


Voto inútil - mariana varela »  2021-10-17 

Os resultados das eleições do passado dia 26 de Setembro, às quais se candidataram uma quantidade considerável de forças políticas, revelam que a maioria dos torrejanos escolheu, mais uma vez, ser representada pelo Partido Socialista (PS) nos órgãos autárquicos.
(ler mais...)


Deus santo misericordioso: faltava esta! »  2021-10-14 

Não, hoje não há palhaços. Tenham paciência. Todos os que enviam mails indignados a perguntar “se não denunciam isto”, “uma vergonha”, todos os que mandam mensagens, “é um escândalo”, todos os que dizem por trás e calam-se, “que isto é o fim”, "porque não fizeram o mesmo que na casa reconstruída ao pé da Câmara, esta palhaçada medonha dentro de uma sala para o efeito e não em cima do telhado", a todos esses ofendidos, indignados e humilhados, pessoas e instituições do ramo, a toda essa gente capaz de rasgar as vestes desde que ninguém veja, fica dito: não, hoje não há palhaços.
(ler mais...)


Torres Novas/Autárquicas: freguesias, PSD/CDS em segundo (correcção) »  2021-10-07 

Uma distração motivada pelo facto de, no portal do eleitor, os resultados globais do concelho para as assembleias de freguesia ter sido apresentado globalmente, colocando no mesmo saco “Grupos de Cidadãos” (GIFA, MPNT, etc) levou-nos ao erro: o movimento Pela Nossa Terra não teve mais votos que o PSD/CDS para as assembleias de freguesia, averbando 2555 votos contra os 3464 dos social-democratas e centristas.
(ler mais...)


Alcorochel: população na fila para o médico às 3 da manhã, médica atende sentada no passeio »  2021-10-06 

Após a aposentação, em Fevereiro, do médico que servia a população de Alcorochel e Parceiros da Igreja, a administração da saúde tem feito deslocar temporariamente uma médica, normalmente a Dr.
(ler mais...)


Torres Novas/Autárquicas: PS perde quase mil votos mas mantém maioria na Câmara – a análise e os resultados »  2021-10-03 

Eram 30 795 eleitores, só 17 375 foram às urnas. Votaram pelo PS 7 865 eleitores, votaram contra o PS 8 822 eleitores. Mas os 45% de votos nos socialistas deram-lhe 71% de lugares no executivo, regras do senhor Hondt. Na Assembleia Municipal, a oposição está em maioria, 11 contra 10 vogais do PS.
(ler mais...)


Estrada do Doural: alcatrão já dá canas »  2021-09-21 

A polémica estrada rural do Doural, entre a Ribeira Ruiva e Lapas, que foi passada a alcatrão pelo presidente da Junta de São Pedro, Lapas e Ribeira contra todos os argumentos da oposição e apesar de se situar em zonas de REN e RAN, o que implicava autorização para a obra, continua a dar que falar, mas agora pelas melhores razões.
(ler mais...)


Cabeço do Soudo: “arraial sobre rodas” dia 18 »  2021-09-12 

 É já sábado que a povoação de Cabeço do Soudo realiza uma iniciativa peculiar: na impossibilidade prática de se fazer a festa como nos tempos de antes da pandemia, a opção terá a forma de uma arruada, a partir das 16 horas de sábado, com um veículo que iniciará uma viagem que percorrerá as aldeias de Rexaldia, Pena e Casal da Pena e terminará, exactamente, no Cabeço do Soudo.
(ler mais...)


Bateu no fundo: vereador do urbanismo promove empreendimento imobiliário »  2021-09-03 

Quando se pensava que já nada mais era possível, que a loucura política tinha ultrapassado todos os limites, a maioria socialista afunda-se na credibilidade e na idoneidade políticas em mais um escândalo de envergonhar qualquer plateia.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2021-10-06  Alcorochel: população na fila para o médico às 3 da manhã, médica atende sentada no passeio
»  2021-10-14  Deus santo misericordioso: faltava esta!
»  2021-10-03  Torres Novas/Autárquicas: PS perde quase mil votos mas mantém maioria na Câmara – a análise e os resultados
»  2021-10-07  Torres Novas/Autárquicas: freguesias, PSD/CDS em segundo (correcção)
»  2021-10-17  Voto inútil - mariana varela