• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Domingo, 19 Janeiro 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qua.
 13° / 6°
Céu nublado
Ter.
 14° / 4°
Períodos nublados
Seg.
 11° / 5°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  16° / 6°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

O triunfo dos porcos: só câmara pode impedir mega-suinicultura

Sociedade  »  2019-03-04 

Depois de amanhã, o executivo municipal vai ser chamado a deliberar sobre um assunto de enorme importância ambiental para o concelho: a instalação de uma suinicultura na Quinta de Caniços, freguesia de Brogueira, a dois passos da Reserva do Paul e perto de povoações. O promotor pretende produzir 25 mil “unidades” por ano.

O processo já tem um largo e sinuoso caminho, com atitudes equívocas, aqui e ali, da maioria socialista e da gestão concreta do departamento de urbanismo. Em traços largos, uma empresa pretende instalar em terrenos próximos da quinta de Caniços, Brogueira, uma instalação pecuária de grande dimensões, com o objectivo de produzir 25 mil porcos por ano, estando por isso em permanência entre 8 mil e 10 mil animais na suinicultura. Do próprio projecto dos promotores, fica a saber-se que a unidade, apesar destas dimensões, supõe a criação de cinco (5) postos de trabalho.

Acontece que a implantação prevista fica pertíssimo da Reserva Natural do Paul do Boquilobo (reserva da Biosfera e área integrada na Rede Natura nacional) e também de algumas povoações, e que o uso do solo teria de ser alterado, passando de florestal para outro regime onde se inclua uma exploração pecuária e, para isso, implica a alteração do regime dos terrenos e da sua classificação actual nos planos de ordenamento do território (PDM e outros), o que só acontecerá com uma deliberação autárquica em conformidade.

É neste sentido que, após múltiplos contactos e conversações com o responsável do urbanismo, vem agora a empresa apresentar um PIER (plano de intervenção em espaço rural), uma espécie de plano de pormenor para a zona, que visa exactamente alterar a natureza e o regime dos solos e permitir a implantação de actividades industriais, neste momento vedadas pelos instrumentos de planeamento em vigor.

A empresa conta com um parecer favorável, mas condicionado, da CDCR e de um parecer desfavorável da Reserva Natural do Paul do Boquilobo, cabendo agora à autarquia a decisão soberana: aprovar ou não o plano (PIER) proposto pela empresa, ou considerar que esta actividade económica, neste local, não tem interesse para a estratégia de desenvolviento que tem para o município, recusando pura e simplesmente o PIER e a instalação de uma mega-suinicultura perto de uma das poucas áreas ambientalmente ricas, caso do Paul do Boquilobo.

Acresecnte-se que o assunto está longe de fazer consenso na maioria socialista e que a oposição está contra este projecto. A própria população, quando o assunto foi revelado, movimentou-se através da recolha de assinaturas, acção que agora foi retomada logo que se ouviu falar de novo no tema.

Suiniculturas e desenvolvimento económico
Têm sido várias as autarquias que, nos últimos anos, têm recusado categoricamente a instalação de suiniculturas nos seus territórios, dado que este tipo de instalações tem um unorme impacto ambiental sobre a vida de populações próximas e do próprio território. As grandes lutas e protestos ambientais das populações, um pouco por todo o país, tem acontecido justamente quando estão em causa suiniculturas.

Mas algumas autarquias recusam o aumento desta actividade económica (para além das que já existem e existem sempre) nos seus territórios por ser uma actividade que vai, sem qualquer dúvida, em contra-ciclo de um cenário futuro onde a produção de carne tem de ser reduzida drasticamente sob pena de se rebentar ambientalmente com o planeta. No mês de Outubro, foi publicado um importante estudo na revista científica “Nature”, que defende a necessidade imperiosa de se diminuir em 75% o consumo humano de carne animal, cuja produção (sobretudo em gastos de água) é devastadora.

A própria ONU também já se debruçou sobre o assunto e sensibiliza a comunidade internacional para este problema. As tendências alimentares da novas gerações também vão arrepio das práticas de consumo intenso de carne animal, o que deveria os governos nacionais e locais a, pelo menos, não permitir a ampliação da capacidade produtiva agro-pecuária para além da já instalada, e a incentivar a produção de alimentos proteicos de substituição, mais de acordo com uma civilização que, a médio prazo, vai mesmo reduzir drasticamente o consumo de carne.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Ginásio de Riachos: 20 anos depois, já há ante-projecto »  2020-01-16 

Pendurado há 20 anos, aquando da construção do pavilhão gimnodesportivo de Riachos, o ginásio anexo parece estar agora um pouco mais perto de se tornar realidade. Na reunião de ontem do executivo municipal, foi aprovado por unanimidade “o ante-projecto de arquitectura e especialidades relativos à 2.
(ler mais...)


Torres Novas na devolução do IVA: ANMP assinala disparidades no parecer sobre o orçamento de Estado »  2020-01-15 

No seu parecer habitual à proposta de lei do orçamento de Estado, a Associação Nacional de Municípios Portugueses questiona o Governo sobre os montantes da devolução de parte do IVA cobrado nos municípios e assinala, directamente, o caso de Torres Novas.
(ler mais...)


PS quer derreter 700 mil em 160 metros de rua »  2020-01-13 

A pretexto de implantar um troço de ciclovia, a maioria socialista quer destruir completamente o arranjo da rua 25 de Abril e enterrar mais de 700 mil euros em 160 metros de via. O resto do concelho assiste.

A ideia de uma ciclovia para Torres Novas vinha de vez em quando à cabeça de alguns, apesar de a cidade não ter tradições alguma no uso da bicicleta (raramente se vê uma) e de a sua topografia não aconselhar tal tipo de recurso.
(ler mais...)


Vale da Serra: moradores preocupados com funcionamento da ETAR »  2020-01-09 

Os moradores de Vale da Serra, Pedrógão, estão preocupados com as águas que estão a ser bombeadas da ETAR para terrenos públicos e privados confinantes com a estação de tratamento de águas residuais.
(ler mais...)


Bombeiros: dificuldades na adesão ao voluntariado, problemas no socorro »  2020-01-09 

A primeira conclusão que se retira da assembleia geral da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos, realizada mesmo a fechar o ano, é que os torrejanos em geral e os associados da própria agremiação estão completamente alheados do seu presente e sobretudo do seu futuro: num universo de muitas centenas de sócios activos, não se compreende que numa reunião magna de prestação de contas não estejam presentes, ao menos, uma dúzia de associados que não sejam os membros dos corpos sociais, alguns elementos do comando ou bombeiros e um ou dois sócios de fora deste contexto.
(ler mais...)


Torres Novas: centro de saúde abrangido pelo plano de contingência »  2020-01-07 

O centro de saúde de Torres Novas está abrangido pelo Plano de Contingência Inverno, estando aquela unidade de saúde aberta até às 22 horas, apenas nos dias úteis, informa o Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo.
(ler mais...)


(ACTUALIZADA) - Orçamento de Estado: só Santarém, Abrantes e Ourém recebem mais que Torres Novas »  2020-01-06 

Sobre o caso da devolução da percentagem do IVA cobrado, a que abaixo se faz referência, o  JT tentou esclarecer a questão junto da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), que disse não ter acesso aos dados da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) que demonstrem e justifiquem, não somente o cálculo do valor global em causa, mas também a própria distribuição por Município.
(ler mais...)


CHMT: dezenas de novos médicos iniciaram funções no dia 3 »  2020-01-05 

“Estou grata porque tenho trabalhado com equipas que me ajudam a crescer. Espero que sejam muito felizes aqui”. Esta afirmação é de Ana Rita Sanches, médica especialista em Medicina Interna, que terminou a sua formação no CHMT e que deu o seu testemunho na sessão de boas-vindas aos novos internos que iniciaram esta semana o percurso neste Centro Hospitalar.
(ler mais...)


Directora do JT, amanhã na RTP1 »  2020-01-02 

Amanhã, sexta, por volta das 17h30, a directora do JT, Inês Vidal, vai estar em directo na RTP1, no programa "Portugal em Directo". Como já é habitual, Inês Vidal comentará alguns assuntos que fazem a actualidade local e regional.
(ler mais...)


Socialistas reafirmam extinção de farmácia em Alcorochel »  2019-12-24 

O assunto da deslocalização da farmácia de Alcorochel para o edifício Beira-Rio, em Torres Novas, voltou à reunião da Câmara, já que o INFARMED não ficou satisfeito com a justificação da maioria socialista ao seu parecer favorável, aprovado com os votos contra da oposição no passado mês de Outubro.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-12-20  Rio Almonda: cheia muito aquém do nível de 1989
»  2019-12-23  Montepio tem novos órgãos sociais: Luís Martins lidera administração
»  2020-01-06  (ACTUALIZADA) - Orçamento de Estado: só Santarém, Abrantes e Ourém recebem mais que Torres Novas
»  2020-01-02  Directora do JT, amanhã na RTP1
»  2020-01-13  PS quer derreter 700 mil em 160 metros de rua