• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Domingo, 20 Setembro 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qua.
 24° / 18°
Céu nublado com chuva moderada
Ter.
 25° / 15°
Céu nublado com chuva fraca
Seg.
 25° / 15°
Céu nublado
Torres Novas
Hoje  28° / 17°
Períodos nublados com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

20 ANOS JT: as entrevistas

Sociedade  »  2014-09-25 

As grandes entrevistas foram uma das principais apostas editoriais do JORNAL TORREJANO. A ideia era recensear e recolher depoimentos e histórias de vida de personalidades marcantes da vida torrejana nas áreas da política e da cultura, da economia, do desporto e da sociedade. Género jornalístico há muito esquecido pela imprensa local, ou episodicamente relembrado a respeito de alguma efeméride, a grande entrevista como prática editorial sistemática foi um caminho novo trilhado pelo JT a nível local e mesmo regional. Edição a edição, o JORNAL TORREJANO publicava uma grande entrevista, o que obrigava a um grande esforço de planeamento e realização.

Joaquim da Silva Lopes, o director, tinha a seu cargo, para além de outras funções, a realização das grandes entrevistas, e foi ele que concretizou praticamente todos esses grandes trabalhos nos primeiros anos de existência do jornal. Num tempo, registe-se, ainda sem computadores e outras inovações tecnológicas: os depoimentos eram transcritos para uma versão manuscrita, ou directamente dactilografados, para depois o texto ser editado definitivamente e, vinda a primeira prova, ser revisto.

Nesse último trimestre de 1994, Joaquim da Silva Lopes entrevistou um assinalável conjunto de personalidades da vida torrejana: Manuela Tolda, a cumprir o segundo mandato como vereadora, era a primeira mulher no executivo municipal torrejano, 13 anos depois das primeiras e de sucessivas eleições autárquicas democráticas; António José Cardoso, cineasta amador, histórico dirigente cineclubista e programador do Cine-teatro Virgínia; Manuel Conde Marques, empresário de artes gráficas, grande apoiante das colectividades torrejanas, sobretudo dos Bombeiros Voluntários, do CRIT e do Clube Desportivo de Torres Novas; Ilse Saramago, professora; Amílcar Fialho, padre, professor, dirigente associativo, radialista, animador cultural, comandante dos Bombeiros; Mário Azevedo (Alturas), comerciante, continuador da antiga Taberna Alturas, fundada por seu pai no início do século XX.

No ano de 1995, Joaquim Lopes trazia às páginas do JT mais um notável painel de entrevistados: Mário Rafael da Silva (”Mário da Viela”), proprietário do antigo Café ”A Viela”, João José Lopes (”João Espanhol”), comerciante, militante comunista, conhecido vocalista e símbolo do conjunto Níger; Carlos Pais Cabral, funcionário municipal das piscinas, histórico dirigente do CDTN; Jorge Marques fazenda, animador cultural e associativo em Alcorochel, viria a ser presidente da Junta de Freguesia; Saraswati, maestrina e animadora cultural; Joaquim Matias Pedro, comerciante, autarca, histórico dirigente e presidente do Clube Desportivo de Torres Novas; Adrião Monteiro, advogado e figura de referência da boémia e das tertúlias torrejanas; José-Alberto Marques, professor e poeta, agitador cultural nos anos 60 em Torres Novas, Carlos Nuno, médico, pintor e cronista; Alfredo Tolentino, enfermeiro; Domingos Tarouco, empresário, antigo dirigente do Clube Desportivo de Torres Novas; Fernando Antunes, antigo comerciante da vila, com loja ao Açude Real.

E continuava-se no ano seguinte com José Barrela Luís, empresário; Carlos Tavares, industrial; José Duque Simões, animador cultural, desenhador e autor; Arnaldo Santos, ex-presidente da câmara, e em 1997 com António da Luz, empresário de Riachos; Joaquim Godinho, comerciante, dirigente associativo, autarca; Maria da Conceição Horta, a ”santa da Meia Via”; Teresa Ruivo, então a primeira mulher eleita como presidente de uma junta de freguesia do concelho; Francisco Canais Rocha, militante anti-fascista, historiador, dirigente associativo; José Luís Borga, padre, cantautor; Joaquim Rodrigues Bicho, escritor torrejano, militante católico, director da Fábrica de Fiação e Tecidos, director de O Almonda; D. Manuel Pelino Domingues, então novo bispo de Santarém; José Carlos Gonçalves, animador cultural torrejano nos anos 60, poeta, galerista; Pedro Natal da Luz, professor, primeiro presidente da câmara de Torres Novas eleito democraticamente; Fernando Martins da Cunha, antigo presidente da câmara, empreendedor de obras como o estádio municipal e as piscinas; no ano seguinte, António Antunes Canais, militante anti-fascista e antigo preso político; Dr. José Moreira, o médico de Riachos; Pedro Ferreira, como fundador e presidente do CRIT; José Felizardo Vital, proprietário da farmácia Higiene; António Rocha, carismático padre natural do concelho; Joaquim Venâncio, professor e autarca; Manuel Luís da Silva, o último sapateiro de Valverde, bairro de históricas tradições desta indústria artesanal; Eduardo O.P. Brito, o inventor dos ”fenómenos do Entroncamento”, e outros ainda pelos anos seguintes, como José Ribeiro Sineiro, militante anti-fascista, dirigente associativo, fundador da Associação do Património de Torres Novas, Francisco Simões da Clara, carpinteiro, carismático músico da filarmónica riachense.

Para além das entrevistas de fundo, que a certa altura passaram a ser também realizadas por Margarida Trincão, publicavam-se igualmente, em grande cadência, pequenas entrevistas no contexto dos temas da actualidade corrente ou de acontecimentos de carácter político ou desportiv dezenas de autarcas, atletas, empresários e activistas culturais e sociais de Torres Novas e região deram voz às suas acções nas páginas deste jornal.

Com a passagem do jornal a semanário, em 1998, não era possível, obviamente, manter a cadência de publicação de grandes entrevistas. Mas, é preciso dizer-se também, durante estes anos o JT havia entrevistado a grande parte das personalidades de referência da vida local, havia dado voz às pessoas que pela sua acção tinham deixado alguma marca no passado recente e no presente que estava a desenrolar-se nesses agitados anos do final do século XX.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Nova farmácia: vereador alvo de queixa-crime por alegado favorecimento e abuso de poder »  2020-09-12 

O vice-presidente da Câmara de Torres Novas é o alvo de uma queixa crime apresentada pelos patronos de uma farmácia de Torres Novas, que se considera vítima de favorecimento em favor de uma concorrente, no âmbito do processo de licenciamento de mais uma farmácia na cidade, onde já existem 7 farmácias.
(ler mais...)


José Ribeiro: a paixão dos presépios em tempo de clausura forçada »  2020-09-12 

Cadeia do forte de Peniche: era o ano de 1963 e os “presos comuns” andavam a levantar um muro do recreio da prisão para que os presos políticos não pudessem ter notícias do mundo que não as filtradas pelos métodos habituais.
(ler mais...)


Iniciativa Liberal: gestão socialista em Torres Novas é um fracasso no ambiente »  2020-09-12 

O partido Iniciativa Liberal (IL) foi rápido a marcar posição sobre a informação prestada pela Câmara Municipal de Torres Novas, que aprovou em reunião de executivo uma proposta para aceitação das competências respeitantes às áreas protegidas, previstas no Decreto-Lei n.
(ler mais...)


Obra despachada num só dia derrapa prazos da segunda fase »  2020-09-03 

Helena Pinto, vereadora do Bloco de Esquerda, perguntou na última reunião camarária pela conclusão do edifício para habitação que deveria ter sido construído depois da licença, em 2015, para a instalação bancária sediada na avenida 8 de Julho, junto ao mercado, um empreendimento da firma Alfredo Galinha Lda.
(ler mais...)


João Farinha Cordeiro: “Já fiz a minha parte, mas vou continuar por aqui” »  2020-08-25 

Depois de oitenta anos na posse da família, a firma João Farinha Cordeiro vai conhecer novos donos. A “marca”, uma das mais conhecidas e antigas de Torres Novas, continuará na estrada do Vale. João Farinha Cordeiro não fará despedidas porque vai continuar por aqui, junto dos amigos de sempre.
(ler mais...)


Um médico torrejano no olho do furacão do covid na Catalunha »  2020-08-19 

 

Luís Fagulha tem 38 anos, é natural de Torres Novas, médico na Catalunha e testou positivo à Covid-19 em Março de 2020. Ele e muitos dos seus colegas, que não tinham equipamentos de protecção individual capazes.
(ler mais...)


Aberto concurso para a empreitada da Loja do Cidadão »  2020-07-27 

Foi aprovada na reunião camarária de 22 de Julho a abertura de concurso público para as obras de instalação da Loja do Cidadão, na Avenida Dr. João Martins de Azevedo, em Torres Novas", com um orçamento que totaliza 907.
(ler mais...)


Reabilitação energética dos fogos de habitação social das ruas Vicente Sousa Vinagre e José Schiappa Faro e Silva »  2020-07-27 

Foi aprovada, na reunião de câmara de 21 de Julho, a proposta de adjudicação e minuta de contrato referente à reabilitação dos fogos de habitação social da Rua Dr. Vicente Sousa Vinagre e Rua José Shiappa Faro e Silva - Medidas de Eficiência Energética» à empresa Real Estado ERG UNI, Lda, pelo valor de 249.
(ler mais...)


Alcorochel: estrada da Charneca já foi adjudicada »  2020-07-27 

Acabou por não demorar muito tempo entre o concurso e a adjudicação da obra: a obra de beneficiação da estrada municipal  1176, que liga Alcorochel à Charneca, acabad de ser adjudicada, informa nota de imprensa da câmara.
(ler mais...)


Morreu António Freire, antigo autarca do PSD »  2020-07-15 

Morreu ontem, dia 14, em Torres Novas, António Freire, antigo autarca do PSD, que contava 84 anos de idade. Chegou a Torres Novas ainda jovem e começou a dedicar-se ao negócio da construção civil, que o ocupou durante algumas décadas.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2020-09-12  Nova farmácia: vereador alvo de queixa-crime por alegado favorecimento e abuso de poder
»  2020-08-25  João Farinha Cordeiro: “Já fiz a minha parte, mas vou continuar por aqui”
»  2020-09-03  Obra despachada num só dia derrapa prazos da segunda fase
»  2020-09-12  Iniciativa Liberal: gestão socialista em Torres Novas é um fracasso no ambiente
»  2020-09-12  José Ribeiro: a paixão dos presépios em tempo de clausura forçada