• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quinta, 05 Agosto 2021    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Dom.
 27° / 14°
Céu limpo
Sáb.
 27° / 17°
Céu nublado
Sex.
 27° / 15°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  30° / 15°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Orçamento de Estado e IVA dos Municípios: Torres Novas no seu lugar, atrás de 84 concelhos

Sociedade  »  2020-10-13 

Há um ano por esta altura, um erro nos quadros da devolução de parte do IVA cobrado nos municípios, na documentação do Orçamento de Estado para 2020, atirava para Torres Novas uma incrível verba de 1,5 milhões de euros a receber, à frente de todos os concelhos do país à excepção de Lisboa, Porto, Oeiras e Albufeira.

De imediato, a gestão socialista liderada por Pedro Ferreira encenou uma manobra de propaganda em torno de tal “feito”, colocando os méritos da sua governação na origem deste alegado resultado que tinha contornos de milagre.

O mais confrangedor, triste e patético da história é que os dirigentes autárquicos socialistas acreditaram num cenário que qualquer pessoa com um mínimo de discernimento via, a léguas, que só podia ser um lapso. A argumentação de defesa do impossível era tão infantil (“A Renova está a gastar muito gás” e pérolas do estilo) que metia dó.

Vejamos: no ano passado passado, o governo decidiu que os municípios iriam receber, em sede da transferências de verbas do OE, uma parte (note-se, uma percentagem) do IVA cobrado em bens como electricidade e hotelaria. Conhecidos os quadros com as verbas a devolver a cada município, lá constava a estrondosa quantia de 1,5 milhões para Torres Novas.

Só a ignorância mais lamentável podia acreditar que concelhos com 20 ou 30 vezes mais indústria que Torres Novas, com 1000 vezes mais receita de hotelaria (sim, 1000 vezes), podiam ser ultrapassados, de repente, por um concelho em que a percentagem a devolver teria de ser parte de muitos e muitos milhões de receita cobrada em electricidade e energia (onde se incluem os combustíveis) e quartos de hotel. Era uma coisa verdadeiramente estonteante.

Foi triste, igualmente, ver que praticamente toda a imprensa local e regional serviu de megafone ao delírio de Pedro Ferreira e seus pares, vertendo acriticamente uma história sem pés na cabeça, aliás como já tinha sucedido, uns tempos antes, com o célebre ranking das cidades mais seguras do país, que colocava Torres Novas num também miraculoso segundo lugar, o que foi facilmente visto tratar-se de lapso prontamente corrigido, mas que não impediu, contudo, idêntico e prolongado foguetório das hostes socialistas.

Quando em 2019, por esta altura, a Associação de Municípios, primeiro, e depois o próprio Ministério, vieram assumir que havia um erro (ou erros, segundo parece), os extasiados autarcas calaram-se que nem ratos e mais não se ouviram, nem para um breve pedido de desculpas pela sua atrevida ignorância.

Chegados agora os mapas das transferências do Orçamento de Estado de 2021 para os municípios, onde se incluem as referidas parcelas respeitantes à percentagem devolvida do IVA cobrado em energia e hotelaria, verifica-se o óbvio: no distrito, municípios com mais indústria que Torres Novas, recebem naturalmente maior receita de devolução do IVA, casos de Santarém (222 mil euros), Tomar (162 mil euros) e Ourém (265 mil euros), contra os 155 mil do município torrejano, salvo, este ano, do milagroso lapso de um zero a mais no sítio errado.

Só no distrito de Faro há 10 concelhos com muito maior receita que Torres Novas, como não podia deixar de ser, no distrito de Setúbal são quase todos, em Aveiro 6 (Feira, Ovar, Ílhavo, Azeméis, etc), Braga, obviamente muitos (Barcelos, Esposende, Famalicão, Guimarães e outros), Leiria (Pombal, Caldas, Marinha, Alcobaça, etc), para não falar do distrito de Lisboa, quase todos. Conclusão, Torres Novas tem à sua frente 83 municípios que cobram mais receita de electricidade, energia e hotelaria, e por isso recebem mais na devolução, o que está de acordo com as estatísticas gerais conhecidas que podem explicar, sem grande margem de erro, qual seria a posição relativa de Torres Novas mesmo sem se conhecerem os dados concretos.

 

 

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Alcatrão à maluca: para quem é bacalhau basta »  2021-07-26 

A população de Alcorochel e de Charneca penou anos e anos por ver repavimentada a estrada (na verdade era uma picada) que liga as duas localidades. Chegados ao ano de eleições, lá veio o alcatrão a tresandar a caça aos votos, mas a habilidade não tinha sido perfeita e tinha o seu quê de bizarro.
(ler mais...)


Escola Profissional entregou prémio de excelência »  2021-07-26 

Chama-se Maria Piedade, reside no Entroncamento e recebeu da Escola Profissional de Torres Novas, que frequentou, o prémio de quadro de excelência relativo a 2019/2020, informa o estabelecimento em comunicado de imprensa.

 Mariana Piedade conseguiu o diploma do curso de Animação Sociocultural com média de 18,1 valores, encontrando-se actualmente a frequentar o ensino superior.
(ler mais...)


Barquinha: trilho panorâmico do Tejo em 2021 »  2021-07-17 

É uma velha ambição do Município de Vila Nova da Barquinha e em breve deverá ser um dos principais produtos turísticos do concelho: passadiços, corrimões, miradouros e áreas de lazer, fazem parte de um percurso com uma extensão de cerca de 11,5 quilómetros à beira Tejo, entre a foz do rio Zêzere, em Constância, e Vila Nova da Barquinha, que permitirá aos visitantes um contacto único com a natureza e a enorme beleza da paisagem ribeirinha.
(ler mais...)


Bloco denuncia “feira dos milhões” e diz que é preciso descer à terra »  2021-07-08 

“Os e as eleitoras merecem respeito por parte de todas as candidaturas. Estamos no início da campanha eleitoral e os mega-projectos e os mega-milhões começaram a percorrer a passerelle. As duas candidaturas oriundas do espaço político do PS disputam agora o campeonato dos milhões, quanto mais milhões anunciarem mais atenções captam dos eleitores”, começa por dizer o comunicado de imprensa do Bloco de Esquerda de Torres Novas, referindo-se ao anúncio de projectos mirabolantes e às carradas, anunciados quer pelo candidato Pedro Ferreira quer por António Rodrigues, “ideias” que ascendem a dezenas ou centenas de milhões de euros e que não passam disso mesmo, ideias, sem qualquer suporte ou credibilidade.
(ler mais...)


Fórum Ribatejo defende junção da Lezíria e Médio Tejo e saúda vontade das CIMs »  2021-07-08 

O Fórum Ribatejo, plataforma que reúne várias dezenas de agentes culturais de todo o distrito de Santarém, reuniu-se em assembleia em Alpiarça, no passado dia 3 de Julho, tendo aprovado uma moção em defesa da junção dos territórios da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste numa mesma circunscrição territorial em sede de qualquer reforma administrativa que venha a ser realizada.
(ler mais...)


Actual presidente da câmara Pedro Ferreira apresentou candidatura: “Tens o apoio do PS”, veio dizer a ministra da Agricultura »  2021-07-06 

 

 A nota principal da cerimónia de apresentação da recandidatura de Pedro Ferreira a presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, ontem, segunda, foi uma e por demais sublinhada: o apoio do Partido Socialista ao candidato que ocupa há oito anos o cargo de presidente, depois de outros vinte enquanto vice-presidente.
(ler mais...)


Concelhos do distrito: quebra de eleitores faz adivinhar sangria demográfica quase generalizada »  2021-07-05 

Ainda não são conhecidos os resultados preliminares dos Censos deste ano, mas a crer na diminuição do número de eleitores nos últimos quatro anos, extensiva a quase todo o distrito, o panorama demográfico da região tenderá a agravar-se.
(ler mais...)


Gaiola - inês vidal »  2021-07-04 

 

Em Março ou Abril de 2002, concorri a uma vaga para jornalista do Jornal Torrejano. Procuravam uma jornalista boa. Se não fosse jornalista, azar, desde que fosse boa. Era qualquer coisa desse género. Eu nem boa, nem jornalista, mas arrisquei sem fé.
(ler mais...)


Boletim diário covid 19: nova vaga parece ter chegado, Torres Novas com 6 novos contágios »  2021-06-25 

Depois de uma temporada praticamente sem ocorrência de novos contágios (dias sucessivos sem novos casos), nas últimas semanas os números de novos contágios na sub-região do Médio Tejo têm vindo a acompanhar a tendência de subida, geral no país, acentuada na região de Lisboa e Vale do Tejo.
(ler mais...)


Tiago Ferreira, candidato do PSD à câmara municipal: “Queremos fazer de Torres Novas um concelho de referência no centro de Portugal” »  2021-06-25 

  Tiago Ferreira, de 46 anos, é o cabeça-de-lista do PSD à Câmara Municipal de Torres Novas às próximas eleições autárquicas. A apresentação da candidatura social-democrata, que conta com o apoio do CDS-PP, foi apresentada ontem, 24 de Junho, na Casa do Povo, em Riachos.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2021-07-17  Barquinha: trilho panorâmico do Tejo em 2021
»  2021-07-08  Bloco denuncia “feira dos milhões” e diz que é preciso descer à terra
»  2021-07-26  Alcatrão à maluca: para quem é bacalhau basta
»  2021-07-26  Escola Profissional entregou prémio de excelência
»  2021-07-06  Actual presidente da câmara Pedro Ferreira apresentou candidatura: “Tens o apoio do PS”, veio dizer a ministra da Agricultura