• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Domingo, 19 Janeiro 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qua.
 13° / 6°
Céu nublado
Ter.
 14° / 4°
Períodos nublados
Seg.
 11° / 5°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  16° / 6°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Catarina Picton Santos: “Manter viva esta escola é uma homenagem à minha mãe”

Sociedade  »  2019-06-21 

Directora pedagógica do Britannia House fala da instituição criada em 1986.

Esta não é a história de uma mulher num lugar outrora reservado a homens. É muito mais do que isso.
É a história de uma mulher, de um exemplo, de um legado e das mulheres que a sucedem. É a história
de um concelho, de uma região, porque a história dela é também a nossa, a história de uma cidade
que lhe deve a aprendizagem da língua inglesa, numa altura em que poucos tinham ainda essa visão.
É a história de Valerie Linda Randal Santos e do legado que deixou a Catarina e Patrícia Picton Santos.
E a todos nós, uma geração que, graças a ela, aprendeu a tratar o inglês por tu.

Catarina Picton Santos sucede a Valerie Picton Santos na direcção pedagógica do Britannia House, o instituto de línguas que desde 1986 mudou uma geração torrejana no que à aprendizagem da língua inglesa diz respeito. Filha da fundadora da escola inglesa, Catarina licenciou-se em línguas e literaturas modernas, variante de estudos e ingleses e alemães, na Universidade de Coimbra, e seguiu a via ensino. Deu aulas no ensino público durante alguns anos, mas há doze resolveu dedicar-se inteiramente ao instituto fundado por Valerie.
Com o falecimento da mãe, em 2018, Catarina sucede-lhe na direcção pedagógica da escola, que partilha com a irmã, Patrícia Picton Santos, esta mais na área administrativa e jurídica.

O nome de Valerie estará para sempre ligado à história da aprendizagem do inglês no concelho de Torres Novas e esse é um legado que carregam as filhas de uma das figuras mais emblemáticas dos últimas décadas.

O instituto Britannia House nasceu em 1986 já na avenida Manuel Figueiredo. Depois de três décadas a ensinar inglês, a escola não só triplicou o espaço físico, como o número de alunos. Algumas centenas de crianças, jovens e adultos, passam diariamente pelo instituto: “O instituto já vem de 1986, já aqui na Manuel de Figueiredo, primeiro como um centro de explicações e só mais tarde como instituto de línguas. Celebrámos o 32.º aniversário no ano passado. Foi fundado pela minha mãe, que até ao ano passado continuou a assumir funções de directora pedagógica.

Actualmente, é tudo uma continuação. Poderia ter havido uma quebra, por exemplo nos anos de 2017 e 2018, uma vez que a minha mãe já não deu aulas. Podia ter-se sentido quebra, mas não. Tem continuado a subir o número de alunos”, contou Catarina.

As aulas de inglês continuam a ser o grande forte do Britannia House, que este ano abriu portas ao alemão. A procura de outras línguas, como o francês, o russo ou o mandarim, acontece, mas é mínima e não justifica a abertura de uma turma. Centenas de alunos, que vão desde o segundo ano do primeiro ciclo, com sete anos, frequentam diariamente a escola, que ocupa já três andares do prédio que originalmente ocupou.

No próximo ano lectivo, uma das novidades será o alargamento das aulas aos alunos do primeiro ano do primeiro ciclo: “Temos uma professora que vai a alguns jardins-de-infância do concelho e é frequente os pais quererem depois a continuidade”.
O instituto oferece ainda a possibilidade de equivalência aos exames da Faculdade de Cambridge, exames para estudar no estrangeiro, aulas para adultos e preparação de exames de nível. Tudo possível com uma equipa de sete professores e uma administrativa. “Já é uma máquina pesada. Em 86 nunca imaginámos ter esta dimensão. Cresceu não só em número de alunos, como em termos físicos”.

E o sucesso deve-se essencialmente a uma coisa: a excelência que colocam diariamente no trabalho que desenvolvem: “Temos tido sucesso a nível de resultados, não só nos exames, como a níveis pessoais. Temos muito bom feed back de alunos e pais de alunos, que arranjaram certos empregos graças ao inglês. Foram muitas gerações as que passaram por aqui.”, continuou orgulhosa e emocionada Catarina Picton Santos: “É um legado pesado este, mas de um modo positivo. Não é fácil chegar ao nível. Manter vivo este projecto é uma homenagem que lhe fazemos diariamente”.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Ginásio de Riachos: 20 anos depois, já há ante-projecto »  2020-01-16 

Pendurado há 20 anos, aquando da construção do pavilhão gimnodesportivo de Riachos, o ginásio anexo parece estar agora um pouco mais perto de se tornar realidade. Na reunião de ontem do executivo municipal, foi aprovado por unanimidade “o ante-projecto de arquitectura e especialidades relativos à 2.
(ler mais...)


Torres Novas na devolução do IVA: ANMP assinala disparidades no parecer sobre o orçamento de Estado »  2020-01-15 

No seu parecer habitual à proposta de lei do orçamento de Estado, a Associação Nacional de Municípios Portugueses questiona o Governo sobre os montantes da devolução de parte do IVA cobrado nos municípios e assinala, directamente, o caso de Torres Novas.
(ler mais...)


PS quer derreter 700 mil em 160 metros de rua »  2020-01-13 

A pretexto de implantar um troço de ciclovia, a maioria socialista quer destruir completamente o arranjo da rua 25 de Abril e enterrar mais de 700 mil euros em 160 metros de via. O resto do concelho assiste.

A ideia de uma ciclovia para Torres Novas vinha de vez em quando à cabeça de alguns, apesar de a cidade não ter tradições alguma no uso da bicicleta (raramente se vê uma) e de a sua topografia não aconselhar tal tipo de recurso.
(ler mais...)


Vale da Serra: moradores preocupados com funcionamento da ETAR »  2020-01-09 

Os moradores de Vale da Serra, Pedrógão, estão preocupados com as águas que estão a ser bombeadas da ETAR para terrenos públicos e privados confinantes com a estação de tratamento de águas residuais.
(ler mais...)


Bombeiros: dificuldades na adesão ao voluntariado, problemas no socorro »  2020-01-09 

A primeira conclusão que se retira da assembleia geral da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos, realizada mesmo a fechar o ano, é que os torrejanos em geral e os associados da própria agremiação estão completamente alheados do seu presente e sobretudo do seu futuro: num universo de muitas centenas de sócios activos, não se compreende que numa reunião magna de prestação de contas não estejam presentes, ao menos, uma dúzia de associados que não sejam os membros dos corpos sociais, alguns elementos do comando ou bombeiros e um ou dois sócios de fora deste contexto.
(ler mais...)


Torres Novas: centro de saúde abrangido pelo plano de contingência »  2020-01-07 

O centro de saúde de Torres Novas está abrangido pelo Plano de Contingência Inverno, estando aquela unidade de saúde aberta até às 22 horas, apenas nos dias úteis, informa o Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo.
(ler mais...)


(ACTUALIZADA) - Orçamento de Estado: só Santarém, Abrantes e Ourém recebem mais que Torres Novas »  2020-01-06 

Sobre o caso da devolução da percentagem do IVA cobrado, a que abaixo se faz referência, o  JT tentou esclarecer a questão junto da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), que disse não ter acesso aos dados da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) que demonstrem e justifiquem, não somente o cálculo do valor global em causa, mas também a própria distribuição por Município.
(ler mais...)


CHMT: dezenas de novos médicos iniciaram funções no dia 3 »  2020-01-05 

“Estou grata porque tenho trabalhado com equipas que me ajudam a crescer. Espero que sejam muito felizes aqui”. Esta afirmação é de Ana Rita Sanches, médica especialista em Medicina Interna, que terminou a sua formação no CHMT e que deu o seu testemunho na sessão de boas-vindas aos novos internos que iniciaram esta semana o percurso neste Centro Hospitalar.
(ler mais...)


Directora do JT, amanhã na RTP1 »  2020-01-02 

Amanhã, sexta, por volta das 17h30, a directora do JT, Inês Vidal, vai estar em directo na RTP1, no programa "Portugal em Directo". Como já é habitual, Inês Vidal comentará alguns assuntos que fazem a actualidade local e regional.
(ler mais...)


Socialistas reafirmam extinção de farmácia em Alcorochel »  2019-12-24 

O assunto da deslocalização da farmácia de Alcorochel para o edifício Beira-Rio, em Torres Novas, voltou à reunião da Câmara, já que o INFARMED não ficou satisfeito com a justificação da maioria socialista ao seu parecer favorável, aprovado com os votos contra da oposição no passado mês de Outubro.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-12-20  Rio Almonda: cheia muito aquém do nível de 1989
»  2019-12-23  Montepio tem novos órgãos sociais: Luís Martins lidera administração
»  2020-01-06  (ACTUALIZADA) - Orçamento de Estado: só Santarém, Abrantes e Ourém recebem mais que Torres Novas
»  2020-01-02  Directora do JT, amanhã na RTP1
»  2020-01-13  PS quer derreter 700 mil em 160 metros de rua