• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Sábado, 25 de Novembro de 2017
Pesquisar...
Seg.
 17° / 11°
Céu muito nublado com chuva fraca
Dom.
 18° / 10°
Céu nublado
Sáb.
 18° / 12°
Céu nublado
Torres Novas
Hoje  20° / 13°
Céu nublado com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

“Partimos de uma perspectiva positiva para o futuro do concelho”, Luís Filipe Júlio

Sociedade  »  2017-09-25 

Candidato da CDU à Câmara municipal da Golegã

Como avalia o exercício do actual presidente neste último mandato (2013-2107)? Aponte alguns aspectos que não tenham corrido bem e como teria agido se fosse presidente da câmara.
Destacamos pela positiva, a abertura crescente de respeito pelas freguesias com a atribuição de delegação de competências e também o esforço para solucionar as dificuldades e os problemas com que foi confrontado. Pela negativa, a existência de apenas um vereador impediu um acompanhamento das intervenções da câmara e um contacto de proximidade com a população e com as suas necessidades diárias.

A reduzida sensibilidade para com a importância da limpeza, higiene e manutenção dos espaços e equipamentos públicos, constitui-se como o mais dramático problema da atual Câmara Municipal da Golegã. Acrescentamos a falta de planeamento, tendo deixado para o momento atual o início de algumas obras que deveriam ter sido concretizadas muito mais cedo.

Passado o ciclo das grandes obras e do essencial dos fundos comunitários que panorama antevê para o seu concelho em termos de apostas de médio prazo? Qual vai ser a sua agenda?
A nossa agenda parte de uma perspetiva positiva para o desenvolvimento futuro do concelho e traduz-se em medidas imediatas e de médio prazo.

Se for eleito, indique cinco medidas de realização imediata para os primeiros três meses e outras tantas de cariz estruturante ou grandes investimentos de que o concelho necessite.
Medidas imediatas: implementação de um plano de intervenção urgente de reparação, conservação e manutenção dos espaços (passeios, ruas, largos e áreas abandonadas) e equipamentos (mobiliário urbano, parques/ jardins e infraestruturas), de utilização pública; plano de melhoria do acesso à Saúde e de reforço do apoio social, num concelho que é desfavorecido socialmente e que apresenta um dos mais elevados índices de envelhecimento e de famílias unipessoais; respeito pela autonomia das juntas de freguesia e reforço das suas competências através de um apoio financeiro, logístico e de recursos humanos sem precedentes; definição de um plano de eventos diversificados e ao longo de todo o ano, continuando a afirmar a identidade da Golegã como a “Capital do Cavalo”, mas a aumentar e a diversificar a oferta com um ambicioso programa de animação dos jardins e parques (vila e freguesias) durante os meses de verão, que resulte numa Golegã com vida todo o ano e a marcar o ritmo na região; reorganização dos serviços da câmara, para uma melhoria da qualidade da prestação dos serviços essenciais e maior eficácia e prontidão na resposta aos problemas diários dos residentes, com especial atenção ao saneamento básico e à saúde pública e higiene urbana.

Medidas estruturantes, na Golegã: requalificação das três entradas na vila a partir do Entroncamento e Chamusca, (até á rotunda do cavalo) e da Azinhaga (até ao interior da vila) com particular incidência na área da alverca e parque de merendas até ao jardim do equuspólis; requalificação total do exterior e interior do cemitério, porque é um dos espaços mais esquecidos e negligenciados desde há muitos anos; providenciar todos as diligências, apoios e parcerias para a recuperação do CineTeatro Gil Vicente.

Na Azinhaga: requalificação do Largo da Praça e do Jardim do Largo das Divisões, e uma grande intervenção de requalificação no Parque do Campo de Futebol, incluindo a colocação de um piso de relva sintética. No Pombalinho: Apoio à conclusão da construção do Centro Comunitário e a pavimentação de três ruas, e uma solução que possibilite a existência de água permanente na alverca de Fernão Leite.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Médio Tejo: comunidade intermunicipal pede equidade de tratamento nos territórios afectados pelos incêndios »  2017-11-23 

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) pede “equidade de tratamento entre os vários territórios assolados pelos grandes incêndios” que ocorreram este ano, aprovando para isso uma moção com diversos pontos.
(ler mais...)


Nersant organiza workshop sobre inovação e sustentabilidade »  2017-11-23 

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) vai realizar nos dias 29 e 30 de Novembro um fórum de inovação e empreendedorismo do Ribatejo, no Convento de São Francisco e Startup Santarém.
(ler mais...)


Centro Hospitalar trem nova viatura de emergência médica »  2017-11-23 

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) foi um das 22 unidades do país que recebeu uma nova Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), viaturas que foram entregues pelo secretário de Estado da Saúde numa cerimónia que decorreu no dia 22 de Novembro, no hospital Professor Doutor Fernando Fonseca.
(ler mais...)


Entroncamento: concerto de jazz no aniversário do concelho »  2017-11-21 

Inserido nas comemorações dos 72 anos da fundação do concelho do Entroncamento, realiza-se na próxima sexta-feira, 24 de Novembro, um concerto da banda norte-americana “South River Jazz Band”,, às 21h30, no edifício do mercado diário municipal.
(ler mais...)


Alcanena: presidente da câmara pede mais responsabilidade aos empresários dos curtumes »  2017-11-21 

Na assembleia-geral extraordinária da AUSTRA - Associação de Utilizadores do Sistema de Tratamento de Águas Residuais de Alcanena, que teve lugar na semana passada (16 de Novembro) e que foi pedida pela presidente da câmara municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira (PS) apelou a uma maior “co-responsabilização social e ambiental” aos empresários do sector dos curtumes, alegando que a responsabilidade ambiental “não pode estar dissociada da dimensão económica”.
(ler mais...)


Torres Novas: BE assinala Dia Internacional pela eliminação da violência contra as mulheres »  2017-11-21 

O Bloco de Esquerda (BE) de Torres Novas assinala o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, com a sessão “Crime Dizem Elas” que terá lugar a 25 de Novembro, pelas 16 horas, no bar Estúdio Alfa, em Torres Novas.
(ler mais...)


Torres Novas: direitos das crianças assinalados nas escolas »  2017-11-21 

O município de Torres Novas associou-se à UNICEF e assinalou ontem, 20 de Novembro, o Dia Mundial dos Direitos da Criança com acções de sensibilização junto de alunos do 4.º ano da rede pública.
(ler mais...)


Torres Novas: Associação de Defesa do Património alerta para níveis de “toxicidade relevantes” no rio Almonda »  2017-11-21 

“Um rio com menos água e níveis de poluição preocupantes”. É desta forma que a Associação de Defesa do Património de Torres Novas (ADPTN) classifica o troço urbano do rio Almonda, após uma segunda saída de campo efectuada no passado sábado, dia 18 de Novembro, no âmbito do “Projecto Rios”.
(ler mais...)


Primeiro-ministro de Cabo Verde visitou “Lusitana” em Riachos »  2017-11-19 

Depois de ter chegado a Torres Novas, na quinta-feira, o primeiro-ministro de cabo Verde, Ulisses Correia, foi recebido na Turrisconta, empresa de contabilidade do antigo presidente da câmara, António Rodrigues, de quem partiu o convite para a visita, aliás como tinha sucedido há escassos meses com Xanana Gusmão.
(ler mais...)


Futebol: sorte macaca dos “amarelos” em Amiais (2-0) »  2017-11-19 

CD AMIENSE 2 CD TORRES NOVAS 0
Campos da Azenha, Amiais de Baixo, 18/11/17

CD AMIENSE: Chico; P. Lista, Leo G., Parreira, Costinha, Luís (Fábio), Tico, N. Tiago, Miguel, Ganso e Leo Silva (Arnaldo).
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2017-11-21  Torres Novas: Associação de Defesa do Património alerta para níveis de “toxicidade relevantes” no rio Almonda
»  2017-11-19  Futebol: sorte macaca dos “amarelos” em Amiais (2-0)
»  2017-11-21  Alcanena: presidente da câmara pede mais responsabilidade aos empresários dos curtumes