• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sexta, 19 Julho 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Seg.
 36° / 15°
Períodos nublados
Dom.
 31° / 15°
Céu nublado
Sáb.
 30° / 17°
Céu nublado
Torres Novas
Hoje  32° / 16°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

“Crescem flores onde estiveres - A vida de Joaquim Alberto contada pelo próprio", sábado, em Riachos

Sociedade  »  2018-12-13 

livro é apresentado dia 18, pelas 16 horas, na Casa do Povo

 “Crescem flores onde estiveres – a vida de Joaquim Alberto contada pelo próprio” é o relato, na primeira pessoa, das mil vidas do ex-diácono católico, companheiro dos padres operários, revolucionário romântico, militante anti-fascista, membro da LUAR, exilado, preso político, cooperativista, animador de associações de emigrantes em França, amante das canções de Brel, amigo do Zeca, fundador da Comunal de Árgea, caçador de utopias, riachense antes e no fim de tudo – o título evoca uma canção do seu amigo Pedro Lobo Antunes (que mais tarde seria director do GAT e vereador na Câmara de Torres Novas) e que com ele, em finais de 1974, ergueu a experiência socialmente revolucionária que foi a cooperativa Comunal, na aldeia de Árgea, freguesia de Olaia deste concelho.

O livro, a ser lançado por ocasião dos 80 anos de Joaquim Alberto, vai ter uma sessão de apresentação na Casa do Povo de Riachos, pelas 16 horas do próximo sábado, dia 15 de Dezembro, após um almoço em sua honra organizado por um grupo de amigos.

Elaborado a partir de longas horas de entrevistas gravadas em audio e video, que se destinavam, de início, a ficarem como memória de um protagonista da vida colectiva riachense e do país da segunda metade do século passado, o livro resulta de um trabalho de selecção e organização levado a cabo por Carlos Simões Nuno, actual director de O Riachense, e por Carlos Tomé, que encaixaram em nove capítulos outras tantas fases significativas ou facetas singulares de uma vida vivida a mil tempos, para evocar outra vez as palavras de Jacques Brel, deste riachense e homem de tantas causas e lutas.

Joaquim Alberto Lopes Simões nasceu em Riachos em 1938, fez os estudos secundários em Tomar e enveredou pela profissão de serralheiro. Trabalha em Alverca, passa pelos CTT e pela Renova e, já adulto (1959), ingressa no seminário dos Olivais, onde fica até 1966 e tira o Curso Superior de Teologia. Mas sopravam os ventos do Vaticano II e o diácono Joaquim Alberto optou por abandonar a perspectiva de ser padre e em 1966 vai para Paris com o intuito de estudar filosofia. Regressa em 1969 e fixa-se em Vila Franca, trabalhando numa comunidade responsável por uma imstituição de acolhimento de crianças pobres dirigida por um padre goês.

No início da década de 70 volta outra vez a França e trabalha com a comunidade emigrante, apoiando os que chegam e precisam de ajuda. É em França que conhece José Afonso, que ficou em sua casa quando em terras francesas esperava pelo estúdio onde gravaria o célebre disco “Cantigas do Maio”. Liga-se à LUAR, organização que se dedicava a acções de sabotagem a estruturas e equipamentos do Estado português, é preso em Espanha durante uma viagem clandestina a Portugal (já tinha sido preso pela PIDE uns tempos antes) e é nessa situação que é apanhado pelo 25 de Abril. Em finais de 1974 funda em Árgea a cooperativa agrícola Comunal, na década de 80 está de novo em Riachos e participa na vida autárquica e associativa riachense. Entretanto, tenta uma experiência de cooperante em Moçambique, volta a Riachos, onde desenvolve iniciativas e preside à comissão de melhoramentos, até 1988. Volta a Paris mais uma vez, mas no início da década de 90 está no Alentejo (Castro Verde e Viana), na dinamização de programas de desenvolvimento rural. Depois destas experiências, Paris está ainda mais uma vez na sua rota, e é lá que vive, viajando de vez em quando a Portugal e para Riachos, para estar com a família e os amigos.

No sábado, Joaquim Alberto Simões celebrará com familiares e amigos os oitenta anos de uma vida cheia, tomada de sonhos e lutas, uma vida que é símbolo de toda uma geração a quem se deve a liberdade.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Olá cidade! »  2019-07-09 

Torres Novas comemorou ontem, dia 8 de Julho, mais um aniversário da elevação a cidade. Dias antes, terá havido em local apropriado mais uma jornada, mais uma, de apresentação de obras digitais. Milhões de flores entre as ruínas, como diz a canção.
(ler mais...)


Legislativas: PSD agastado, PS calado, Bloco rachado, PCP ao lado »  2019-07-06 

As listas dos candidatos às legislativas de Outubro, pelo distrito de Santarém, estão na ordem do dia e mobilizam as máquinas partidárias. São processos em que corre sempre algum sangue, com os contendores a evocarem “a vontade do povo”, “o povo do distrito” e outros argumentos patéticos para justificar intenções, vontade e decisões, quando elas passam e só, pela arregimentação de militantes.
(ler mais...)


Judite Gonçalves, proprietária de loja de ferragens no largo da botica: “Vim para ficar, pelo menos mais trinta anos” »  2019-07-04 

Judite Gonçalves tem 50 anos e é natural de Tomar, embora viva desde sempre no concelho de Torres Novas. Filha de pai outeirense e mãe moreirense, há 30 anos que reside no Outeiro Pequeno. Nunca antes

Um ramo de flores vermelhas no balcão recebe-nos quando entramos e vemos que alguma coisa mudou por ali.
(ler mais...)


Petição pelo fim imediato e definitivo dos aterros no aeródromo de Pias Longas »  2019-06-30 

Corre na net e tem já dezenas de subscritores uma petição pública exigindo o fim imediato e definitivo dos aterros no “aeródromo de Pias Longas”, um projecto implantado na fronteira entre os concelhos de Ourém e Torres Novas, no caso do município torrejano em território da freguesia de Chancelaria, próximo do Senhor da Serra e dos Moinhos da Pena.
(ler mais...)


Master D Portugal – conheça a história e as opiniões sobre este centro de formação »  2019-06-27 

PUB.

Master D Portugal – conheça a história e as opiniões sobre este centro de formação

Encontrar um trabalho ainda é uma tarefa preocupante para os jovens e adultos.
(ler mais...)


Catarina Picton Santos: “Manter viva esta escola é uma homenagem à minha mãe” »  2019-06-21 

Esta não é a história de uma mulher num lugar outrora reservado a homens. É muito mais do que isso.
É a história de uma mulher, de um exemplo, de um legado e das mulheres que a sucedem.
(ler mais...)


Aterro do aeródromo continua perante a passividade da maioria socialista »  2019-06-09 

Aquilo que poderá ser um enorme atentado ecológico contra o território do concelho, continua como se nada fosse. Num mês, mais algumas toneladas foram acrescentadas ao aterro do alegado aeródromo de Pias Longas.

O avanço dos aterros, segundo os limites administrativos entre Torres Novas e Ourém, entrou agora muito mais de 200m no concelho de Torres Novas, perfazendo uma área de implantação de mais de 20 000 metros quadrados.
(ler mais...)


Ainda as eleições: Tomar, Abrantes e Mação em queda acentuada num distrito quase todo a encolher »  2019-06-06 

Nos últimos cinco anos, o distrito de Santarém perdeu mais de 15 mil eleitores. Dos 21 concelhos, 20 deles perderam eleitores e vão continuar a perder população. Apenas o concelho de Benavente dá conta de um aumento, resultado da sua proximidade com a área metropolitana de Lisboa, onde o rio o liga a outro concelho ribatejano a crescer, o de Vila Franca de Xira.
(ler mais...)


Escola Maria Lamas: alunos de Humanidades debateram a Europa »  2019-06-03 

Os alunos de Línguas e Humanidades, dos 11º e 12º anos, da Escola Secundária de Maria Lamas, debateram no dia 3 de Junho o projecto europeu, durante o Colóquio “Europa, para que te quero”. Esta actividade foi uma organização conjunta das disciplinas de Ciência Política, História, Geografia e História da Cultura e das Artes.
(ler mais...)


Vitória pífia do PS nas Europeias de ontem: do poucochinho de Seguro ao poucochito de Costa »  2019-05-27 

Ao contrário do que os comentadores se apressaram a dizer na noite de ontem, a vitória do PS/Costa nas Europeias deste ano foi uma vitória pífia: os socialistas tiveram um aumento de votos menor que do que o da direita que formou a coligação de há cinco anos acabou por averbar.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-06-21  Catarina Picton Santos: “Manter viva esta escola é uma homenagem à minha mãe”
»  2019-07-04  Judite Gonçalves, proprietária de loja de ferragens no largo da botica: “Vim para ficar, pelo menos mais trinta anos”
»  2019-06-30  Petição pelo fim imediato e definitivo dos aterros no aeródromo de Pias Longas
»  2019-07-06  Legislativas: PSD agastado, PS calado, Bloco rachado, PCP ao lado
»  2019-06-27  Master D Portugal – conheça a história e as opiniões sobre este centro de formação