• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quinta, 02 Abril 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Dom.
 19° / 12°
Céu nublado com chuva moderada
Sáb.
 18° / 9°
Céu nublado com chuva fraca
Sex.
 21° / 5°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  19° / 6°
Períodos nublados com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

A sério: foi você que pediu um PDM?

Sociedade  »  2020-01-19 

Na reunião de 10 de Dezembro do ano que findou, a maioria socialista na Câmara de Torres Novas aprovou a suspensão parcial do PDM num terreno às Ferrarias, fronteiro à rotunda de saída de Torres Novas, suspensão que permitirá a eventual instalação, no local, de um pavilhão da Decathlon, para comércio de roupas e material de desporto. Segundo o PDM em vigor, o local, cerca de 1,6 hectares, é zona verde de descompressão urbana, não sendo permitida a construção. Mas a maioria socialista, amiga do comércio e do desenvolvimento do concelho, votou a suspensão parcial do PDM naquele local, viabilizando assim a instalação de mais uma multinacional de retalho. Claro que nestas situações há sempre uma série de bloquistas, comunistas, invejosos e inimigos do progresso que estão contra, logo estão contra a criação de riqueza e de emprego e no fundo não querem que isto ande. São contra Torres Novas, a nossa ­terra, a nossa terrinha. Na forma de perguntas e respostas, vejamos o que se pode responder a esse bando de inimigos do desenvolvimento, que votaram contra a mais esta decisão em prol do progresso torrejano. Perguntam os fanáticos, amigos da Greta e da treta e nós, os donos disto tudo, respondemos.

O terreno em causa, segundo o PDM em vigor, é zona verde de descompressão urbana onde é proíbida a construção, certo?
Certo. Mas qual é o problema? Para que serve o PDM? Para nada. Suspende-se ali e pronto, está a andar, temos a maioria absoluta. Mas acham que alguém se preo­cupa com tretas como o PDM? Bolos, pá, feira medieval, porco no espeto.

Não serve para nada? Então mas os senhores andam a fazer a revisão do PDM há mais de 20 anos, já gastaram centenas de milhares de euros em estudos e pareceres e não serve para nada?
Bom, serve para animar a economia, vamos pagando a uns gabinetes, a uns assessores, para entreter a perna à rã e vai-se suspendendo sempre que é preciso em prol do desenvolvimento. E nós temos a maioria absoluta.

Mas caramba, ir meter uma barracão de venda de materiais de desporto mesmo à entrada da cidade, numa zona verde com alguma importância paisagística, não é um bocadinho de mais?
Zonas verdes? Quem quiser zonas verdes vá para as aldeias, para o pé da serra, há lá muito verde. Nós queremos é progresso. Isto aqui é mais cimento e pavilhões, coisas catitas, cimento, chaparia, alumínio. Querem viver em terras lindas? Vão para Sintra ou para Óbidos. Ou Barquinha, vá. Ou Constância, pronto. Ou Golegã, já agora. Ou mesmo Chamusca, se quiserem. Nós queremos é progresso e temos maioria abso­luta. Bolos.
Então mas não andam sempre a falar no comércio tradicional? E agora vão meter uma grande superfície de desporto com grandes lojas desse sector a pouco mais de 200 metros, e outras pequenas ali por trás, que vão para o galheiro certamente…
O mercado é que manda, e nós somos pela concorrência. A concorrência é que é bom porque aumenta a oferta e baixa os preços. Somos socialistas de mercado livre. Bolos.

Mas não consta que até hoje algum preço de alguma coisa tenha efectivamente baixado, aparecem é produtos piores, sempre piores, e o emprego não tem assim subido tanto, as estatísticas mostram que a mão de obra continua estável... aliás, abaixo dos números antigos, antes de virem as grande superfícies…
Isso é treta de bloquistas e comunistas. As pessoas querem estas coisas, bué centros comerciais e lojas de grandes superfícies. Vocês querem o quê, mercearias de bairro, sapatarias? Carrinho, peguem no carrinho, vistam o fato de treino e bute, lojas das grandes, anda-se à vontade, não se empeça na mercadoria, é isso que o povo gosta, lindos...

Mas têm responsabilidade na boa gestão do território, não queimar tudo, deixar alguma coisa para o futuro…
Responsabilidades, nós? Anjinhos! Responsabilidades são de quem votou em nós, que temos a maioria absoluta.

Está bem, mas essa coisas e outras não estão no vosso programa eleitoral, as pessoas quando votam fazem-no com alguma dose de boa fé…
Café? Estão a falar de café? Onde é que é para instalar uma grande loja de café? Vem aí a Delta?

E enfim, sacrificam uma zona verde em prol do interesse individual, de uma única pessoa, que vende o terreno, e da multinacional, que não é bem um exemplo de economia local…
Lá estão eles com o verde, verde é para as vacas, no campo. Largueza. Querem largueza vão para o campo. Isto é cidade, cimento, prédios, isso tudo. Nós é mais bolos e almoçaradas e festarolas e muito progresso e muito desenvolvimento.

Mas não vos choca mesmo nada, sabendo como o comércio tradicional está de rastos, com lojas a fechar por todo o lado, ir agora colocar na entrada nobre da cidade uma frontaria de uma loja daquelas, com mais um jardim de carros associado, assim uma coisa deprimente e desproporcionada? Aquilo não é nenhuma periferia, um arrabalde, é cidade mesmo, a confluência das duas principais avenidas urbanas, francamente…
E qual é problema? Não fica bem? Querem que aquilo vá para Tomar ou Abrantes, é? Vocês não gostam de Torres Novas, essa é que é essa. São contra Torres Novas, como dizia o outro.

Olhem lá, mas em Tomar ou Abrantes não há nenhuma coisa assim numa zona semelhante daquelas cidades, era o fim do mundo…
Não há mas aqui vai haver, é lindo: entra-se na principal via de acesso a Torres Novas, via João Paulo II, onde gastámos há pouco mais de meio milhão em alcatrão, até parece que foi de propósito mas não, e vemos logo aquele grande pavilhão, ali, granda pinta, e por trás o InterMarché, é de estalo, uma cidade a sério, emprego, progresso, mercado, desenvolvimento, maioria absoluta, votinhos, meus! Votinhos, é isso que vocês queriam, mas não é para os vossos beiços.

Certo, somos comunistas, bloquistas, judeus, ciganos, inimigos do progresso, o que quiserem. Mas não vos choca mesmo nada uma pessoa comum não poder construir uma casita por causa do PDM, não se pode suspender, e para uma multinacional, numa zona privilegiada da cidade, já se pode fazer tudo, sempre a abrir?
Tonhós, taditos, com o barulho das luzes quem se vai lembrar dessa coisas na hora dos votinhos? A malta quer é festa, lojas, sapatilhas, fatos de treino para ir às compras. Bolos, mais bolos. Porco no espeto, sandochas, pá. Cresçam e não apareçam, desapareçam. Desempatem a loja, pá

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Águas do Ribatejo: 500 mil em medidas de apoio a particulares e empresas »  2020-03-30 

A situação que vivemos actualmente, derivada da pandemia da Covid-19, foi o tema principal da reunião que juntou os presidentes das sete câmaras municipais que integram a empresa intermunicipal Águas do Ribatejo (Almeirim, Alpiarça.
(ler mais...)


COVID: atendimento mais próximo é no Entroncamento »  2020-03-26 

Atendendo ao alargamento progressivo da expressão geográfica da pandemia COVID-19 em Portugal, e tendo em conta a Norma 004/2020 – COVID-19 – FASE DE MITIGAÇÃO, emitida pela DGS, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, no cumprimento dos princípios de equidade, qualidade e proximidade dos cuidados de saúde prestados à população, procedeu à reorganização dos recursos humanos e materiais nos cuidados de saúde primários e criou 35 Áreas Dedicadas (ADC) à COVID-19 em toda a região.
(ler mais...)


Mundo suspenso, cidade suspensa, vidas suspensas »  2020-03-18 

Os factos: durante os 50 dias em que a ditadura chinesa escondeu o surto do novo vírus (independentemente da sua origem ou da sua génese), empresários e milhares de turistas chineses visitaram a Itália, para onde aportavam, ao mesmo tempo, hordas de turistas e viajantes de outros países da Europa.
(ler mais...)


Última hora: Câmara cancela eventos e fecha equipamentos municipais »  2020-03-11 

À semelhança do que outras autarquias da região já tinham feito, a Câmara de Torres Novas activou um plano de contingência de modo a fazer face à situação que se vive. Eventos como a feira de Março ou ou o TorresRodas foram cancelados, as piscinas estão encerradas, alguns serviços e equipamentos municipais alvo de restrições.
(ler mais...)


CHMT faz aviso sobre desmarcação de consultas médicas e exames »  2020-03-10 

No âmbito da recente evolução da situação do novo Coronavírus (Covid-19) em Portugal, tem-se verificado no Centro Hospitalar do Médio Tejo um elevado número de desmarcações de exames, tratamentos e consultas, por parte dos doentes, diz nota oficial da unidade hospitalar.
(ler mais...)


Chocos na serra de Aire: olha a nossa sorte! »  2020-03-08 

Isso foi em muito antigas eras geológicas, claro está: moluscos e bicharada similar era o que mais havia nos grandes charcos da região, muito antes dos humores tectónicos desenharem as curvas sensuais da Serra de Aire e esta, senhora do seu nariz, conter essas forças brutais e num braço de ferro com as profundezas deixar que um arrife se empertigasse, desde o lado de onde se põe o sol até ao outro, varanda de pedra e al-qaeda, “a base”, a base da serra, pois, que deu nome, no linguajar arábico, à aldeia mais antiga do redor.
(ler mais...)


Recriação: D.Afonso Henriques acampa em Pernes antes da tomada de Santarém »  2020-03-05 

Pernes volta a ser palco, no dia 14 de Março, de uma recriação histórica, este ano já em segunda edição, da passagem por D. Afonso Henriques por aquela localidade antes da tomada de Santarém aos árabes.
(ler mais...)


Relação de Évora nega recurso da Fabrióleo no primeiro processo contra Pedro Triguinho »  2020-02-22 

Depois de ter desistido, no dia da leitura da sentença, 4 de Fevereiro de 2020, do segundo processo movido a Pedro Triguinho, a Fabrióleo viu agora o Tribunal da Relação de Évora negar provimento ao recurso que a empresa tinha apresentado, depois da sentença que absolveu o dirigente do Basta num primeiro processo que lhe movera e que correu no Tribunal de Torres Novas, com desfecho em 22 de Março de 2019.
(ler mais...)


Cruz Vermelha adquire ambulância »  2020-02-11 

Em nota enviada à imprensa, a delegação de Torres Novas da Cruz Vermelha Portuguesa anuncia a aquisição de uma primeira ambulância de transporte de doentes não urgentes, uma carrinha Volkswagen Caddy, de 7 lugares sentados, um investimento de cerca de 19 mil euros.
(ler mais...)


PSD: congresso levou ribatejanos a cargos nacionais »  2020-02-10 

O 38.º congresso nacional do PSD, que decorreu este fim de semana em Viana do Castelo, levou alguns dirigentes locais e regionais a cargos de maior relevo na estrutura partidária nacional.

Isaura Morais, a conhecida ex-autarca de Rio Maior e actual deputada por Santarém, foi protagonista da mais surpreendente ascensão na hierarquia social-democrata, ao ser eleita para a Comissão Política Nacional do partido, e logo como uma dos vice-presidentes, a convite do secretário-geral.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2020-03-10  CHMT faz aviso sobre desmarcação de consultas médicas e exames
»  2020-03-11  Última hora: Câmara cancela eventos e fecha equipamentos municipais
»  2020-03-26  COVID: atendimento mais próximo é no Entroncamento
»  2020-03-18  Mundo suspenso, cidade suspensa, vidas suspensas
»  2020-03-30  Águas do Ribatejo: 500 mil em medidas de apoio a particulares e empresas