• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Segunda, 24 de Setembro de 2018
Pesquisar...
Qui.
 33° / 22°
Períodos nublados
Qua.
 34° / 19°
Céu limpo
Ter.
 36° / 22°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  38° / 18°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Autárquicas: “Sinto que as pessoas anseiam por uma política de proximidade”, Vítor Borges da Costa

Sociedade  »  2017-09-24 

Candidato do PSD à câmara municipal da Golegã

Como avalia o exercício do actual presidente neste último mandato (2013-2107)? Aponte alguns aspectos que não tenham corrido bem e como teria agido se fosse presidente da câmara.
Na minha opinião, as medidas programáticas deste executivo do PS pecaram por uma orientação algo difusa face ao compromisso eleitoral de 2013. Matérias essenciais ao concelho, como o cuidado e preservação do espaço público, ou a total ausência de um plano de mobilidade sustentável, uma inércia total nas políticas viradas para a cultura, medidas insuficientes relativamente às questões ambientais e uma total ausência de um plano de captação de investimentos na vertente empresarial, são aspetos que merecem a minha crítica e discordância.

Além disso, notei sempre, ao longo destes 4 anos, uma péssima orientação dos recursos humanos e uma evidente falta de capacidade de motivação dos colaboradores da Câmara.

Outro dos aspetos que merece a minha crítica, está relacionado com a teimosia e insensibilidade do Presidente da Câmara, em finais de 2014, no caso dos empréstimos BEI, que deveriam ter servido para amenizar a dívida a fornecedores, ao invés da intenção de usar essas verbas para realização de mais obras. A Assembleia acabou por chumbar esses empréstimos, de cerca de 0.5M€, porque o Presidente nunca quis saber ouvir a oposição e teve, nessa ocasião, uma atitude prepotente e pouco responsável.

Não fui Presidente da Câmara nesse período, mas como deve calcular, agiria de forma absolutamente oposta, nas questões que acima referi. Além disso, teria feito questão de ter desenvolvido um mandato de muito maior proximidade com as pessoas.

 

Passado o ciclo das grandes obras e do essencial dos fundos comunitários, que panorama antevê para o seu concelho em termos de apostas de médio prazo? Qual vai ser a sua agenda?
Sinto que as pessoas anseiam por uma política de proximidade, em que os seus problemas mais básicos sejam resolvidos com celeridade. É minha convicção que são necessárias respostas direcionadas às Pessoas e às Empresas, visando a obtenção de um clima de coesão social e de desenvolvimento económico, pilares determinantes para a construção de uma sociedade equilibrada, justa e dinâmica.

São necessárias medidas integradas de captação de investimento na vertente empresarial; de atratividade e fixação de população jovem de forma a resolver os desequilíbrios demográficos existentes; de potenciação da economia social aproveitando a sua capacidade para gerar emprego; de uma política potenciadora das nossas capacidades na vertente do turismo. Será uma agenda muito imaterial, mas com uma visão estruturada e estruturante, virada ao desenvolvimento económico e social.

Se for eleito, indique cinco medidas de realização imediata para os primeiros três meses e outras tantas de cariz estruturante ou grandes investimentos de que o concelho necessite.
Sabendo-se que os RH são a maior riqueza de qualquer organização, é imperativo agir de forma rápida e eficaz para a sua valorização e motivação, melhorando assim as respostas aos cidadãos. Melhorar a mobilidade na vila da Golegã, com a reabertura ao trânsito na Rua D. João IV e com alterações no Bairro do Carrapital, serão duas das primeiras medidas.

O reforço das relações com as Juntas de Freguesia será para nós uma prioridade, iniciando de imediato uma discussão aprofundada sobre a revisão dos contratos interadministrativos. Conceber e aprovar rapidamente uma carta da cultura, que permitirá ter uma visão integrada e um plano de ação realista e abrangente. Além disso, tomar providências imediatas com o Centro de Saúde e com a tutela, no sentido de discutirmos as evidentes lacunas ao nível do apoio médico nas freguesias de Azinhaga e Pombalinho. Esta é uma agenda exigente para os primeiros três meses, mas muito importante.

Em relação aos “grandes investimentos”, destacaria quatro: na Eficiência Energética, com processo de candidatura já iniciado; Reabilitação do Sistema de Saneamento Básico, nomeadamente ETARs e Estações Elevatórias; a reabilitação do Centro Escolar da Golegã e a Remodelação e Reabilitação do Cine-Teatro, tendo, claro, em conta, o estabelecimento prévio de um protocolo com o seu proprietário.

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Torres Novas homenageou Hugo Santos, o “alquimista dos sentidos” »  2018-09-22 

Hugo Santos, hospitalizado devido a um agravamento passageiro, espera-se, do seu estado de saúde, não pôde estar presente na homenagem que lhe foi promovida hoje, dia 22, no auditório municipal, perante muitas dezenas de amigos e admiradores.
(ler mais...)


ASAE mandou fechar “quiosque da Mónica” »  2018-09-21 

Uma brigada da ASAE, formada por cinco pessoas, irrompeu ao princípio da tarde de hoje, sexta-feira, pelo quiosque da Mónica, situado no largo dom Diogo de Almeida, em Torres Novas, e vasculhou o pequeno estabelecimento de cima a baixo no sentido de encontrar “desconformidades” de funcionamento.
(ler mais...)


PS chumba cadernos gratuitos para alunos do concelho, diz Bloco »  2018-09-13 

O Bloco de Esquerda voltou a propor, na Câmara Municipal, o alargamento da gratuitidade aos cadernos de actividades para os alunos e alunas do 1 e 2.º ciclo do ensino básico. “O PS votou contra chumbando esta medida e relegando o nosso município para uma posição imobilista face ao crescente número de autarquias que aprova medidas no sentido da gratuitidade da educação, na sua maioria geridas pelo PS”, diz o Bloco de Esquerda em comunicado.
(ler mais...)


Feira dos Frutos Secos: novidades com muitos espectáculos na praça dos Claras »  2018-09-12 

A 33.ª Feira Nacional dos Frutos Secos vai ter lugar de 28 de Setembro a 7 de Outubro, este ano na Praça 5 de Outubro e, novidade, na Praça dos Claras, onde decorrem os espectáculos, num cartaz de fazer inveja a muitos festivais de música tradicional.
(ler mais...)


João Quaresma questiona gestão do PS »  2018-09-11 

“É do nosso conhecimento que a Câmara tem levado a efeito algumas limpezas junto do leito do Rio Almonda. Foi o caso da intervenção junto do condominio Beira Rio e, recentemente, na Avenida João Martins de Azevedo, junto à ponte.
(ler mais...)


Torres Novas: município mantém programa de bolsas para alunos do “superior” »  2018-09-11 

A câmara municipal de Torres Novas anunciou a abertura do prazo e candidaturas com vista às bolsas de estudo para alunos do ensino superior, iniciativa que se destina exclusivamente a residentes no concelho de Torres Novas e que visa “favorecer a igualdade de oportunidades no acesso ao prosseguimento de estudos”.
(ler mais...)


Taça de Portugal: Torres Novas e Fátima repescados »  2018-09-11 

O CD Torres Novas e CD Fátima afinal vão continuar na Taça de Portugal. Os dois emblemas ribatejanos foram duas das 20  equipas repescadas pela Federação Portuguesa de Futebol e no dia 30 de Setembro jogam a segunda eliminatória da prova.
(ler mais...)


Torres Novas: apanhados a roubar no Continente »  2018-09-10 

Três indivíduos foram surpreendidos, no passado sábado, quando se preparavam para transportar uma quantidade de artigos de supermercado avaliados em mais de 1000 euros, sem pagar. O episódio aconteceu no passado dia 8 de Setembro, ao final da manhã.
(ler mais...)


Entrevista: “A exigência do público da televisão portuguesa ao nível da caracterização não é alta” »  2018-09-03 

Andreia Ferreira, de 26 anos, é natural de Torres Novas. Especializou-se em caracterização, na Makeup School, e ambiciona, no futuro, aparecer na ficha técnica de grandes produções de Hollywood. A caracterização de Brad Pitt em “O Estranho Caso de Benjamin Buttom” e a da criatura de “The shape of water”, são dois trabalhos que elege como do outro mundo e que não se importava nada de ter participado.
(ler mais...)


Covão do Feto: festas são já no próximo fim-de-semana »  2018-09-02 

As tradicionais e conhecidas festas em honra de Nossa Senhora dos Remédios, aqui bem perto em Covão do Feto, concelho de Alcanena, estão aí: o próximo fim-de-semana de 7, 8 e 9 de Setembro promete ser animado, em festejos cujo ponto alto é a procissão em honra da padroeira, no domingo, pelas quatro horas da tarde.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-09-21  ASAE mandou fechar “quiosque da Mónica”
»  2018-09-22  Torres Novas homenageou Hugo Santos, o “alquimista dos sentidos”