• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Quarta, 18 de Julho de 2018
Pesquisar...
Sáb.
 30° / 16°
Céu limpo
Sex.
 27° / 17°
Períodos nublados
Qui.
 26° / 16°
Céu nublado
Torres Novas
Hoje  26° / 16°
Céu nublado
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Autárquicas: “Sinto que as pessoas anseiam por uma política de proximidade”, Vítor Borges da Costa

Sociedade  »  2017-09-24 

Candidato do PSD à câmara municipal da Golegã

Como avalia o exercício do actual presidente neste último mandato (2013-2107)? Aponte alguns aspectos que não tenham corrido bem e como teria agido se fosse presidente da câmara.
Na minha opinião, as medidas programáticas deste executivo do PS pecaram por uma orientação algo difusa face ao compromisso eleitoral de 2013. Matérias essenciais ao concelho, como o cuidado e preservação do espaço público, ou a total ausência de um plano de mobilidade sustentável, uma inércia total nas políticas viradas para a cultura, medidas insuficientes relativamente às questões ambientais e uma total ausência de um plano de captação de investimentos na vertente empresarial, são aspetos que merecem a minha crítica e discordância.

Além disso, notei sempre, ao longo destes 4 anos, uma péssima orientação dos recursos humanos e uma evidente falta de capacidade de motivação dos colaboradores da Câmara.

Outro dos aspetos que merece a minha crítica, está relacionado com a teimosia e insensibilidade do Presidente da Câmara, em finais de 2014, no caso dos empréstimos BEI, que deveriam ter servido para amenizar a dívida a fornecedores, ao invés da intenção de usar essas verbas para realização de mais obras. A Assembleia acabou por chumbar esses empréstimos, de cerca de 0.5M€, porque o Presidente nunca quis saber ouvir a oposição e teve, nessa ocasião, uma atitude prepotente e pouco responsável.

Não fui Presidente da Câmara nesse período, mas como deve calcular, agiria de forma absolutamente oposta, nas questões que acima referi. Além disso, teria feito questão de ter desenvolvido um mandato de muito maior proximidade com as pessoas.

 

Passado o ciclo das grandes obras e do essencial dos fundos comunitários, que panorama antevê para o seu concelho em termos de apostas de médio prazo? Qual vai ser a sua agenda?
Sinto que as pessoas anseiam por uma política de proximidade, em que os seus problemas mais básicos sejam resolvidos com celeridade. É minha convicção que são necessárias respostas direcionadas às Pessoas e às Empresas, visando a obtenção de um clima de coesão social e de desenvolvimento económico, pilares determinantes para a construção de uma sociedade equilibrada, justa e dinâmica.

São necessárias medidas integradas de captação de investimento na vertente empresarial; de atratividade e fixação de população jovem de forma a resolver os desequilíbrios demográficos existentes; de potenciação da economia social aproveitando a sua capacidade para gerar emprego; de uma política potenciadora das nossas capacidades na vertente do turismo. Será uma agenda muito imaterial, mas com uma visão estruturada e estruturante, virada ao desenvolvimento económico e social.

Se for eleito, indique cinco medidas de realização imediata para os primeiros três meses e outras tantas de cariz estruturante ou grandes investimentos de que o concelho necessite.
Sabendo-se que os RH são a maior riqueza de qualquer organização, é imperativo agir de forma rápida e eficaz para a sua valorização e motivação, melhorando assim as respostas aos cidadãos. Melhorar a mobilidade na vila da Golegã, com a reabertura ao trânsito na Rua D. João IV e com alterações no Bairro do Carrapital, serão duas das primeiras medidas.

O reforço das relações com as Juntas de Freguesia será para nós uma prioridade, iniciando de imediato uma discussão aprofundada sobre a revisão dos contratos interadministrativos. Conceber e aprovar rapidamente uma carta da cultura, que permitirá ter uma visão integrada e um plano de ação realista e abrangente. Além disso, tomar providências imediatas com o Centro de Saúde e com a tutela, no sentido de discutirmos as evidentes lacunas ao nível do apoio médico nas freguesias de Azinhaga e Pombalinho. Esta é uma agenda exigente para os primeiros três meses, mas muito importante.

Em relação aos “grandes investimentos”, destacaria quatro: na Eficiência Energética, com processo de candidatura já iniciado; Reabilitação do Sistema de Saneamento Básico, nomeadamente ETARs e Estações Elevatórias; a reabilitação do Centro Escolar da Golegã e a Remodelação e Reabilitação do Cine-Teatro, tendo, claro, em conta, o estabelecimento prévio de um protocolo com o seu proprietário.

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Concelho tem mais uma "centenária": Amália Moita, de Alcorochel »  2018-07-17 

Desde hoje, dia 18 de Julho, Torres Novas tem mais uma mulher a atingir a idade de 100 anos: trata-se de Amália Moita, natural de Alcorochel, aldeia onde sempre viveu, apesar de nas últimas décadas passar temporadas também em Torres Novas, em casa de uma das filhas.
(ler mais...)


Escola Maria Lamas: concurso público para primeira fase da obra já divulgado »  2018-07-16 

O anúncio do concurso público da primeira etapa das obras de recuperação da escola secundária Maria Lamas, em Torres Novas, foi publicado em Diário da República do dia 12 de Julho.

O projecto prevê uma intervenção nos balneários e da zona de cozinha e refeitório, no piso 0 do edifício do ginásio, bem como a adaptação dos edifícios às normas legais, nomeadamente nos mecanismos de protecção contra incêndios, bem como as componentes térmica, redes eléctrica, de gás e de água e saneamento.
(ler mais...)


Ribeira da Boa de Água: o perfume especial para as noites de verão »  2018-07-14 

Tudo com dantes na Ribeira da Boa Água, afluente do rio Almonda: a poluição que suscitou, durante todo ano de 2017, muitas lutas e milhares de discursos oficiais, voltou em força, impune, ofensiva, sem vergonha.
(ler mais...)


Riachos: GNR apanhou sete a “gamar” gasóleo »  2018-07-07 

Sete pessoas, uma das quais uma jovem de 15 anos, foram surpreendidas por militares da GNR depois de terem enchido nove jerricans com 180 litros de gasóleo, no parque de estacionamento de uma empresa de transportes, localizada na Zona Industrial de Riachos.
(ler mais...)


Morreu Valerie Picton Santos »  2018-07-06 

Morreu Valerie Picton Santos, proprietária do Centro de Línguas Britannia House de Torres Novas, conhecido estabelecimento de ensino da cidade. Valerie Picton, que tinha 72 anos, começou a trabalhar no ensino há décadas, ainda no antigo Centro de Línguas de Torres Novas, acabando por fundar, mais tarde, a sua própria escola.
(ler mais...)


A23: valor das portagens pode baixar mas apenas para camiões e veículos de mercadorias »  2018-07-03 

O valor das portagens na A23 pode vir a ser reduzido mas apenas para veículos pesados e de mercadorias, anunciou recentemente João Paulo Catarino, Presidente da Unidade de Missão de Valorização do Interior, um dos intervenientes do debate sobre "Os desafios da interioridade", que decorreu em Abrantes durante uma feira empresarial.
(ler mais...)


Triatlo: Ricardo Batista, “bronze” na Holanda »  2018-07-02 

Ricardo Batista conquistou a medalha de bronze na TAÇA DA EUROPA DE TRIATLO realizada na cidade de Holten, na Holanda, no sábado, 30 de Junho, ao serviço da selecção nacional de Triatlo em juniores. “Mais um resultado brilhante para o TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS, e também para o triatlo português”, regista o clube em nota de imprensa.
(ler mais...)


Fausto: o génio vem sábado ao Virgínia »  2018-06-26 

Fausto Bordalo Dias, um dos mais geniais músicos e compositores da música portuguesa das últimas décadas, vem ao Teatro Virgínia no dia 30 de Junho, sábado, para apresentar “Trilogia”, uma espécie de síntese dos três grandes discos que o cantautor produziu sob a temática das viagens marítimas portuguesas e da expansão.
(ler mais...)


Saída de campo do “Projeto Rios” da ADPTN constata: Rio Almonda mantém níveis de poluição, apesar das chuvadas de Maio »  2018-06-25 

“Foi com alguma surpresa que o grupo da Associação de Defesa do Património do Projeto Rios se confrontou com os resultados da saída de campo realizada no passado sábado, dia 16 de Junho”, começa por avançar uma nota da associação.
(ler mais...)


Riachos: As Aventuras de Tartan »  2018-06-23 

O que a princípio pareceu um roubo, afinal, não passou de um mal-entendido. No primeiro fim-de-semana de Junho, as pistas de tartan que estavam instaladas junto ao pavilhão gimnodesportivo, em Riachos, foram carregadas para Torres Novas por pessoas alegadamente ligadas à União Desportiva e Recreativa da Zona Alta.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-07-17  Concelho tem mais uma "centenária": Amália Moita, de Alcorochel
»  2018-07-14  Ribeira da Boa de Água: o perfume especial para as noites de verão
»  2018-07-16  Escola Maria Lamas: concurso público para primeira fase da obra já divulgado