• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sábado, 18 Janeiro 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Ter.
 14° / 5°
Céu nublado
Seg.
 11° / 4°
Períodos nublados
Dom.
 15° / 6°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  18° / 10°
Céu nublado com chuva moderada
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

A capa rasgada de São Martinho, por Inês Vidal

Sociedade  »  2019-11-21 

Sou uma ribatejana fajuta. Nasci numa cidade que poderia estar em qualquer ponto do país, sem grandes raízes, vínculos ou características que a tornem parte indissociável de sítio algum. Sou daqui, como poderia ser de outro local. Sou ribatejana como poderia ser minhota, sou portuguesa como poderia ser castelhana, sou do centro como poderia ser do norte. Não há Mondego que me limite o caminho, não houve mouros que me definissem a alma. Admito que tudo aquilo que sou possa ser influenciado por todo este ambiente que me rodeia, mas prefiro não me limitar a ser daqui. Escolho o mundo.

Mas já estou a divagar. Não sou ribatejana de gema, como dizia. Não gosto de touradas, de água-pé só às vezes, e cavalos, esses, apenas quando os vejo cavalgar na planície, carregando cowboys rebeldes que mascam tabaco, com as suas cafeteiras de inox usado penduradas na sela.

Aqui mesmo ao lado, na Golegã, vive-se o São Martinho à boa moda ribatejana. Pelo menos, à moda do que é suposto ser um ribatejano de gema nos dias que correm. Foram buscar-se as raízes ribatejanas de outrora e a elas se juntou um pincelar moderno, “bem”, a roçar o chique. E assim se tornou um São Martinho, que deveria homenagear o santo que do alto do seu cavalo rasgou a sua capa para a partilhar com um mendigo num dia frio de Inverno, numa festa de élites, onde se contam as amazonas mais chiques, as samarras mais bonitas e os chapéus com as plumas mais vistosas. Nem todos nos sentimos bem no São Martinho da Golegã. É fácil até sentirmo-nos a mais, por nos sentirmos tão menos do que os que tão bem e bonitos parecem, num tempo em que o parecer parece valer mais do que o ser.

Não deixa de ser irónico que essas tais samarras, dress code praticamente obrigatório da feira do cavalo da Golegã, nos cheguem da casa Peixoto, de Penafiel. Penafiel, essa cidade do distrito do Porto que também por esta altura se engalana para homenagear São Martinho, numa festa que à maioria de nós não diz nada. Nunca ouvimos falar. Passa-nos ao lado.

A vida levou-me lá por estes dias. A mim, que desde sempre me lembro de fugir do São Martinho na minha região. Reticente de início, preconceituosa à partida pela única forma como havia visto comemorar a efeméride, acabei por ir. A verdade é que em Penafiel se respira um santo diferente e não deixa de ser fascinante para quem gosta de pensar as pessoas, ver como a mesma causa pode ser vivida de formas tão diferentes.

Em Penafiel abre-se o vinho novo, não faltam as castanhas ou o cariz religioso que a efeméride acarreta e por cá está meio adormecido. A festa sai à rua durante mais de uma semana e com ela as pessoas. Muitas. E são as pessoas que fazem a festa de Penafiel, pessoas como eu e quem me lê, sem pretensões a mais nada do que a ser pessoas, pessoas iguais àquelas que São Martinho ajudou naquele dia em que o Inverno se tornou Verão. Em Penafiel, louvam-se as raízes, orgulhosamente, sem nada que as desvirtue, sem quaisquer intenções de as tornar em raízes que não foram.

Não sei se a explicação para tamanha diferença será geográfica, se o norte difere assim tanto do sul, se as pessoas se moldam de tal forma aos sítios onde nascem, se há efectivamente um regionalismo que se torna visível nestas práticas básicas do nosso quotidiano.

Não sei se será um rio que se atravessa, suficiente para justificar a diferença abismal entre duas festas com o mesmo nome e apenas um coração. Mas a verdade é que não poderia haver festividades mais separadas entre si, qual capa rasgada de São Martinho.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Ginásio de Riachos: 20 anos depois, já há ante-projecto »  2020-01-16 

Pendurado há 20 anos, aquando da construção do pavilhão gimnodesportivo de Riachos, o ginásio anexo parece estar agora um pouco mais perto de se tornar realidade. Na reunião de ontem do executivo municipal, foi aprovado por unanimidade “o ante-projecto de arquitectura e especialidades relativos à 2.
(ler mais...)


Torres Novas na devolução do IVA: ANMP assinala disparidades no parecer sobre o orçamento de Estado »  2020-01-15 

No seu parecer habitual à proposta de lei do orçamento de Estado, a Associação Nacional de Municípios Portugueses questiona o Governo sobre os montantes da devolução de parte do IVA cobrado nos municípios e assinala, directamente, o caso de Torres Novas.
(ler mais...)


PS quer derreter 700 mil em 160 metros de rua »  2020-01-13 

A pretexto de implantar um troço de ciclovia, a maioria socialista quer destruir completamente o arranjo da rua 25 de Abril e enterrar mais de 700 mil euros em 160 metros de via. O resto do concelho assiste.

A ideia de uma ciclovia para Torres Novas vinha de vez em quando à cabeça de alguns, apesar de a cidade não ter tradições alguma no uso da bicicleta (raramente se vê uma) e de a sua topografia não aconselhar tal tipo de recurso.
(ler mais...)


Vale da Serra: moradores preocupados com funcionamento da ETAR »  2020-01-09 

Os moradores de Vale da Serra, Pedrógão, estão preocupados com as águas que estão a ser bombeadas da ETAR para terrenos públicos e privados confinantes com a estação de tratamento de águas residuais.
(ler mais...)


Bombeiros: dificuldades na adesão ao voluntariado, problemas no socorro »  2020-01-09 

A primeira conclusão que se retira da assembleia geral da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos, realizada mesmo a fechar o ano, é que os torrejanos em geral e os associados da própria agremiação estão completamente alheados do seu presente e sobretudo do seu futuro: num universo de muitas centenas de sócios activos, não se compreende que numa reunião magna de prestação de contas não estejam presentes, ao menos, uma dúzia de associados que não sejam os membros dos corpos sociais, alguns elementos do comando ou bombeiros e um ou dois sócios de fora deste contexto.
(ler mais...)


Torres Novas: centro de saúde abrangido pelo plano de contingência »  2020-01-07 

O centro de saúde de Torres Novas está abrangido pelo Plano de Contingência Inverno, estando aquela unidade de saúde aberta até às 22 horas, apenas nos dias úteis, informa o Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo.
(ler mais...)


(ACTUALIZADA) - Orçamento de Estado: só Santarém, Abrantes e Ourém recebem mais que Torres Novas »  2020-01-06 

Sobre o caso da devolução da percentagem do IVA cobrado, a que abaixo se faz referência, o  JT tentou esclarecer a questão junto da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), que disse não ter acesso aos dados da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) que demonstrem e justifiquem, não somente o cálculo do valor global em causa, mas também a própria distribuição por Município.
(ler mais...)


CHMT: dezenas de novos médicos iniciaram funções no dia 3 »  2020-01-05 

“Estou grata porque tenho trabalhado com equipas que me ajudam a crescer. Espero que sejam muito felizes aqui”. Esta afirmação é de Ana Rita Sanches, médica especialista em Medicina Interna, que terminou a sua formação no CHMT e que deu o seu testemunho na sessão de boas-vindas aos novos internos que iniciaram esta semana o percurso neste Centro Hospitalar.
(ler mais...)


Directora do JT, amanhã na RTP1 »  2020-01-02 

Amanhã, sexta, por volta das 17h30, a directora do JT, Inês Vidal, vai estar em directo na RTP1, no programa "Portugal em Directo". Como já é habitual, Inês Vidal comentará alguns assuntos que fazem a actualidade local e regional.
(ler mais...)


Socialistas reafirmam extinção de farmácia em Alcorochel »  2019-12-24 

O assunto da deslocalização da farmácia de Alcorochel para o edifício Beira-Rio, em Torres Novas, voltou à reunião da Câmara, já que o INFARMED não ficou satisfeito com a justificação da maioria socialista ao seu parecer favorável, aprovado com os votos contra da oposição no passado mês de Outubro.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-12-20  Rio Almonda: cheia muito aquém do nível de 1989
»  2019-12-23  Montepio tem novos órgãos sociais: Luís Martins lidera administração
»  2020-01-06  (ACTUALIZADA) - Orçamento de Estado: só Santarém, Abrantes e Ourém recebem mais que Torres Novas
»  2020-01-02  Directora do JT, amanhã na RTP1
»  2020-01-13  PS quer derreter 700 mil em 160 metros de rua