• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Domingo, 09 Maio 2021    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qua.
 20° / 10°
Céu nublado com chuva fraca
Ter.
 18° / 9°
Períodos nublados
Seg.
 17° / 10°
Períodos nublados com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  19° / 11°
Períodos nublados com chuva moderada
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Renova reforça apoio a artistas nacionais: “O vosso talento traz valor à nossa marca”, salienta Paulo Pereira da Silva

Sociedade  »  2020-10-22 

Um violinista e artista visual, quatro bailarinos e coreógrafos e um compositor, oriundos de projectos distintos e criadores - ou criativos - de três propostas diferentes e desconhecidas dos restantes, vão encontrar-se no mesmo palco para, sob curadoria de Martim Sousa Tavares, levar ao público português, em 2021, um espectáculo de dança, que deverá percorrer diversas salas do país.

A “culpa”, essa, é da Renova, que no âmbito do seu projecto de apoio à produção artística - Renova Art Commissions - e integrado na missão da plataforma digital “Portugal entra em Cena”, nascida em Março deste ano com o objectivo de apoiar os artistas portugueses, desafiou os compositores e coreógrafos portugueses a apresentar uma performance sem qualquer limitação artística a não ser o mote, que não poderia ser outro: “Renova”.

O projecto “Portugal em Cena” apareceu no momento em que Portugal fechou as portas e trouxe mais uma vez a lume as condições precárias dos trabalhadores da cultura no país. Quem não trabalha, não ganha e muitas famílias sentiram na pele o resultado de vários meses de confinamento: espectáculos cancelados, salas com lotações reduzidas e a possibilidade eminente de ver tudo novamente encerrado a qualquer momento. Na prática, essa plataforma digital surgiu para espicaçar empresas privadas a apoiar artistas portugueses. A iniciativa poderia partir de qualquer um dos lados - ou criativos com ideias à procura de apoio para as concretizar ou empresas dispostas a investir na arte, à procura de criativos com ideais - bastava depois encontrar alguém que falasse a mesma língua.

Mais de vinte propostas chegaram à empresa torrejana, mas apenas três atingiram a fase final do projecto, que foi oficializada esta quarta-feira, dia 21 de Outubro, em cerimónia informal presidida pela ministra da cultura, Graça Fonseca: “Esta é a prova de como cada um de nós pode ter um papel activo na construção da cultura. Todos temos algo a ganhar com este diálogo que aqui nasce. Espero estar na primeira fila, quando este tríptico de Martim Sousa Tavares subir a cena”, elogiou a ministra.

Paulo Pereira da Silva, CEO da Renova, a quem ficará associada para sempre esta face mais colorida e criativa da empresa torrejana, contou como surgiu a ideia: “Há muito que tinha vontade de fazer algo ligado à música. Com o Covid, estava enclausurado quando me ligou a senhora ministra e me falou da plataforma Portugal em Cena. Aqui, resolvemos que seria a altura certa para concretizar essa vontade”.

Mas se este é, por um lado, um apoio aos artistas portugueses, que ninguém se engane, é também uma mais-valia para a empresa torrejana, como admitiu Paulo Pereira da Silva: “Mas não vejam isto como “caridadezinha”. Eu quero ganhar com o vosso talento. Ele ajuda-nos a abrir horizontes, traz-nos novas ideias, outra forma de ver o mundo. O vosso talento traz valor à nossa marca”.

Com a criatividade das duplas Carlos Zíngaro e Paula Pinto, Edward Ayres d’Abreu e Fernando Duarte, Nuno da Rocha e Margarida Belo da Costa e o apoio da Renova, caberá agora a Martim Sousa Tavares, curador do espectáculo, entrelaçar todas as ideias num só palco, num espectáculo que os portugueses esperam poder ver em cena já no próximo ano.

Inês Vidal

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Vexame: 20 milhões para o rio Nabão, 5 milhões para o Alviela, meio milhão para o Almonda »  2021-05-07 

É verdade que não passam de promessa do Governo para empurrar câmaras socialistas em ano de eleições. Mas mesmo no campeonato das promessas, Torres Novas é humilhada.

 Em meados de Abril, o Ministério do Ambiente anunciou querer travar a poluição do rio Nabão com um investimento de cerca de 20 milhões de euros, destinados a obras de infraestruturas de combate à poluição, cuja principal causa é atribuída à estação de tratamento de Seiça, no concelho de Ourém.
(ler mais...)


António Rodrigues vai a jogo: “Estou a concorrer só para presidente da Câmara” »  2021-05-04 

Candidata-se para vencer, não esconde, mas admite que não há vitórias antecipadas. Não concorre contra ninguém, apenas por amor a Torres Novas: “O movimento P’la Nossa Terra nasceu antes das autárquicas de 2017.
(ler mais...)


Tudo e mais alguma coisa sobre o jardim do Almonda Parque: 100 anos e muitas histórias »  2021-04-23 

Foi horta durante séculos, logo pegada à fábrica de chitas, depois “social club”, picadeiro da cavalaria, campo de jogos, recinto de feiras e mercados para ser trucidado por um parque de estacionamento. Na posta restante, fica agora um pequeno jardim.
(ler mais...)


Carpentier abandona assembleia, PS diz que não tem nada que ver com o assunto »  2021-04-19 

Depois de uma fuga para a frente alegando que o registo do domínio lhe fora pedido por uma organização de Odivelas (pesquisa permitiu saber que nada disso seria verídico), a situação estava a tornar-se insustentável para Nuno Carpentier (o primeiro na foto junto a António Gameiro).
(ler mais...)


Direito de Resposta: Carpentier diz-se perplexo com António Rodrigues »  2021-04-16 

“Ex.ma Sra. Diretora Inês Vidal

Remeto esta mensagem ao abrigo do direito de resposta (artigos 24º e seguintes da Lei n.º 2/99, de 13 de janeiro).

«No artigo que Jornal Torrejano publicou no dia 15 de abril de 2021 em http://www.
(ler mais...)


Escândalo político: Rodrigues diz-se vítima de “usurpação” de domínio de email da campanha por dirigente do PS de Torres Novas »  2021-04-15 

A comprovar-se tudo o que está em causa neste episódio em que se cruzam a campanha de António Rodrigues e um dirigente do PS torrejano, trata-se de um escândalo político sem precedentes, envolvendo tentativa de boicote e espionagem política.
(ler mais...)


Renova sugere edição especial de guardanapos para o Dia da Mãe »  2021-04-15 

O Dia da Mãe está a chegar e com ele surgem as dúvidas sobre a melhor forma de surpreender a as mães. Para celebrar este dia especial, a Renova sugere que os filhos mais criativos, com a ajuda preciosa dos pais e da família, possam personalizar online os seus próprios guardanapos, usando as suas fotos e adicionando um texto, à medida da sua imaginação.
(ler mais...)


Boletim diário covid-19, quarta-feira, 14 de Abril: 6 casos na sub-região »  2021-04-14 

Nos últimos dias a situação pandémica nos concelhos da sub-região do Médio Tejo dá conta de um reduzido número de novos contágios declarados. No dia 12, registaram-se 6 casos, 3 em Abrantes e 3 em Tomar.
(ler mais...)


O Moinho da Fonte: a antiga povoação, a fábrica de papel e o rio Almonda – apontamentos históricos »  2021-04-13 

A pequena povoação do Moinho da Fonte (freguesia de Pedrógão) já era nos anos 30 e hoje seria ainda, não fosse a expansão da fábrica de papel, a mais bonita aldeia do concelho de Torres Novas (na foto).
(ler mais...)


Maioria socialista empatou novo Intermarché durante dois anos »  2021-04-12 

 

A Câmara votou há dois anos, a execução de um plano de pormenor para Cancela do Leão, para onde está previsto o novo Intermarché, e a necessária suspensão do PDM, também por dois anos.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2021-04-15  Escândalo político: Rodrigues diz-se vítima de “usurpação” de domínio de email da campanha por dirigente do PS de Torres Novas
»  2021-04-13  O Moinho da Fonte: a antiga povoação, a fábrica de papel e o rio Almonda – apontamentos históricos
»  2021-04-23  Tudo e mais alguma coisa sobre o jardim do Almonda Parque: 100 anos e muitas histórias
»  2021-04-16  Direito de Resposta: Carpentier diz-se perplexo com António Rodrigues
»  2021-04-19  Carpentier abandona assembleia, PS diz que não tem nada que ver com o assunto