• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Segunda, 03 Outubro 2022    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qui.
 32° / 16°
Períodos nublados
Qua.
 32° / 16°
Céu limpo
Ter.
 32° / 15°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  31° / 14°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Alcatrão à maluca: para quem é bacalhau basta

Sociedade  »  2021-07-26 

A população de Alcorochel e de Charneca penou anos e anos por ver repavimentada a estrada (na verdade era uma picada) que liga as duas localidades. Chegados ao ano de eleições, lá veio o alcatrão a tresandar a caça aos votos, mas a habilidade não tinha sido perfeita e tinha o seu quê de bizarro.

Quando se pensava que o troço a repavimentar teria início no largo onde efectivamente começa a estrada para a Charneca, afinal o alcatrão seria colocado apenas no largo Alto Pina, deixando uns parcos 150 metros de fora, aquela linda paisagem de rua esventrada bem no coração da aldeia.

Mais pressão menos ameaça dos pobres indígenas, lá se reconsiderou e os 150 metros deixados para trás foram bafejados com a sorte que a foto documenta, bem como a rua do Alto Pina, que liga este largo ao Areeiro.

Mas, para a maioria instalada na Câmara de Torres Novas, as aldeias são uma espécie de sertão lá para o fim do mundo e os seus habitantes tratados como crianças, a quem se dá uma guloseima para os calar. Mas não, mesmo em aldeias como Alcorochel, as pessoas percebem que existem passeios, ou que deveriam existir passeios e que as ruas não servem só para passar carros. Assim como na cidade, lá em Torres Novas.

Eis então o alcatrão, de parede a parede, sem passeios (estamos a falar do centro da aldeia) para as pessoas se deslocarem ao largo, à farmácia ou às lojas. Tecnicamente, a via vai de parede a parede. Caso alguém seja atropelado, nada pode fazer, porque ninguém pode provar onde acaba a via para os veículos e começa o passeio ou a via pedonal, porque simplesmente não existem. É tudo para os carrinhos. Neste troço e no outro.

Em caso de acidente, resta às vítimas processarem cível e criminalmente o presidente da Câmara, o vereador do sector das obras e os técnicos que validaram um projecto de repavimentação de uma via no centro da aldeia sem lugar para as pessoas, e que é uma autêntica armadilha para os peões.

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Fábrica Grande: CDU fala de amiguismos e rejeita clínica privada naquele espaço »  2022-09-23 

A CDU de Torres Novas entendemos que a Câmara fez bem em adquirir as antigas instalações da fábrica de Fiação e Tecidos, mas a sua ocupação, com a instalação dos projectos anunciados, levanta muitas preocupações aos comunistas.
(ler mais...)


CDU defende refeições feitas pelas escolas »  2022-09-21 

A Câmara decidiu atribuir mais uma vez, a confecção das refeições escolares a uma empresa privada para o ano lectivo de 2022/23 e, no entender da CDU, “continua a privilegiar o interesse privado em detrimento do interesse público”.
(ler mais...)


Associação com seis meses vai receber, para já, 45 mil do município »  2022-09-14 

Inédito: uma associação que acaba de fazer seis meses de existência e não mostrou qualquer trabalho, vai receber já 15 mil euros e mais 30 mil euros por ano do município, para além de instalações, para “desenvolver os produtos de Torres Novas”.
(ler mais...)


Hospitais do CHMT reforçam actividade assistencial »  2022-09-11 

 


Os profissionais de saúde do CHMT responderam a 99.306 episódios de urgência no acumulado dos oito primeiros meses do ano, um marco histórico que se traduz num crescimento de 35% (ou mais 25.501 episódios, em valor absoluto) face ao período homólogo de 2021, e revela um aumento de um por cento acima do valor registado em 2019, ano de referência assistencial do Serviço Nacional de Saúde, diz nota de imprensa do cento hospitalar.
(ler mais...)


Ulme recebe o festival “Já Te Dou o Arroz” »  2022-09-11 

Quim Roscas e Zeca Estacionâncio, Azeitonas e Ruizinho do Acordeão são os cabeça de cartaz

 Entre 9 e 11 de setembro, a vila de Ulme, no concelho da Chamusca, recebe a segunda edição do festival “Já Te Dou o Arroz”, numa organização conjunta da Câmara Municipal da Chamusca e da Junta de Freguesia de Ulme.
(ler mais...)


Câmara já mudou para o edifício do antigo hospital »  2022-09-09 

Em nota de imprensa de ontem, dia 9 de Setembro, a câmara municipal de Torres Novas informa o público e os torrejanos que os novos Paços do Concelho já estão instalados no edifício do antigo hospital da Misericórdia.
(ler mais...)


Antigas instalações da Fiação poderão ser do Município: Fábrica Grande, um projecto para a próxima década e para muitos milhões de euros »  2022-08-28 

A confirmar-se a compra das antigas instalações da Companhia Nacional de Fiação e Tecidos, uma área de 30 mil metros quadrados em local privilegiado da cidade atravessado pelo rio Almonda, abre-se um mundo de possibilidades para dar corpo a um parque urbano que integre património e negócios, serviços e lazer.
(ler mais...)


Torres Novas: cinco mil euros para apoiar esterilização de cães e gatos »  2022-08-16 

 Termina no dia 15 de Setembro o prazo para entrega das candidaturas ao programa de apoio financeiro para esterilização de animais de companhia, no caso cães e gatos, machos e fêmeas. O município reservou para 2022 uma verba de cinco mil euros destinados ao reembolso financeiro que são de 87,50 euros para esterilização de cadelas, 75 euros para esterilização de cães, 50 euros para esterilização de gatas e 25 euros para esterilização de gatos.
(ler mais...)


Alcanena: Museu do Curtume conserva materiais »  2022-08-16 

Tiveram início, no dia 2 de Agosto, os trabalhos de conservação, higienização e desinfestação do espólio em madeira do Museu do Curtume. O edifício do museu alberga um espólio que conta a história e a própria evolução do saber-fazer e da indústria dos curtumes no concelho de Alcanena e que constitui um dos mais importantes testemunhos para a constituição do futuro núcleo museológico do “Projecto Couros”.
(ler mais...)


Fundação dá prémio ao melhor aluno admitido medicina »  2022-08-16 

A Fundação Maria Isabel e Renato Gameiro atribui, a partir de 2022 e com carácter anual, o prémio “Dr. Renato Gameiro”, no valor pecuniário de 1.500 euros, ao aluno que seja admitido no curso de medicina com a melhor classificação.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2022-09-14  Associação com seis meses vai receber, para já, 45 mil do município
»  2022-09-09  Câmara já mudou para o edifício do antigo hospital
»  2022-09-11  Hospitais do CHMT reforçam actividade assistencial
»  2022-09-11  Ulme recebe o festival “Já Te Dou o Arroz”
»  2022-09-21  CDU defende refeições feitas pelas escolas