• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Segunda, 03 Outubro 2022    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qui.
 32° / 16°
Períodos nublados
Qua.
 32° / 16°
Céu limpo
Ter.
 32° / 15°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  31° / 14°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Maioria socialista empatou novo Intermarché durante dois anos

Sociedade  »  2021-04-12 

 

A Câmara votou há dois anos, a execução de um plano de pormenor para Cancela do Leão, para onde está previsto o novo Intermarché, e a necessária suspensão do PDM, também por dois anos. Passado este tempo, a maioria socialista nem sequer adjudicou o plano de pormenor e perante o cenário que criou, diz que “o Bloco não gosta de hipermercados”. O Bloco fala de incompetência.

 O assunto foi o ponto forte da reunião extraordinária do executivo municipal de 18 de Março, dedicada exclusivamente a debater e votar a prorrogação, por mais um ano, do prazo para a execução de um plano de pormenor necessário à implantação do novo Intermarché na Cancela do Leão, antiga fábrica Alves das Lãs.

O vice-presidente e vereador do urbanismo preparava-se para sair da situação de mansinho, “que era uma coisa muito simples”, “era só a prorrogação do prazo para a execução do plano de pormenor”, pensando que tudo se resolveria em dois minutos. Só que a oposição, de forma veemente por Helena Pinto e também por João Quaresma, quis saber porque se chegara a esta situação e que os socialistas dissessem o que já estava feito.

O que já estava feito? Nada. Zero. O plano de pormenor ainda nem sequer tinha sido iniciado. Mais: segundo disse o próprio Luís Silva na reunião, nem sequer tinha sido adjudicado.

Helena Pinto apresentou logo de início a sua total discordância com a forma como este assunto foi apresentado à Câmara Municipal: “falta de preparação, falta de informação e completa ausência de sentido de responsabilidade de quem exerce um cargo público por via de eleição”, isto é, não havia nada a historiar ou enquadrar o assunto.

Em segundo lugar, a vereador sublinhou “a forma extraordinária com que o PS decidiu camuflar as suas responsabilidades, atacando o BE de uma forma inusitada e completamente descabida – “o BE é contra o Intermarché”, quando no início da reunião, na tentativa nada bem-sucedida de apresentar o assunto, o vice-presidente Luís Silva, afirmou que a questão em causa (Plano de Pormenor) tinha sido aprovado sem votos contra”.

A conclusão é simples e clara, diz o Bloco: “Durante 2 anos (!!) não foi dado cumprimento a uma decisão da Câmara Municipal e ao compromisso assumido com o promotor do investimento. Dois anos!”

Uma vez chegado o fim do prazo, criticou Helena Pinto, o vice-presidente (responsável directo) mas também o presidente, deveriam ter apresentado o assunto nas suas diversas dimensões, reconhecendo que se falhou, assumindo a responsabilidade e propondo que a Câmara votasse a prorrogação do prazo. Mas não foi isso que aconteceu e perante as questões colocadas pela vereadora, às quais não responderam, decidiram criar uma distracção dizendo que o BE é contra aquele investimento em particular.

Um processo com barbas socialistas

Em 11 de Dezembro 2018 a Câmara decide propor à Assembleia Municipal a suspensão parcial do PDM para construção de edifício industrial – PROUNIVA nos Mesiões, que deveria primeiro recolher parecer da CCDRLVT, conforme determina a legislação e decide ainda na mesma reunião a “Elaboração do Plano de Pormenor da Cancela do Leão”.

A primeira decisão segue para a CCDRLVT e a segunda para publicação em Diário da República, o que vem a acontecer em 28 de Março de 2019. A reunião de Câmara de 2 de Abril de 2019 aprova a suspensão parcial do PDM e medidas preventivas – corrigidas por força do parecer da CCDRLVT e envia para a Assembleia Municipal. A Assembleia Municipal reúne a 22 de Abril de 2019 aprova a suspensão parcial do PDM e as medidas preventivas e envia para publicação em Diário da República, o que vem a acontecer em 20 de Maio 2021.

Ambas as decisões têm um prazo de 2 anos, prorrogável por mais 1 ano.

O tempo passa, o prazo chega ao limite e não existe Plano de Pormenor. Veio agora, por isso, o vice-presidente propor a prorrogação do prazo para a elaboração do plano de pormenor por mais um ano, possibilidade prevista na legislação e nos documentos aprovados, mas que no mínimo precisava de ser acompanhada por uma explicação, disse a vereador do Bloco, incluindo a explicação de nada ter sido feito durante dois anos.

A suspensão parcial do PDM e as medidas preventivas caducam em 20 de Maio de 2021, ou seja, a decisão que permite que ali se construa o Intermarché, caduca no próximo mês de Maio.

Perante o exposto deveriam ter sido explicadas, diz Helena Pinto,  todas as dimensões deste processo e não apenas a “prorrogação do prazo para a elaboração do PP”. Em Maio é forçoso que o assunto volte à Câmara. “Ficámos sem saber quem vai fazer o Plano de Pormenor. A Câmara? Uma empresa? Como vai ser o “concurso”? Quanto vai custar? Mas ficámos agora a saber que falta a “avaliação de impacto ambiental” e o “projecto de arranjos e acessos exteriores”. Certamente que o promotor espera e desespera…”

Na referida reunião, e face à acusação de Pedro Ferreira de que o BE é contra os hipermercados, a vereadora do Bloco disse que “o BE foi e é contra a escandalosa redução de taxas decididas pela Câmara e Assembleia Municipal, no valor de cerca de 90 mil euros, ao Intermarché, quando o comércio local vive a maior crise de sempre”.

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Fábrica Grande: CDU fala de amiguismos e rejeita clínica privada naquele espaço »  2022-09-23 

A CDU de Torres Novas entendemos que a Câmara fez bem em adquirir as antigas instalações da fábrica de Fiação e Tecidos, mas a sua ocupação, com a instalação dos projectos anunciados, levanta muitas preocupações aos comunistas.
(ler mais...)


CDU defende refeições feitas pelas escolas »  2022-09-21 

A Câmara decidiu atribuir mais uma vez, a confecção das refeições escolares a uma empresa privada para o ano lectivo de 2022/23 e, no entender da CDU, “continua a privilegiar o interesse privado em detrimento do interesse público”.
(ler mais...)


Associação com seis meses vai receber, para já, 45 mil do município »  2022-09-14 

Inédito: uma associação que acaba de fazer seis meses de existência e não mostrou qualquer trabalho, vai receber já 15 mil euros e mais 30 mil euros por ano do município, para além de instalações, para “desenvolver os produtos de Torres Novas”.
(ler mais...)


Hospitais do CHMT reforçam actividade assistencial »  2022-09-11 

 


Os profissionais de saúde do CHMT responderam a 99.306 episódios de urgência no acumulado dos oito primeiros meses do ano, um marco histórico que se traduz num crescimento de 35% (ou mais 25.501 episódios, em valor absoluto) face ao período homólogo de 2021, e revela um aumento de um por cento acima do valor registado em 2019, ano de referência assistencial do Serviço Nacional de Saúde, diz nota de imprensa do cento hospitalar.
(ler mais...)


Ulme recebe o festival “Já Te Dou o Arroz” »  2022-09-11 

Quim Roscas e Zeca Estacionâncio, Azeitonas e Ruizinho do Acordeão são os cabeça de cartaz

 Entre 9 e 11 de setembro, a vila de Ulme, no concelho da Chamusca, recebe a segunda edição do festival “Já Te Dou o Arroz”, numa organização conjunta da Câmara Municipal da Chamusca e da Junta de Freguesia de Ulme.
(ler mais...)


Câmara já mudou para o edifício do antigo hospital »  2022-09-09 

Em nota de imprensa de ontem, dia 9 de Setembro, a câmara municipal de Torres Novas informa o público e os torrejanos que os novos Paços do Concelho já estão instalados no edifício do antigo hospital da Misericórdia.
(ler mais...)


Antigas instalações da Fiação poderão ser do Município: Fábrica Grande, um projecto para a próxima década e para muitos milhões de euros »  2022-08-28 

A confirmar-se a compra das antigas instalações da Companhia Nacional de Fiação e Tecidos, uma área de 30 mil metros quadrados em local privilegiado da cidade atravessado pelo rio Almonda, abre-se um mundo de possibilidades para dar corpo a um parque urbano que integre património e negócios, serviços e lazer.
(ler mais...)


Torres Novas: cinco mil euros para apoiar esterilização de cães e gatos »  2022-08-16 

 Termina no dia 15 de Setembro o prazo para entrega das candidaturas ao programa de apoio financeiro para esterilização de animais de companhia, no caso cães e gatos, machos e fêmeas. O município reservou para 2022 uma verba de cinco mil euros destinados ao reembolso financeiro que são de 87,50 euros para esterilização de cadelas, 75 euros para esterilização de cães, 50 euros para esterilização de gatas e 25 euros para esterilização de gatos.
(ler mais...)


Alcanena: Museu do Curtume conserva materiais »  2022-08-16 

Tiveram início, no dia 2 de Agosto, os trabalhos de conservação, higienização e desinfestação do espólio em madeira do Museu do Curtume. O edifício do museu alberga um espólio que conta a história e a própria evolução do saber-fazer e da indústria dos curtumes no concelho de Alcanena e que constitui um dos mais importantes testemunhos para a constituição do futuro núcleo museológico do “Projecto Couros”.
(ler mais...)


Fundação dá prémio ao melhor aluno admitido medicina »  2022-08-16 

A Fundação Maria Isabel e Renato Gameiro atribui, a partir de 2022 e com carácter anual, o prémio “Dr. Renato Gameiro”, no valor pecuniário de 1.500 euros, ao aluno que seja admitido no curso de medicina com a melhor classificação.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2022-09-14  Associação com seis meses vai receber, para já, 45 mil do município
»  2022-09-09  Câmara já mudou para o edifício do antigo hospital
»  2022-09-11  Hospitais do CHMT reforçam actividade assistencial
»  2022-09-11  Ulme recebe o festival “Já Te Dou o Arroz”
»  2022-09-21  CDU defende refeições feitas pelas escolas