• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quarta, 27 Outubro 2021    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sex.
 20° / 15°
Céu nublado com chuva moderada
Qui.
 25° / 10°
Céu nublado
Qua.
 26° / 12°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  26° / 11°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Autárquicas 2021: CDU avança com Guedelha para recuperar lugar na vereação

Sociedade  »  2021-05-17 

Nuno Guedelha, de 45 anos, é o cabeça-de-lista da CDU à câmara municipal de Torres Novas nas próximas eleições autárquicas. Este é o quarto candidato conhecido, depois de Tiago Ferreira (PSD), Pedro Ferreira (PS) e António Rodrigues (independente). Para Guedelha, Rodrigues e Ferreira são candidatos que não acrescentam nada de novo.

 A apresentação do candidato da CDU à câmara municipal de Torres Novas decorreu numa sessão pública, no passado sábado, 15 de Maio, no jardim da Liberdade, junto à Escola Prática de Polícia – um local com significado para os comunistas já que contém um monumento “singelo” aos “antifascistas” do concelho de Torres Novas.

 Nuno Guedelha, que ao longo dos últimos anos tem dividido a sua participação na vida política local entre a vereação (no anterior mandato em substituição de Filipa Rodrigues) e a assembleia municipal, actualmente, apresentou seis ideias fortes da sua candidatura.

 Tratar o concelho todo por igual sem discriminação das freguesias rurais em relação à cidade. “Só assim conseguiremos valorizar e promover o nosso território e inverter a tendência de desertificação das aldeias”.

O cabeça-de-lista da CDU prometeu mais apoio ao movimento associativo destacando o papel fundamental que tem. “A câmara municipal tem a obrigação de tratar cada uma das colectividades e associações como um parceiro de valor”.

 Guedelha anunciou ainda como prioritário a preservação da identidade do concelho, como o monumento das pegadas de dinoussáurios ou a Vila Cardilium. A defesa do rio Almonda, desde a nascente à foz, desejando que o mesmo possa ser navegável no maior percurso possível, foi também apontado como um eixo central.

 O apoio às empresas locais e apoio à fixação de novas empresas que tragam emprego qualificado foi outra das ideias fortes anunciadas e, por fim, Nuno Guedelha apontou a transparência nos serviços municipais como a mais urgente de todas as medidas. E focou-se na divisão de urbanismo.

 “Todos conhecemos casos de pessoas que querem construir ou fazer alterações na habitação e que desesperam semanas, meses e anos por uma decisão. Este arrastar de processos é injustificável e levanta suspeitas de promiscuidade. Queremos inverter essa prática”.

 Nesta sessão esteve presente o deputado à Assembleia da República António Filipe e foi anfitrião Manuel Ligeiro, o mandatário da candidatura da CDU para o concelho de Torres Novas.

 “CDU faz falta no executivo”

 Guedelha encara esta candidatura como um enorme desafio pessoal já que decorre num momento de adversidade para a coligação, que tem registado resultados eleitorais desfavoráveis não só em Torres Novas como no país. “Não ficaria bem comigo se não aceitasse o convite nestes tempos que não se avizinham fáceis. Se há altura que se deve lutar é agora. É certamente um grande desafio”.

Para o candidato a eleição de um vereador é um objectivo alcançável “mas o nosso compromisso é tentar convencer as pessoas, explicar o nosso projecto e dizer-lhes ao que vamos. O resto não depende de nós. Se depois as pessoas votam em nós, isso já está fora do nosso controlo”.

 “Estes quatro anos mostraram que a CDU faz falta no executivo. Ficaremos satisfeitos que tivermos uma voz na câmara mas se tivermos duas ou três vozes, ficaremos ainda mais satisfeitos”, acrescentou. Sobre o leque de candidatos já conhecidos, Guedelha diz que António Rodrigues e Pedro Ferreira não acrescentam nada de novo a Torres Novas.

“Estes anos têm sido marcados por políticas assentes em reparar as más decisões. Candidatamo-nos com a certeza de que conseguiremos dar uma nova esperança, a que os torrejanos ambicionam. E só com o reforço da CDU a podem alcançar”.

 Cristina Tomé encabeça a lista dos comunistas à Assembleia Municipal. Nesta fase, anunciaram os responsáveis, já existe cerca de uma centena de pessoas para a elaboração das listas aos diversos órgãos autárquicos do concelho e o objectivo é concorrer a todas as assembleias de freguesia. Porém, há algumas em o processo está mais dificultado, admitem. E.B.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


O poder do povo - anabela santos »  2021-10-17 

Dia 26 de Setembro, dia de Eleições Autárquicas e o povo, exercendo um direito e a cidadania, sai à rua dirigindo-se às urnas para depositar, de acordo com a sua consciência, o voto nos candidatos que considera que melhor responderão às necessidades da sua freguesia e concelho.
(ler mais...)


Voto inútil - mariana varela »  2021-10-17 

Os resultados das eleições do passado dia 26 de Setembro, às quais se candidataram uma quantidade considerável de forças políticas, revelam que a maioria dos torrejanos escolheu, mais uma vez, ser representada pelo Partido Socialista (PS) nos órgãos autárquicos.
(ler mais...)


Deus santo misericordioso: faltava esta! »  2021-10-14 

Não, hoje não há palhaços. Tenham paciência. Todos os que enviam mails indignados a perguntar “se não denunciam isto”, “uma vergonha”, todos os que mandam mensagens, “é um escândalo”, todos os que dizem por trás e calam-se, “que isto é o fim”, "porque não fizeram o mesmo que na casa reconstruída ao pé da Câmara, esta palhaçada medonha dentro de uma sala para o efeito e não em cima do telhado", a todos esses ofendidos, indignados e humilhados, pessoas e instituições do ramo, a toda essa gente capaz de rasgar as vestes desde que ninguém veja, fica dito: não, hoje não há palhaços.
(ler mais...)


Torres Novas/Autárquicas: freguesias, PSD/CDS em segundo (correcção) »  2021-10-07 

Uma distração motivada pelo facto de, no portal do eleitor, os resultados globais do concelho para as assembleias de freguesia ter sido apresentado globalmente, colocando no mesmo saco “Grupos de Cidadãos” (GIFA, MPNT, etc) levou-nos ao erro: o movimento Pela Nossa Terra não teve mais votos que o PSD/CDS para as assembleias de freguesia, averbando 2555 votos contra os 3464 dos social-democratas e centristas.
(ler mais...)


Alcorochel: população na fila para o médico às 3 da manhã, médica atende sentada no passeio »  2021-10-06 

Após a aposentação, em Fevereiro, do médico que servia a população de Alcorochel e Parceiros da Igreja, a administração da saúde tem feito deslocar temporariamente uma médica, normalmente a Dr.
(ler mais...)


Torres Novas/Autárquicas: PS perde quase mil votos mas mantém maioria na Câmara – a análise e os resultados »  2021-10-03 

Eram 30 795 eleitores, só 17 375 foram às urnas. Votaram pelo PS 7 865 eleitores, votaram contra o PS 8 822 eleitores. Mas os 45% de votos nos socialistas deram-lhe 71% de lugares no executivo, regras do senhor Hondt. Na Assembleia Municipal, a oposição está em maioria, 11 contra 10 vogais do PS.
(ler mais...)


Torres Novas: PS mantém maioria absoluta na Câmara »  2021-09-26 

O eleitorado socialista não se partiu como seria de esperar, com a brecha aberta pelo Movimento Pela Nossa Terra, liderado pelo ex-presidente da Câmara, António Rodrigues, e deu a maioria absoluta ao PS, que elege pela terceira vez Pedro Ferreira como presidente da autarquia torrejana, mesmo perdendo cerca de 1 000 votos face a 2017.
(ler mais...)


Estrada do Doural: alcatrão já dá canas »  2021-09-21 

A polémica estrada rural do Doural, entre a Ribeira Ruiva e Lapas, que foi passada a alcatrão pelo presidente da Junta de São Pedro, Lapas e Ribeira contra todos os argumentos da oposição e apesar de se situar em zonas de REN e RAN, o que implicava autorização para a obra, continua a dar que falar, mas agora pelas melhores razões.
(ler mais...)


Cabeço do Soudo: “arraial sobre rodas” dia 18 »  2021-09-12 

 É já sábado que a povoação de Cabeço do Soudo realiza uma iniciativa peculiar: na impossibilidade prática de se fazer a festa como nos tempos de antes da pandemia, a opção terá a forma de uma arruada, a partir das 16 horas de sábado, com um veículo que iniciará uma viagem que percorrerá as aldeias de Rexaldia, Pena e Casal da Pena e terminará, exactamente, no Cabeço do Soudo.
(ler mais...)


Bateu no fundo: vereador do urbanismo promove empreendimento imobiliário »  2021-09-03 

Quando se pensava que já nada mais era possível, que a loucura política tinha ultrapassado todos os limites, a maioria socialista afunda-se na credibilidade e na idoneidade políticas em mais um escândalo de envergonhar qualquer plateia.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2021-10-06  Alcorochel: população na fila para o médico às 3 da manhã, médica atende sentada no passeio
»  2021-10-14  Deus santo misericordioso: faltava esta!
»  2021-10-03  Torres Novas/Autárquicas: PS perde quase mil votos mas mantém maioria na Câmara – a análise e os resultados
»  2021-10-07  Torres Novas/Autárquicas: freguesias, PSD/CDS em segundo (correcção)
»  2021-10-17  Voto inútil - mariana varela