• SOCIEDADE  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Segunda, 26 de Junho de 2017
Pesquisar...
Qui.
 23° / 12°
Períodos nublados
Qua.
 26° / 14°
Períodos nublados com chuva fraca
Ter.
 29° / 15°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  30° / 12°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Assim não! – caderno primeiro

Opinião  »  2017-02-16  »  Gabriel Feitor

"Continuo a afirmar que não existe um projecto que sustente o desenvolvimento do concelho"

Poderia abordar na crónica desta semana a questão dos refugiados acolhidos em Alcanena – assunto que, curiosamente, preencheu o espaço político da semana que passou – e a sua a sensacional recepção que envergonhou todos quantos primam pelo bom senso. Mas não. Disso já me pronunciei publicamente nas redes sociais.

Esta semana optei por uma questão mais vasta surgida numa das múltiplas viagens que faço pelo concelho. O que mudou, afinal, em 8 anos onde era prometido o paraíso eterno? É o que abordarei ao longo das edições do Torrejano com os cadernos “Assim não!”.


1. O desenvolvimento económico
Relativamente à transparência garantida, Alcanena, de 2015 para 2016, desceu no ranking do Índice de Transparência Municipal elaborado pela TIAC, de 142º para 187º, estando neste momento em 10º lugar no universo de 13 municípios do Médio Tejo. Era esta a transparência que prometiam para que no website da Câmara Municipal não exista qualquer informação sobre as remunerações e despesas de representação dos 4 membros a tempo inteiro do executivo e dos 3 elementos do seu gabinete?


Outro ranking, elaborado pela “Bloom Consulting”, cujos indicadores medem a qualidade de vida, o turismo e o espaço para fazer negócios, colocou o município, em 2015, em 185º quando há pouco mais de 10 anos nos encontrávamos em 22º no estudo realizado pela UBI.


Falemos, porém, de casos concretos. No que diz respeito ao desenvolvimento económico do concelho, o que foi feito em relação aos prometidos mais de 240 hectares no nó da A1/A23 (inicialmente 36 hectares com a suspensão do PDM junto àquela zona)? Está em curso algum tipo de investimento? Que tipo de incentivos tem e que conversações já entoou o município? Infelizmente, até agora só contemplamos o deserto. Se o concelho continua a ter boa posição relativamente às exportações apenas e só à iniciativa privada se deve. Não existe um projecto de iniciativa de diversificação das actividades económicas nem tão-pouco de instalação das chamadas novas indústrias. Porque não largarmos de vez o não funcional e faz-de-conta Centro de Acolhimento de Iniciativa Empresarial e seguimos o conceito bem-sucedido das Startup, à semelhança de outros municípios?


Continuo a afirmar que não existe um projecto que sustente o desenvolvimento do concelho nos diversos sectores e que ateste as suas particulares potencialidades a médio/longo prazo. Não vai ser mais outro plano estratégico, encomendado a empresas e escritórios, propositadamente apenas para ir buscar fundos comunitários. Isso já foi feito e não deu resultado.
Precisamos de uma alternativa plural, séria e responsável.
Assim não!

 

 

 Outras notícias - Opinião


Água é essencial e fonte de vida »  2017-06-21  »  Juvenal Silva

A água é uma necessidade essencial para o organismo e o seu consumo deverá fazer parte dos nossos hábitos diários, durante todas as épocas do ano.

A época de verão merece uma particular atenção e não deveremos esperar pela sede para beber, mas ter o hábito de beber durante todo o dia.
(ler mais...)


Voltemos à ribeira da Boa Água »  2017-06-21  »  António Gomes

Como era expectável com as temperaturas a subirem, os cheiros intensos, nauseabundos e ácidos voltaram em força a toda a zona envolvente da ribeira e, sobretudo, voltaram à casa das pessoas, aos comércios e restaurantes, ao espaço público.
(ler mais...)


Angela Merkel »  2017-06-08  »  Jorge Carreira Maia

O comportamento do presidente Donald Trump na sua estadia em solo europeu teve a utilidade de mostrar que a defesa europeia, através da NATO, se encontra nas mãos de alguém que não é minimamente previsível, sem quaisquer princípios políticos ou, tão pouco, sentido de Estado e das conveniências.
(ler mais...)


A histeria das eleições »  2017-06-07  »  Roberto Barata

Tem-se assistido, nos últimos meses, a uma cavalgada desgovernada de apresentação de projetos, anteprojetos, inaugurações e concursos. As eleições estão ao virar da esquina e, mais do que nunca, o executivo está em pânico para mostrar obra feita.
(ler mais...)


Cartazes »  2017-06-06  »  Inês Vidal

João Quaresma de Oliveira, candidato do PSD à Câmara Municipal de Torres Novas nas eleições de Outubro, “descruzou” os braços e já viu resultados por isso. Bateu o pé aos muitos cartazes de propaganda que o executivo de Pedro Ferreira andou a espalhar pela cidade, onde anunciava as obras a fazer ao abrigo do PEDU, e a Comissão Nacional de Eleições concordou.
(ler mais...)


Nós e as combinações alimentares »  2017-06-06  »  Juvenal Silva

Muitas pessoas estão interessadas em conhecer as suas intolerâncias alimentares, mas desconhecem, que para além disso, existem as incompatibilidades entre alimentos, causadoras de digestões incompletas e às vezes até intoxicações.
(ler mais...)


O véu ideológico »  2017-05-18  »  Jorge Carreira Maia

A reivindicação pelo PSD e CDS do mérito pelo actual desempenho da economia portuguesa é não apenas uma jogada de oportunismo político mas, o que é pior, um sinal de que a direita ainda vive sob o véu ideológico que a conduziu nos anos da troika.
(ler mais...)


O poder e a vontade de poder »  2017-05-05  »  Jorge Carreira Maia

Um artigo do jornal Público dava conta de um estudo da psicóloga experimental portuguesa Ana Guinote (University College de Londres) sobre o poder. Uma das evidências da investigação é que a correlação entre inteligência e ocupação de lugares de poder é fraca.
(ler mais...)


PEDU, novo episódio »  2017-05-04  »  António Gomes

Há dias fomos confrontados com a colocação de placards a anunciar obras em vários locais da cidade, todas por conta do PEDU. A curiosidade é que esses placards agradecem o contributo da população relativamente aos projetos apresentados.
(ler mais...)


Compreender e prevenir as alergias »  2017-05-04  »  Juvenal Silva

As alergias são reações anormais do nosso sistema imunitário a substâncias proteicas estranhas ao organismo.
Qualquer substância estranha de natureza proteica é normalmente identificada pelo nosso sistema de defesa e, a partir desse momento, controlada na maioria das vezes.
(ler mais...)


 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)
»  2017-06-21  »  Juvenal Silva Água é essencial e fonte de vida
»  2017-06-21  »  António Gomes Voltemos à ribeira da Boa Água