• SOCIEDADE  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Segunda, 29 de Maio de 2017
Pesquisar...
Qui.
 29° / 12°
Períodos nublados
Qua.
 31° / 13°
Claro
Ter.
 28° / 12°
Claro
Torres Novas
Hoje  27° / 13°
Períodos nublados com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Compreender e prevenir as alergias

Opinião  »  2017-05-04  »  Juvenal Silva

"Cada vez é maior o número de pessoas que apresentam respostas de tipo alérgico a determinados produtos do ambiente"

As alergias são reações anormais do nosso sistema imunitário a substâncias proteicas estranhas ao organismo.
Qualquer substância estranha de natureza proteica é normalmente identificada pelo nosso sistema de defesa e, a partir desse momento, controlada na maioria das vezes.
Às vezes, o controlo é excessivo e a resposta do organismo é exagerada relativamente à ameaça, podendo observar-se sintomas de reação alérgica constituídas por manifestações cutâneas, respiratórias, circulatórias ou de outras naturezas, com maior ou menor gravidade. As doenças mais comuns são eczema, urticária, rinite alérgica, asma, diarreias e, nos casos muito graves, sufocação por edema na garganta ou paragem do sistema cardio-respiratório.
Os produtos que provocam esta resposta alérgica podem ser muito variados, nomeadamente alimentos, partículas em suspensão no ar, pólen, pêlos de animais, medicamentos químicos, ácaros, veneno de insetos etc. São designados por alergénicos.
Cada vez é maior o número de pessoas que apresentam respostas de tipo alérgico a determinados produtos do ambiente, mesmo nos países mais protegidos.
A rinite alérgica é, provavelmente, a que mais se manifesta, desde a população infantil até à população adulta, cuja manifestação mais famosa é a febre dos fenos.
A rinite alérgica é designada por febre dos fenos, por se manifestar normalmente nos meses de Maio e Junho. Esta afeção inflamatória da mucosa do nariz carateriza-se por uma obstrução nasal moderada com corrimento quase permanente, espirros e pruridos. Quando é mais severa e persistente, poderá provocar perturbações do sono e ser bastante incomodativa, provocando diminuição das atividades quotidianas, sejam escolares, profissionais ou desportivas.
As partículas de pólen que invadem o ar e que respiramos em todas as estações do ano, são os alergénicos responsáveis pelo aparecimento destas alergias.
Os poluentes industriais modificam a proporção em água do muco respiratório e diminuem assim, o nível de sensibilidade aos alergénicos, aumentando a permeabilidade à sua penetração.
Por outro lado, as partículas do diesel, provocadas pela combustão do gasóleo, tornam o sistema imunitário mais sensível aos alergénicos. A poluição ambiental desempenha um agravante relativamente aos mecanismos naturais da alergia.
As alergias aos ácaros são alergias respiratórias do tipo de tosses espasmódicas, rinites e até asma. Os ácaros são minúsculos insetos microscópicos, ou seja, invisíveis a olho nu, que pululam no nosso ambiente. Calcula-se que haja cerca de 500.000 espécies de ácaros diferentes e que proliferam no pó doméstico do interior das casas. Alimentam-se de resíduos da pele humana, sendo eliminados principalmente na cama, por toda a casa pelas correntes de ar e de fungos microscópicos. Multiplicam-se rapidamente e desenvolvem-se nos produtos têxteis, colchas, tapetes, cortinas, tapeçarias, mobílias estofadas, ambiente quente e húmido. Eliminá-los é praticamente impossível, mas um bom aspirador é ajuda muito preciosa por ajudar a eliminar e impedir a sua multiplicação.
A Nutriterapia é um fator de relevo para boa harmonização do sistema imunitário e método preventivo, pelo que é importante a ingestão de antioxidantes ricos em vitaminas A, C, E, e oligoelementos como selénio, ferro, manganésio, cobre e zinco, assim como magnésio pela sua ação sobre o funcionamento muscular e o cálcio que desempenha um papel fundamental de mensageiro intracelular.

 

 

 Outras notícias - Opinião


O véu ideológico »  2017-05-18  »  Jorge Carreira Maia

A reivindicação pelo PSD e CDS do mérito pelo actual desempenho da economia portuguesa é não apenas uma jogada de oportunismo político mas, o que é pior, um sinal de que a direita ainda vive sob o véu ideológico que a conduziu nos anos da troika.
(ler mais...)


O poder e a vontade de poder »  2017-05-05  »  Jorge Carreira Maia

Um artigo do jornal Público dava conta de um estudo da psicóloga experimental portuguesa Ana Guinote (University College de Londres) sobre o poder. Uma das evidências da investigação é que a correlação entre inteligência e ocupação de lugares de poder é fraca.
(ler mais...)


PEDU, novo episódio »  2017-05-04  »  António Gomes

Há dias fomos confrontados com a colocação de placards a anunciar obras em vários locais da cidade, todas por conta do PEDU. A curiosidade é que esses placards agradecem o contributo da população relativamente aos projetos apresentados.
(ler mais...)


Marcelo, Marcelo »  2017-04-20  »  Jorge Carreira Maia

A imagem das pessoas e o desejo que delas sentimos são regulados pelos mesmos mecanismos que regem os mercados onde se transaccionam os bens de consumo. Sempre que um produto é escasso o preço sobe.
(ler mais...)


O clube dos escritores traídos »  2017-04-06  »  Jorge Carreira Maia

Há umas semanas noticiou-se que a editora de Agustina Bessa-Luís mandara retirar do mercado os livros desta autora. Parece que já não vendia o suficiente. Há claramente um conflito negocial, digamos assim, entre a editora e representantes da escritora.
(ler mais...)


Primavera - época de limpeza e renovação »  2017-04-05  »  Juvenal Silva

É principalmente na Primavera que se manifestam insuficiências orgânicas e alguns tipos de enfermidades, caraterizadas por cansaço e diversos tipos de toxicidade, a que normalmente chamamos impurezas no sangue.
As curas de depuração na Primavera são importantes e necessárias para reativar o metabolismo, normalizá-lo e estimulá-lo, condição para a sua força vital.
(ler mais...)


Inspiring future »  2017-03-23  »  Jorge Carreira Maia

Assisti há dias, na escola onde lecciono, a uma intervenção da Yorn Inspiring Future que, para além de trazer consigo um conjunto de sessões e workshops, onde 37 universidades e politécnicos tentaram cativar os alunos do 12º ano, explicou, numa sessão de pouco mais de uma hora, o processo de candidatura.
(ler mais...)


Aaaaaaaargh! »  2017-03-21  »  Hélder Dias

Breve reflexão sobre a origem das doenças »  2017-03-21  »  Juvenal Silva

O que origina a doença?
O organismo degrada-se, fundamentalmente, por dois motivos, pela intoxicação e pela falta de nutrientes para se constituir e renovar.
As substâncias nutritivas contidas nos alimentos servem para a elaboração das células e dos líquidos orgânicos; além disso, o nosso corpo funciona graças a elas.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)