• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quinta, 17 Outubro 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Dom.
 19° / 10°
Céu limpo
Sáb.
 20° / 13°
Céu nublado com chuva fraca
Sex.
 23° / 14°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  23° / 16°
Céu nublado com aguaceiros e trovoadas
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Sopa é um cocktail de saúde

Opinião  »  2018-04-04  »  Juvenal Silva

"Vitaminas, fibras e minerais: os nutrientes que o corpo precisa"

A sopa, composta por uma boa variedade de vegetais, é um verdadeiro elixir de bem estar, graças à mistura única de sais minerais, fibras, vitaminas, proteínas e carboidratos. A sopa de verduras e vegetais é um prato nutritivo, equilibrado e completo, excelente para todas as idades: cada porção é equivalente a um total de fibras, proteínas vegetais e carboidratos, enquanto as gorduras são reduzidas ao mínimo. Ou seja, todas as características que fazem da sopa um dos melhores alimentos para todos aqueles que querem manter o peso sob controle e querem fazer uma alimentação saudável e, rica em sabor.

Quando se pretenda transformar numa refeição única e exclusiva, pode-se adicionar algum tipo de cereais ou macarrão, ou algum tipo de leguminosas (feijão, grão, lentilhas), sendo vantajoso variar e alternar os ingredientes. As calorias da sopa são reduzidas, mas as fibras são de alto teor, conjuntamente com as vitaminas e os sais minerais. A versatilidade deste prato torna-o altamente recomendado para todos os que queiram seguir uma alimentação nutritiva, baixa em calorias e muito equilibrada.

Os sais minerais como sódio, cálcio, zinco, selênio, cobre e manganês, estão presentes no conjunto da mistura das verduras e vegetais variados, garantindo um excelente fornecimento desses nutrientes tão preciosos. O cobre e o magnésio são abundantes nos feijões, cuja importância é de grande interesse para a formação do esqueleto e dos dentes, bem como para a formação dos tecidos conjuntivos. O cobre também é muito abundante nas lentilhas, essencial para a saúde da pele e do cérebro. As batatas e as cebolas contêm generosas quantidades de potássio, o que ajuda o nosso organismo a reduzir a retenção de água e pode ter efeitos benéficos sobre a saúde do coração. O cálcio é essencial para a formação e rigidez dos ossos e dentes e ajuda a regular a coagulação sanguínea e muscular. Está presente nas verduras como brócolos, couve galega, repolho e outros como alho francês, aipo, etc. O magnésio está presente nos cereais, leguminosas, e verduras folha verde escura, essencial para os músculos e tecido nervoso. O ferro é essencial para a saúde física e mental e determinante para manter os níveis de energia elevada. A ausência de ferro no organismo poderá causar dores de cabeça, anemia, fadiga permanente, nevralgias, lesões dos nervos periféricos. O ferro pode encontrar-se nos espinafres, favas, verduras, beterraba vermelha, feijão e lentilhas, enquanto os tomates, repolho e couve flor, promovem a sua boa absorção no organismo. O manganês é um mineral contido no manjericão, essencial para activar as enzimas essenciais para a digestão e assimilação dos nutrientes. As vitaminas que se podem obter numa sopa são as do complexo B, fundamentais para o bom funcionamento do fígado, do sistema nervoso, para o metabolismo dos lípidos e proteínas.

A vitamina A também está presente para ajudar a regular o desenvolvimento celular e a regeneração dos tecidos. É importante para melhorar a visão nocturna e estimular as defesas do sistema imunitário. Ainda temos também a vitamina C, que está presente quase em todos os legumes e verduras e que ajuda a reduzir a acção dos radicais livres na células e repara os tecidos e, é útil para fortalecer o sistema imunitário.

Onde encontramos esta riqueza de benefícios? Nas batatas, verduras de folha verde, tomates, cenouras, espargos, cebolas, alho, etc. Os carboidratos minerais são complexos, em comparação com os carboidratos simples e ajudam a controlar os níveis de glicose, colesterol e triglicéridos no sangue e promovem a sensação de saciedade. A quantidade de carboidratos varia de vegetais para vegetais. Por exemplo, batatas 17grs de carboidratos por cada 100grs, alho francês 14grs, cenouras 9,5grs, cebolas 9,3grs, repolho e feijão verde 6grs. Para assegurarmos uma nutrição completa, deveremos contemplar sais minerais, vitaminas, fibras, proteínas vegetais e carboidratos.

 

 

 Outras notícias - Opinião


Rio petisco »  2019-10-11  »  Hélder Dias

Casal da Treta? »  2019-10-11  »  Hélder Dias

Das eleições, leituras »  2019-10-10  »  Jorge Carreira Maia

1. APESAR DO PRÓPRIO PARTIDO. O PS teve um bom resultado, mas não excelente. Não conseguiu penetrar significativamente na esquerda e alienou, em campanha, uma parte do centro para o PSD.
(ler mais...)


Venham mais vinte cinco, por Inês Vidal »  2019-10-02  »  Inês Vidal

Não deixa de ser curioso o facto de festejarmos 25 anos com a produção de uma revista. Numa altura em que já ninguém lê - muito menos jornais, mesmo os regionais e, dentro destes, menos ainda os que não anunciam nascimentos, casamentos e funerais - produzir ainda mais uma revista tem algo de irónico.
(ler mais...)


Fazer acontecer »  2019-10-02  »  Anabela Santos

A importância de fazer acontecer é, cada vez mais, uma certeza para mim.
Não sei se tem a ver com a idade, a consciência ou a vivência, mas é raro o dia em que não tenha o tal pensamento … “é mesmo importante o que esta gente faz acontecer”

E, como é óbvio, não me refiro aos actos dos nossos governantes.
(ler mais...)


Por este lado é que vamos, por João Carlos Lopes »  2019-10-02  »  João Carlos Lopes

1. Políticas nacionais, aqui e ali mais impostas a nível local por opção dos próprios, devastaram as economias locais das pequenas cidades e vilas do país. O comércio local e grande parte dos serviços foram fustigados e depois engolidos pelos grandes grupos nacionais ou trans-nacionais, remetendo as cidades e vilas portuguesas a pouco mais que cenários onde nada se passa.
(ler mais...)


O prazer de ir a lado nenhum »  2019-09-28  »  Jorge Carreira Maia

O maior prazer daqueles que frequentam a literatura será o da deambulação, visitar lugares desconhecidos e confrontar-se com mundos inesperados, andar por aí sem ir a lado nenhum. Se quisermos uma prova sobre a existência de uma pluralidade de mundos, basta uma palavra: literatura.
(ler mais...)


Descalabros, duelos, metamorfoses e Inferno »  2019-09-07  »  Jorge Carreira Maia

O DESCALABRO DA DIREITA. As sondagens têm vindo a indicar que a direita democrática está à beira de um resultado desastroso, por volta dos 25%, somando velhos e novos partidos.
(ler mais...)


O nome da terra, por João Carlos Lopes »  2019-09-06  »  João Carlos Lopes

É sintomático que, em tempo de eleições, nenhum dos partidos tenha dito uma palavra sobre essa vaca sagrada que é o futebol e sobretudo acerca do estado de guerra em que as claques dos “três grandes” transformam as terras por onde passam.
(ler mais...)


Turismo ou nem por isso »  2019-09-05  »  António Gomes

A época que atravessamos é propicia à reflexão sobre esta actividade económica, o turismo.
O turismo, como toda a gente sabe, atravessa em Portugal um período particularmente estonteante. São as grandes metrópoles as mais beneficiadas com tal actividade, é lá que se encontram as maiores fontes de atracção e é lá que as infraestruturas estão mais adaptadas e melhor respondem às solicitações.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2019-10-02  »  João Carlos Lopes Por este lado é que vamos, por João Carlos Lopes
»  2019-10-02  »  Inês Vidal Venham mais vinte cinco, por Inês Vidal
»  2019-09-28  »  Jorge Carreira Maia O prazer de ir a lado nenhum
»  2019-10-02  »  Anabela Santos Fazer acontecer
»  2019-10-11  »  Hélder Dias Casal da Treta?