• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Terça, 11 de Dezembro de 2018
Pesquisar...
Sex.
 15° / 9°
Céu nublado
Qui.
 15° / 9°
Períodos nublados com chuva fraca
Qua.
 15° / 9°
Céu muito nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  17° / 7°
Céu nublado
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

A Igualdade e o Poder Local

Opinião  »  2018-03-08  »  Maria da Luz Lopes

"Nos últimos anos, a convergência legislativa tem sido impulsionadora da Igualdade"

A Igualdade, princípio consignado na Constituição da República Portuguesa, é desígnio da modernidade. É uma questão de Direitos Humanos e representa uma alavanca em termos de coesão social e territorial, reconhecida em relatórios europeus e internacionais e claramente assumida pelas atuais politicas governativas.

Investir na promoção da Igualdade entre homens e mulheres é valorizar as pessoas, o mais importante ativo de qualquer país. É uma obrigação política colocar na agenda governativa objetivos como ‘salário igual para trabalho igual e de igual valor’, o fim da violência de género e doméstica, aprofundamento das politicas de conciliação entre a vida familiar e a vida profissional, onde estão, claro, as responsabilidades parentais.

Nos últimos anos, a convergência legislativa tem sido impulsionadora da Igualdade. Atingir patamares elevados nesta matéria, passa também pelos territórios municipais, os agentes governativos mais próximos das populações e que constituem, por isso, um cenário privilegiado para promover projetos de Igualdade alicerçados em infraestruturas capazes de facilitar a vida quotidiana nas dimensões familiar e profissional.

Inscrevem-se, nesta ordem de ideias, os designados planos municipais para a Igualdade como um meio estratégico de pensar o planeamento da cidade a bem da promoção de espaços inclusivos e promotores da qualidade de vida dos cidadãos.

Pensar um plano para a Igualdade no poder local é um desafio de combate às desigualdades, que requer o envolvimento da sociedade civil, da administração central e de organizações locais, numa lógica de trabalho colaborativo e de valorização do território, quanto às suas qualidades de pertença, de acesso e de utilização.

Concretizar o desenvolvimento do Programa Estratégico de Reabilitação Urbana na cidade requer, por isso, uma visão estratégica de índole relacional ancorada no bem estar dos seus habitantes e visitantes, respondendo, desta forma, às suas necessidades e anseios. Mas...para isso é de elevada importância observar, auscultar e refletir sobre o que sentem e dizem os que habitam a cidade. É preciso sentir o pulsar da cidade!

Afinal são as estruturas locais de poder as que melhor podem desempenhar aquele papel. Têm, atualmente, uma capacidade de ação acrescida, formalmente concedida pela Administração Central que está progressivamente a descentralizar políticas, associada ao dinamismo das associações e coletividades da cidade.

A terminar, o sucesso de uma política para a Igualdade depende muito dos atores públicos locais, da sua capacidade criativa para intervir de forma seletiva, mais próxima das populações e ajustada às suas especificidades. Se uma autarquia souber aproveitar as potencialidades de um Plano Local para a Igualdade bem desenhado estará seguramente a olhar para o futuro de forma sustentável, com inovação, a bem do desenvolvimento económico e inclusivo.

 

 

 Outras notícias - Opinião


O drama dos partidos de poder »  2018-12-07  »  Jorge Carreira Maia

A crise em que se arrasta o principal partido da oposição, o PSD, é sintomática da natureza dos partidos de poder em Portugal. São fortes e sólidos quando estão no poder; são frágeis e à beira da desagregação quando a governação lhes foge.
(ler mais...)


Mulheres »  2018-12-07  »  Inês Vidal

São mulheres. São presidentes, directoras, empresárias, polícias, bombeiras, autarcas, entre tantas outras profissões ou actividades. Acima de tudo, são mulheres. Ocupam cargos que um dia foram tradicionalmente de homens, ou foram as primeiras a fazê-lo por estas bandas.
(ler mais...)


Direito à indignação »  2018-12-07  »  Fernando Faria Pereira

O conceito deve-se, tanto quanto me lembro a Mário Soares, figura incontornável da democracia, que protagonizou a Presidência Aberta pelo Ambiente em resposta ao artigo 66º da constituição (ambiente e qualidade de vida) que estipula no seu nº 1: todos têm direito a um ambiente de vida humano, sadio e ecologicamente equilibrado e o dever de o defender.
(ler mais...)


Amasso Friday »  2018-12-07  »  Miguel Sentieiro

Vi as imagens daquela massa humana compactada à porta da loja de aspiradores na tal Black Friday. Numa primeira análise temo confessar que também embarquei na tese “ o que passa na cabeça destes mentecaptos para, numa 6ª feira de manhã, se sujeitarem a uma espera de horas neste degredo massivo?”.
(ler mais...)


As estradas do concelho de Torres Novas »  2018-12-07  »  António Gomes

Uma parte muito significativa das estradas, ruas, ruelas, largos, rotundas, somando mais de cem, que fazem parte da rede viária deste concelho, encontram-se em estado de deterioração mais ou menos avançado. Algumas situações estão mesmo num estado miserável, como sabemos.
(ler mais...)


Como funciona a nossa memória »  2018-12-07  »  Juvenal Silva

 

A memória é essencial para a nossa capacidade de gravar, armazenar e recuperar informações. A nossa memória é uma máquina fantástica, que contém as nossas perceções, os nossos sentimentos, as nossas memórias, imaginação e permite-nos pensar e, ser quem somos.
(ler mais...)


Filhos e netos »  2018-11-23  »  Jorge Carreira Maia

Para o meu neto Manuel.

Há uma diferença essencial, para um pai e avô, entre o nascimento de um filho e o de um neto. O nascimento do filho traz com ele, para além do prazer que a sua vinda significa, problemas práticos.
(ler mais...)


Palavra passe »  2018-11-21  »  Fernando Faria Pereira

Estaciono à primeira. Entro no café. Portas automáticas. 3 rapazes: o do lado de lá e outros 2. Boa noite! Bnoite. 1 Água com gás natural sem copo. A televisão está no CM: desgraças, previsíveis ameaças.
(ler mais...)


Biblioteca com vida »  2018-11-21  »  Anabela Santos

Há muitos anos, não quero lembrar quantos para não recordar que já estou na “meia idade”, subia, com alguma regularidade, a ladeira de Salvador e dirigia-me à biblioteca municipal, que ficava junto da igreja.
(ler mais...)


Quais os sintomas e tratamentos naturais dos resfriados »  2018-11-21  »  Juvenal Silva

Os resfriados podem ocorrer em qualquer época do ano. Todavia, são mais comuns entre as estações de outono e inverno.

Os sintomas mais comuns são: coriza, espirros, congestão nasal, tosse, dor garganta, cansaço, perda de apetite, febre baixa, embora nas crianças possa ser mais elevada ocasionalmente.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2018-11-23  »  Jorge Carreira Maia Filhos e netos
»  2018-11-21  »  Juvenal Silva Quais os sintomas e tratamentos naturais dos resfriados
»  2018-11-21  »  Anabela Santos Biblioteca com vida
»  2018-11-21  »  Fernando Faria Pereira Palavra passe
»  2018-12-07  »  Jorge Carreira Maia O drama dos partidos de poder