• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Sexta, 20 de Outubro de 2017
Pesquisar...
Seg.
 25° / 11°
Períodos nublados
Dom.
 22° / 10°
Períodos nublados
Sáb.
 21° / 12°
Céu nublado
Torres Novas
Hoje  23° / 17°
Céu nublado com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

O cérebro: um compartimento muito especial do nosso corpo

Opinião  »  2017-07-18  »  Juvenal Silva

"Não existem remédios milagrosos, nem substâncias que possam substituir o natural nutriente"

O cérebro é um órgão que se distingue dos outros órgãos do corpo, devido à sua importância no controlo que regula o sistema nervoso e que comanda direta ou indiretamente todas as nossas atividades, desde os movimentos ao raciocínio, da memória ao conhecimento dos pormenores e, também, os processos subtis que regulam o ritmo sono/vigília, o humor, o apetite, as decisões e muito mais funções… Ao contrário das outras células do nosso corpo, que se renovam regularmente, as células do cérebro não só se mantém inalteradas durante toda a vida, pois começam a diminuir em quantidade ao atingir a idade adulta.

Por volta dos 20 anos, as cerca de 100 milhões de células nervosas ou neurónios começam a diminuir, para uma perda calculada em cerca de 60%, quando atingimos os 50 anos.
No cérebro, podemos distinguir três partes fundamentais, das quais se salienta o cérebro reptiliano, que regula o comportamento alimentar e reprodutivo, do qual depende a sobrevivência do indivíduo e da espécie e o córtex, relacionado com as funções adquiridas progressivamente.

Como e onde se desenvolvem as nossas potencialidades?
O cérebro divide-se em dois hemisférios, em que o esquerdo (excetuando os canhotos), controla as funções do lado direito do corpo e o pensamento lógico, analítico e racional, e o hemisfério direito, se encontra relacionado com as emoções, os sonhos, as percepções e a criatividade.

E como se gera a informação?
Através dos neurotransmissores que são produzidos no organismo a partir dos seus precursores, ou seja, de elementos mais simples provenientes da nossa alimentação e que executam a função de “correio”, conhecidos por acetilcolina, noradrenalina, dopamina, serotonina, neuropeptídio, catecolamina, histamina, glicina, gaba, norepinefrina.
Por esta razão e para um bom funcionamento do cérebro, torna-se fundamental e vital uma nutrição rica, equilibrada e variada.

Vários estudos demonstraram que uma subalimentação, acrescida de carências alimentares na primeira infância, podem afetar irremediavelmente o desenvolvimento cerebral.
Na idade adulta, os problemas de nutrição relacionados com um deficiente fornecimento de determinadas substâncias ou má absorção, podem reduzir as funções cerebrais ao ponto de criarem danos irreversíveis.
Por outro lado, um cérebro bem alimentado, terá boa capacidade de concentração por períodos prolongados, sensação de energia, boa memória, tanto a curto como a longos prazos e maior capacidade de aprender, compreender, programar e prever, além de uma menor tendência para crises depressivas ou estados de ansiedade.

Os bons hábitos, a par de uma correta nutrição, são fundamentais para uma boa saúde física e cerebral e é neste pilar que a nossa conduta quotidiana se deverá alicerçar.
O que podemos fazer para ajudar o nosso cérebro a desempenhar um bom funcionamento?

Dar-lhe energia através de nutrientes saudáveis sem exceção, de todas as categorias, como proteínas, minerais e vitaminas, glícidos, lípidos, macro e micronutrientes.
Esta é uma premissa fundamental para uma saúde integral. Está cientificamente provado que numerosos problemas de saúde têm uma influência sobre o funcionamento do nosso cérebro e, consequentemente sobre as nossas faculdades intelectuais.

Vejamos por exemplo as situações de insónia que nos pode tornar lentos de reflexos durante o dia, a depressão e ansiedade que nos bloqueiam de forma negativa física e, mentalmente.
Não existem remédios milagrosos, nem substâncias que possam substituir o natural nutriente.

 

 

 Outras notícias - Opinião


Torres Novas, hoje, é um activo tóxico »  2017-10-17  »  Ana Trincão

Como é que o município pensa atrair investimento para as zonas industriais sem fazer o trabalho de casa primeiro? Vamos imaginar um cenário possível, que não agrada ao dono da Fabrióleo por razões que não vêm aqui ao caso - o da deslocalização da empresa para a zona industrial de Torres Novas: este cenário também não agrada à gestão da nossa câmara municipal e muito menos à empresa Águas do Ribatejo.
(ler mais...)


Assobiar para o lado »  2017-10-17  »  João António

Escrevo-vos sobre um tema que me é caro, o associativismo desportivo, ao qual já dediquei mais de metade da minha vida com grande amor e paixão. Notem que é nas mãos dos clubes e associações desportivas que está o principal motor de desenvolvimento do desporto, um dos sectores mais mediático e em que o país é mais competitivo.
(ler mais...)


Intestino, o nosso segundo cérebro »  2017-10-17  »  Juvenal Silva

É no intestino que se produz um importantíssimo neurotransmissor, a serotonina, a hormona responsável pelo bem estar, otimismo e autoconfiança. O intestino, para além de ajudar a digerir e absorver os alimentos, os seus micróbios, são agora suspeitos de nos angustiar, deprimir ou alegrar.
(ler mais...)


Menino crescido... »  2017-10-17  »  Hélder Dias

Vida normal »  2017-10-16  »  Jorge Carreira Maia

Há alturas em que o jeito de ser português mostra os seus limites. O ano de 2017 é uma dessas alturas. Não chega a nossa cultura do desenrascanço (palavra horrível com que embrulhamos a incompetência na esperteza saloia).
(ler mais...)


Pedro Ferreira »  2017-10-04  »  Jorge Carreira Maia

As eleições torrejanas tinham vários ingredientes que as tornavam muito interessantes. Em primeiro lugar, havia que medir o impacto do corte dramático, ampliado na comunicação social local, de António Rodrigues, o antigo presidente, com o PS, bem como o da avaliação negativa da actuação da câmara veiculada no espaço politizado do concelho.
(ler mais...)


A nutrição é uma força poderosa contra as alergias »  2017-10-03  »  Juvenal Silva

As alergias cada vez mais estão presentes nas nossas vidas e não nos apercebemos que podem desencadear variados tipos de problemas de saúde, por desconhecermos que inúmeros sintomas patológicos poderão estar na sua origem.
(ler mais...)


Milagres precisam-se... »  2017-10-03  »  Hélder Dias

Eleições autárquicas: O que me ocorre dizer »  2017-09-26  »  Jorge Carreira Maia

Consta que vai haver eleições autárquicas no próximo domingo. Eu gostava muito de dizer alguma coisa sobre o assunto, mas, confesso, não me ocorre nada de relevante. Eu sei que são importantes, muito importantes.
(ler mais...)


Agências de rating »  2017-09-21  »  Jorge Carreira Maia

Há uma tendência – à esquerda do PS – para censurar continuamente as agências de rating e o papel que elas têm tido na dívida portuguesa. E como consequência dessa censura dizer-se que as avaliações delas não devem ser tidas em conta, o que interessa é a vida dos portugueses e não a opinião de agências de especuladores.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)
»  2017-10-17  »  Ana Trincão Torres Novas, hoje, é um activo tóxico
»  2017-10-17  »  João António Assobiar para o lado
»  2017-10-17  »  Hélder Dias Menino crescido...