• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Segunda, 21 Setembro 2020    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qui.
 22° / 14°
Períodos nublados
Qua.
 24° / 18°
Céu nublado com chuva moderada
Ter.
 25° / 15°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  25° / 15°
Céu nublado
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Eis o monstro, agora em todo o seu esplendor

Opinião  »  2016-09-16  »  João Carlos Lopes

Livre de panos e taipais, é possível ver agora toda a dimensão de mais um atentado urbanístico à cidade e à sua harmonia, que é património dos torrejanos. Atravessando o alinhamento dos edifícios da mais importante rua da cidade, caindo para cima do passeio, tapando completamente o edifício recuperado do antigo hospital, arrogante na sua inutilidade e pobreza estética, aí está um exemplo concreto de como, de uma penada, se consegue fazer estragos irreparáveis e, ao mesmo tempo, contrariar os propósitos iniciais.

Recorde-se que o projecto visava recuperar o edifício do antigo hospital, e a recuperação de um edifício histórico inclui não só a sua reabilitação física, mas a salvaguarda do seu envolvimento, sem a qual nada se justificaria. Ora, este inenarrável mamarracho oblitera e afronta a presença do edifício recuperado, esconde-o completamente de um ponto do olhar privilegiado que é a avenida e atraiçoa brutalmente o alinhamento do edificado, com a agravante de ser um projecto municipal a abastardar um normativo estético e formal que caracterizava aquele troço do arruamento.

Pergunte-se: mas, ao menos, aquele anexo a fazer lembrar o INATEL de Albufeira era necessário? E sendo necessário, atendendo à volumetria do edifício principal, era preciso que tivesse aquela dimensão, aquela altura? Não era. Mas sendo, era preciso que atravessasse o alinhamento fixado? Ganha-se o quê, naquele metro devastador?

A juntar ao imenso mausoléu chamado Parque Almonda, que queimou definitivamente a última zona onde o rio podia ter sido trazido para fora do caneiro que é quase todo o seu trajecto urbano, junta-se agora mais esta nódoa da nossa história recente.

Acontece que os perigos espreitam a todo o momento e quando se acha que não é possível fazer ainda pior, somos surpreendidos, como fomos quando há dias, de mansinho, a actual maioria camarária tencionava assassinar sem dó nem piedade o Porto dos Namorados, um dos locais mais aprazíveis e marcantes do percurso do rio, pondo-lhe por cima um fio de barracas para vender copos a pretexto de um projecto “gauche chic”, um crime na forma tentada que merecia castigo só de se pensar nele.
Como se sabe que, na sombra, estaria uma ideia, digna de levantamento armado da população com forquilhas e varapaus, de alterar o alinhamento da avenida para criar uma zona de estacionamento pelo passeio público adentro, em benfício de negócio particular cuja implantação no local, nos idos de 70, causou uma enorme polémica para quem ainda se lembra.

 

 

 Outras notícias - Opinião


A mesa - rui anastácio »  2020-09-12  »  Rui Anastácio

Tenho um certo fascínio por mesas. Ao longo da minha vida já mandei fazer algumas. Quase sempre mesas grandes e robustas. Onde se possam sentar muitas pessoas. Onde se possa beber um bom vinho, comer muito, conversar muito, discutir muito, praguejar, gritar, lutar por ideias e ideais.
(ler mais...)


Aventurazinha no Comboio Fantasma - miguel sentieiro »  2020-09-12  »  Miguel Sentieiro

Hoje apetece-me escrever uma história baseada em factos verídicos com algumas notas ficcionadas para se conseguir tornar a narrativa menos densa e nauseabunda. Um indivíduo com 80 anos entra na urgência do Hospital de Torres Novas com fortes dores abdominais.
(ler mais...)


Democracia e representatividade - mariana varela »  2020-09-12  »  Mariana Varela

A democracia é, essencialmente, um sistema político que assenta na soberania popular, isto é, um regime em que a legitimidade do poder político emana do povo. Definir ou explicar a noção de democracia não é difícil.
(ler mais...)


A ruptura do discurso - jorge carreira maia »  2020-09-12  »  Jorge Carreira Maia

Nos últimos tempos três assuntos têm concentrado os interesses das redes sociais que dão atenção ao fenómeno político. O racismo, a festa do Avante e a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento no ensino não superior.
(ler mais...)


As cabras do reino - carlos paiva* »  2020-09-12  »  Carlos Paiva

Era uma vez um reino. O rei tomou conhecimento que uma república aliada doava dinheiro a quem quisesse criar cabras com o intuito de limpeza do mato nas serras, de modo a diminuir o risco de incêndios. Uma solução barata, neste caso de borla, e acima de tudo não poluente, amiga do ambiente, tema muito em voga entre os gentios.
(ler mais...)


Fabrióleo: ir até ao fim - antónio gomes »  2020-09-12  »  António Gomes

O encerramento da Fabrióleo é um facto. O sofrimento das pessoas e o atentado ao ambiente estão agora mais próximos do fim. Quem não luta, não alcança.
Durante muitos anos, a poluição dos solos e das linhas de água foram a marca daqueles poluidores, nunca se importando com as consequências dos seus actos.
(ler mais...)


Agricultores - rui anastácio »  2020-09-01  »  Rui Anastácio

Falámos em Inglês. Não sei de onde vinham, vinham de bicicleta de bem longe, pela sua tez seriam originários do centro da Europa. Uma das bicicletas estava furada, com o pneu destroçado. Ofereci-lhes o meu spray antifuro.
(ler mais...)


O debate e a ditadura de pensamento - mariana varela »  2020-09-01  »  Mariana Varela

Nós, seres humanos, habitamos e partilhamos este mesmo Mundo, algo que nos une enquanto Humanidade. Ainda que todos façamos parte de uma realidade universal, possuímos uma identidade baseada nas nossas próprias experiências pessoais e características únicas.
(ler mais...)


O outro somos nós - margarida trindade »  2020-09-01  »  Margarida Trindade

Numa muito recente viagem de família, a dada altura e já próximos do destino, a fim de sabermos qual o caminho a tomar, parámos numa bomba de gasolina e baixados os vidros das janelas, lançámos às três pessoas sentadas na mesa da esplanada a demanda pela estrada a seguir.
(ler mais...)


O rio do fururo - josé mota pereira »  2020-09-01  »  José Mota Pereira

Nos diferentes modelos de desenvolvimento para o concelho, há que reconhecê-lo, os poderes municipais estão muitas vezes limitados nos seus poderes de decisão. Mas, as suas decisões – ou não decisões – e aquilo que consideram estratégico, tem reflexos e consequências para o futuro dos concelhos.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2020-09-01  »  José Mota Pereira O rio do fururo - josé mota pereira
»  2020-09-01  »  Rui Anastácio Agricultores - rui anastácio
»  2020-09-01  »  Mariana Varela O debate e a ditadura de pensamento - mariana varela
»  2020-09-12  »  Mariana Varela Democracia e representatividade - mariana varela
»  2020-09-01  »  Jorge Carreira Maia Saudades da ditadura - jorge carreira maia