• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Segunda, 20 Maio 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qui.
 26° / 12°
Períodos nublados
Qua.
 27° / 12°
Períodos nublados
Ter.
 24° / 11°
Céu nublado
Torres Novas
Hoje  23° / 10°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Quais os sintomas e tratamentos naturais dos resfriados

Opinião  »  2018-11-21  »  Juvenal Silva

"A causa dos resfriados pode ser qualquer um dos mais de duzentos vírus"

Os resfriados podem ocorrer em qualquer época do ano. Todavia, são mais comuns entre as estações de outono e inverno.

Os sintomas mais comuns são: coriza, espirros, congestão nasal, tosse, dor garganta, cansaço, perda de apetite, febre baixa, embora nas crianças possa ser mais elevada ocasionalmente. As pessoas com o sistema imunitário mais fragilizado são as mais afectadas por motivos variados, como excesso de trabalho, doenças preexistentes ou por falta de uma alimentação equilibrada e actividade física.

A causa dos resfriados pode ser qualquer um dos mais de duzentos vírus que infectam o trato respiratório superior. Os resfriados espalham-se no ar por meio dos espirros e da tosse ou pelo contacto de objectos contaminados. Ao reagir à invasão de um vírus do resfriado, as membranas que revestem as narinas e a garganta incham e começam a produzir mais muco. Como resultado dessa reacção, surge a congestão nasal, espirros, tosse e um mal-estar geral, formas que o organismo tem para expelir e acalmar o vírus. Quando o vírus se estabelece com intensidade, é muito importante utilizar terapias naturais com atividade antiviral e, estimular o sistema imunitário para erradicar o vírus.

Os resfriados podem durar entre 3 a 10 dias. É muito comum tomar medicamentos sem receita médica, o que não é nada conveniente, pois os sintomas de resfriado são uma tentativa do sistema imunitário de expulsar o vírus, enquanto os medicamentos os suprimem e podem efectivamente prolongar o resfriado e provocar uma recaída. O melhor tratamento para o resfriado reside na estimulação das defesas naturais do organismo, imediatamente logo que surjam os primeiros sintomas.

É difícil distinguir um resfriado de uma gripe, contudo, nos adultos, a presença de dores no corpo e febre alta costumam indicar gripe, embora uma febre baixa possa coexistir com um resfriado. As crianças poderão apresentar febre como fazendo parte de um resfriado normal. Se um adulto tiver mais que dois resfriados por ano, poderá ser uma indicação de toxicidade subjacente no organismo, que por sua vez usa o vírus do resfriado como meio de se desintoxicar por meio de eliminação do muco e da redução do apetite. Um sistema imunitário enfraquecido por causa de maus hábitos alimentares, estilo de vida desequilibrado e deficiências nutricionais, poderá ter mais resfriados como forma natural de se autocurar.

                                                                                                                                                                         Terapias naturais como forma de tratamento e autocura: alimentos leves como hortaliças cozinhadas ao vapor, sopas de legumes, chás de plantas e fruta natural rica em vitamina C. Os líquidos são muito importantes: Aajudam a hidratar e promovem a eliminação das toxinas e evitam que o sistema respiratório fique seco. Os antigos utilizavam com grande sucesso sopa quente de cebola, de alho e canja de galinha. Os povos asiáticos utilizam os caldos de gengibre e curcuma, muito poderosos também.

Alimentos que se deverão evitar: o açúcar, porque reduz a quantidade de glóbulos brancos que o organismo produz e enfraquece o sistema imunitário. Todo tipo de lacticínios e gorduras, porque aumentam a produção de mucos e provocam obstrução nas vias respiratórias. Ao contrário, o mel sendo doce, e porque é muito rico em vitaminas em minerais, é muito eficaz para o reforço do sistema imunitário e, conjugado com limão e canela, o efeito é muito terapêutico e salutar.

Outras recomendações: dormir bem e descansar. Não havendo febre, fazer um passeio higiénico rápido ajuda a expulsar o muco e a espantar a tristeza. Em caso de dor de garganta e como recurso imediato, gargarejar água com sal grosso bem diluído.

Normalmente, os resfriados passam por toda a família, mas nós podemos quebrar esse ciclo, mantendo as mãos bem limpas e adoptando uma alimentação rica em nutrientes. Em casos mais agudos e persistentes, deve-se consultar um profissional de saúde habilitado.

                                                                                         

 

 

 Outras notícias - Opinião


Crise, Professores, Brexit e Venezuela »  2019-05-11  »  Jorge Carreira Maia

1. CRISE POLÍTICA. A questão da contagem do tempo de serviço congelado dos professores foi uma bênção caída do céu para os socialistas. Deu-lhes oportunidade de se mostrarem responsáveis, e mostrou uma oposição de direita desorientada, perdida entre o eleitoralismo puro e duro e, quando confrontada com a reacção de António Costa, em recuo humilhante perante a opinião pública.
(ler mais...)


Sondagens, Marcelo, Anos Sessenta e Notre-Dame »  2019-04-20  »  Jorge Carreira Maia

AS SONDAGENS E AS FAMÍLIAS. As sondagens reflectem já o desgaste que os socialistas estão a sofrer devido à trapalhada em que se meteram com as ligações familiares na governação.
(ler mais...)


O porco »  2019-04-20  »  Inês Vidal

Sentei-me no café a tentar escrever este “vinte”. Erro. A ideia que trazia, rapidamente se confundiu com a voz que esganiçada me ecoava repetidamente ao ouvido, vinda de uma televisão em altos berros, a história do terror – muito terror – de um jovem, um homem e um cão.
(ler mais...)


A FALTA DE ÉTICA QUE ANDA POR AÍ »  2019-04-20  »  João Lérias

Com os recentes casos das nomeações de pais e filhas, maridos e mulheres, primos e sei lá que mais, o país parece ter acordado para uma nova realidade que, não sendo nova, desta vez, sobretudo pela sua dimensão, é censurável.
(ler mais...)


A vitória do Chile »  2019-04-20  »  José Ricardo Costa

Torres Novas é uma terra cheia de ruínas, o que dá uma enorme tristeza e uma espécie de infelicidade urbana para a qual não conheço palavra. Ruínas não deveriam ser onde vivem pessoas mas em Pompeia, castelos na Escócia, abadias em Inglaterra ou anfiteatros na Grécia, onde apenas vivem fantasmas pacificamente misturados com turistas que chegam e logo partem.
(ler mais...)


A transparência das águas »  2019-04-20  »  António Gomes

Neste novo ano entrou em vigor um novo tarifário: pode-se mesmo dizer um novo e radical tarifário da empresa “Águas do Ribatejo”. A Águas do Ribatejo é uma empresa pública detida a 100% por 7 municípios do Ribatejo e que tem vindo a reerguer os sistemas de abastecimento de água e de saneamento que se encontravam na generalidade dos casos em péssimas condições.
(ler mais...)


Amor, vamos dar um tempo »  2019-04-20  »  Ana Sentieiro

Puberdade, temo que interpretes as minhas palavras de modo leviano, mas penso que chegámos àquele momento da relação em que já não faz sentido continuar. Desculpa, não tenciono desvalorizar o teu impacto em mim ou na minha vida nestes últimos anos que tivemos juntos, aliás, qualquer pessoa perceberia, ao olhar para a minha cara, iluminada por um tímido sorriso, que a tua presença era constante, quase como se fossemos um só.
(ler mais...)


Legislativas, Rui Rio, Refundações e Turquia »  2019-04-06  »  Jorge Carreira Maia

ELEIÇÕES LEGISLATIVAS. Ainda há que passar pelas eleições para o Parlamento Europeu, mas o acto político decisivo só chega com as legislativas. Aquilo que até aqui parecia inevitável, uma vitória com maioria relativa do PS e uma derrota da direita, não estará completamente seguro.
(ler mais...)


A família socialista, a democracia comunista, a transferência centrista e o terrorismo »  2019-03-23  »  Jorge Carreira Maia

A FAMÍLIA SOCIALISTA. O governo parece um lugar de convívio de famílias amigas. Não bastava já haver um casal de ministros e um ministro pai e uma ministra filha desse pai, agora a mulher de um outro ministro foi nomeada chefe de gabinete do Secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, cargo ocupado anteriormente pelo marido.
(ler mais...)


Como dantes não se falava, também não se dava por ela. »  2019-03-22  »  José Ricardo Costa


Qualquer pessoa normal é contra a violência doméstica. Acontece que não gosto da expressão “violência doméstica”, demasiado sociológica, urbana, abstracta, mera etiqueta que não faz jus ao tipo de aberração que pretende traduzir.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2019-04-20  »  Jorge Carreira Maia Sondagens, Marcelo, Anos Sessenta e Notre-Dame
»  2019-04-20  »  José Ricardo Costa A vitória do Chile
»  2019-04-20  »  Ana Sentieiro Amor, vamos dar um tempo
»  2019-04-20  »  António Gomes A transparência das águas
»  2019-04-20  »  Inês Vidal O porco