• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Quarta, 18 de Julho de 2018
Pesquisar...
Sáb.
 30° / 16°
Céu limpo
Sex.
 27° / 17°
Períodos nublados
Qui.
 26° / 16°
Céu nublado
Torres Novas
Hoje  26° / 16°
Céu nublado
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

A PRIMAVERA E AS ALERGIAS

Opinião  »  2018-05-03  »  Juvenal Silva

"As alergias são curáveis? Normalmente não. Existem contudo antialérgicos, sendo os mais comuns os anti-histamínicos"

Chega a primavera e os dias bonitos alegram as pessoas, mas a primavera não é sinónimo de felicidade para todos, porque também chegam os pólenes e as alergias, sinónimo de sofrimento para muita gente.

Mas o que são e como funcionam as alergias?

Linfócitos e células imunes do sangue patrulham permanentemente o nosso corpo para detetar bactérias, vírus, pólen, substâncias químicas e microrganismos que poderiam prejudicá-lo. Quando o sistema imunitário detecta algo que possa representar uma ameaça, memoriza a identidade do invasor, para quando atacar de novo poder eliminá-lo. Normalmente, os alergénicos estão contidos no ar, como a poeira, ácaros, pólen, mofo, pêlos de animais.

Qual a diferença entre alergias e asma? Os distúrbios poderão ter muito em comum, mas a asma é uma doença pulmonar crónica e, por conseguinte, mais grave. A asma pode ser desencadeada por algum tipo de alergias, mas também por vários tipos de fatores e os sintomas são o peito oprimido, dificuldade em expirar, cansaço, tosse e chieira.
Este tipo de enfermidade é limitante e apresenta certos riscos que pode restringir seriamente a capacidade respiratória. As alergias, embora sejam dolorosas, não têm um risco tão elevado.

É importante sublinhar que, além de substâncias no ar, existem determinados alimentos, produtos químicos e insectos que podem desencadear alergias no sistema digestivo, pele e olhos. Com a integração de produtos alimentares muito transformados e quantidades exageradas de químicos na sua composição e ambiente, têm aumentado significativamente nos últimos quarenta anos a quantidade deste tipo de pacientes e a quantidade do número de crianças com estes sintomas disparou.
Como podemos identificar se temos alergia sazonal?

Os sintomas são espirros, corrimento nasal incolor, comichão ou secura nos olhos, dor de cabeça, congestão e inflamação dos seios nasais. Os sintomas são semelhantes ao resfriado, todavia e, neste caso, a secreção nasal é bastante esbranquiçada ou esverdeada. Além disso, as alergias ocorrem mais vezes e, geralmente, acontecem na mesma época de cada ano.

As alergias, porque são tão comuns na Primavera?
O pólen das plantas são grãos microscópicos que lhes permitem reproduzir-se e é isso que causa alergias. Não é tanto o pólen das flores do jardim, mas sim o pólen das árvores, gramíneas e ervas daninhas que estão mais diretamente envolvidas. O vento é o grande transportador e disseminador de alergénicos. Pesquisadores descobriram pólen de arbustos a cerca de 650 Km da costa e a mais de 3.000 metros acima do nível do mar.

Perante isto, eliminar os culpados à volta de nossa casa pouco significa. As ervas daninhas produzem proporcionalmente a maior quantidade de pólen alergénico e as árvores mais implicadas são a oliveira, carvalho, freixo, olmo, bétula, álamo e pinheiro.

As alergias são curáveis? Normalmente não. Existem contudo antialérgicos, sendo os mais comuns os anti-histamínicos. Na medicina natural, o óleo de perila é usado com grande eficácia a par de algumas plantas medicinais anticolinérgicas nasais, cuja função é limpar os seios nasais. A haloterapia tem-se revelado um tratamento de muita eficácia, porque para além de contribuir para uma higiene do sistema respiratório, contribui também para o reforço do sistema imunitário. Diferentes e variados estudos indicam que o risco de sofrer de alergias e asma é maior quando o sistema imunitário está debilitado.

A melhor conduta para reforçar o sistema imunitário é o controle do stress, exercício físico e uma alimentação rica em frutas e vegetais.

 

 

 Outras notícias - Opinião


Um concubinato de conveniência »  2018-07-12  »  Jorge Carreira Maia

Desde o início que a actual solução governativa sofre de um pecado mortal. Este reside num governo onde só um dos partidos de esquerda tem assento. Ao escolher o caminho mais fácil, a esquerda resolveu alguns problemas de momento.
(ler mais...)


Obstipação intestinal: um mal cada vez mais presente »  2018-07-12  »  Juvenal Silva

A obstipação intestinal, também conhecida como prisão de ventre, é uma doença gastrointestinal cada vez mais presente e, com um grau de Incidência preocupante, já na idade infantil. Num organismo saudável, o percurso da matéria residual pelo trato digestivo, corresponde a um ciclo previsível e regular que poderá oscilar entre 6 a 24 horas.
(ler mais...)


F »  2018-07-12  »  José Ricardo Costa

Admito ser um bocadinho conservador, sobretudo naqueles dias em que acordo com uma certa vontade de lavar os dentes com pasta medicinal Couto e de ter um mordomo chamado Jeeves para me trazer o fato às riscas enquanto faz o resumo do Financial Times.
(ler mais...)


A avó Augusta, a foice e a vassoura »  2018-07-12  »  Maria Augusta Torcato

Esta crónica vai apresentar o formato de duas em uma. É que, apesar das temáticas e problemáticas quotidianas fervilharem na minha cabecinha, não tenho tido tempinho algum para escrever. E o ato de escrever exige pelo menos um bocadinho de tempo.
(ler mais...)


Dias difíceis »  2018-06-22  »  Jorge Carreira Maia

A situação política está mais confusa do que parece. Só há um dado claro e inequívoco. Exceptuando os socialistas, todos os actores agem com o objectivo de evitar que o PS obtenha maioria absoluta nas próximas legislativas.
(ler mais...)


Aloé Vera, a planta milagrosa »  2018-06-21  »  Juvenal Silva

Aloé Vera, também conhecida por planta do milagres pelos médicos da antiguidade, é uma planta medicinal cujo uso tem sido intensificado ao longo dos séculos e, nas últimas décadas, tem sido motivo de interesse de pesquisas, com vários estudos científicos na aplicação de uma grande variedade de doenças e com grande destaque nas doenças oncológicas.
(ler mais...)


Cumpre-se a tradição »  2018-06-21  »  Anabela Santos

Junho, mês dos santos populares… António, Pedro e João.
Santo António, conhecido por Santo António de Lisboa, o santo que pregou aos peixes, o Santo casamenteiro, não é exclusivo da nossa capital e não é de Pádua.
(ler mais...)


A água »  2018-06-21  »  António Gomes

É de todos conhecida a escassez de água doce existente no planeta. Em Portugal, o ano de 2017 foi particularmente avisador para toda a gente: lembramos bem o transporte de água de umas regiões para outras e os condicionalismos impostos ao seu consumo (jardins, rotundas, etc).
(ler mais...)


O governo e os professores »  2018-06-07  »  Jorge Carreira Maia

O que terá levado o ministro da Educação a afirmar que, perante a posição dos sindicatos, o governo, que tinha prometido recuperar quase três anos do tempo em que as carreiras dos professores estiveram congeladas, não contará qualquer tempo para a progressão docente? O ministro pode achar que é uma estratégia brilhante para enfrentar os sindicatos, mas não percebeu como ela é humilhante para os professores, que se sentem tratados como crianças que são castigadas por um ministro a quem, na verdade, não reconhecem qualquer autoridade política ou educativa.
(ler mais...)


Torres Novas está lá dentro »  2018-06-06  »  Carlos Tomé

Casa Espanhol, uma das três lojas mais antigas de Torres Novas, fechou as suas portas no passado dia 30 de Maio. Torres Novas nunca mais será a mesma terra. Com este encerramento encerra-se uma determinada forma de estar na vida, a generosidade e a inteligência de conseguir estar quase 80 anos à frente de um estabelecimento comercial que marcou indelevelmente a vida da cidade.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)
»  2018-07-12  »  Maria Augusta Torcato A avó Augusta, a foice e a vassoura
»  2018-07-12  »  Jorge Carreira Maia Um concubinato de conveniência
»  2018-07-12  »  José Ricardo Costa F