• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Domingo, 17 Novembro 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qua.
 15° / 7°
Céu nublado com chuva fraca
Ter.
 10° / 5°
Céu muito nublado com chuva moderada
Seg.
 15° / 6°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  16° / 8°
Céu muito nublado com chuva moderada
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Turismo ou nem por isso

Opinião  »  2019-09-05  »  António Gomes

A época que atravessamos é propicia à reflexão sobre esta actividade económica, o turismo.
O turismo, como toda a gente sabe, atravessa em Portugal um período particularmente estonteante. São as grandes metrópoles as mais beneficiadas com tal actividade, é lá que se encontram as maiores fontes de atracção e é lá que as infraestruturas estão mais adaptadas e melhor respondem às solicitações. Naturalmente, tal concentração de turismo também tem a sua justificação na macrocefalia da organização do País.

Depois existem algumas micro regiões ou locais que, por razões muito particulares e históricas, também usufruem, é o caso de Fátima e Tomar, aqui bem perto.

Mas a inquietude que por vezes me percorre é ter dificuldade em entender por que é que em Torres Novas e outras localidades vizinhas esta actividade é apenas residual. Será que não seria normal esperar uma distribuição de turistas menos desequilibrada no território? Será que no meio deste ‘boom’ não podemos almejar alguns “encontros” com pessoas vindas doutras paragens para nos visitar? Porque será que não sobra nada para o território de Torres Novas e outros aqui ao lado? Provavelmente não existem respostas fáceis para estas interrogações, mas no mínimo temos a obrigação de reflectir sobre esta temática (autarcas, partidos, empresários do sector).

A primeira preocupação que tenho, relaciona-se com a ausência de promoção e divulgação de diversas regiões, municípios, por parte do “TURISMO do CENTRO”, organismo que superentende esta actividade em toda a região centro do País, de Aveiro a Santarém. Basta consultarmos a página electrónica deste organismo para facilmente concluirmos dessa forma. Existe apenas sensibilização para com os locais ou localidades já há muito afirmadas neste sector, não existe preocupação em promover novas regiões ou localidades sempre afastadas daqueles roteiros.

A segunda preocupação prende-se com a total ausência de politicas municipais que promovam e potenciem as particularidades e potencialidades existentes nos vários municípios do Médio Tejo, ou seja, não se conhece um roteiro turístico de âmbito intermunicipal que inclua os concelhos de Torres Novas, Entroncamento, Alcanena, Barquinha, Golegã, Porto de Mós e outros.
A terceira preocupação prende-se com a qualidade da oferta em Torres Novas. Não vamos muito longe: fiquemo-nos pela imagem que transmite o Castelo e a sua envolvente (480 000 euros gastos em 2009). Assim, não há turismo que nos chegue.

 

 

 

 Outras notícias - Opinião


Nazismo e comunismo »  2019-11-09  »  Jorge Carreira Maia

No mês passado o Parlamento Europeu aprovou uma resolução de condenação dos regimes nazi e comunista. Na verdade, ambos os regimes perseguiram e mataram adversários e o Estado teve neles uma configuração totalitária.
(ler mais...)


Quando eu for grande... »  2019-11-06  »  Hélder Dias

A doença das democracias liberais »  2019-10-25  »  Jorge Carreira Maia

Em curta entrevista concedida este ano ao Estadão de S. Paulo, o cientista político Yascha Mounk, especialista na crise das democracias liberais, afirmava temer que não se esteja perante um mero episódio de populismo, mas a entrar numa era populista.
(ler mais...)


Rio petisco »  2019-10-11  »  Hélder Dias

Casal da Treta? »  2019-10-11  »  Hélder Dias

Das eleições, leituras »  2019-10-10  »  Jorge Carreira Maia

1. APESAR DO PRÓPRIO PARTIDO. O PS teve um bom resultado, mas não excelente. Não conseguiu penetrar significativamente na esquerda e alienou, em campanha, uma parte do centro para o PSD.
(ler mais...)


Venham mais vinte cinco, por Inês Vidal »  2019-10-02  »  Inês Vidal

Não deixa de ser curioso o facto de festejarmos 25 anos com a produção de uma revista. Numa altura em que já ninguém lê - muito menos jornais, mesmo os regionais e, dentro destes, menos ainda os que não anunciam nascimentos, casamentos e funerais - produzir ainda mais uma revista tem algo de irónico.
(ler mais...)


Fazer acontecer »  2019-10-02  »  Anabela Santos

A importância de fazer acontecer é, cada vez mais, uma certeza para mim.
Não sei se tem a ver com a idade, a consciência ou a vivência, mas é raro o dia em que não tenha o tal pensamento … “é mesmo importante o que esta gente faz acontecer”

E, como é óbvio, não me refiro aos actos dos nossos governantes.
(ler mais...)


Por este lado é que vamos, por João Carlos Lopes »  2019-10-02  »  João Carlos Lopes

1. Políticas nacionais, aqui e ali mais impostas a nível local por opção dos próprios, devastaram as economias locais das pequenas cidades e vilas do país. O comércio local e grande parte dos serviços foram fustigados e depois engolidos pelos grandes grupos nacionais ou trans-nacionais, remetendo as cidades e vilas portuguesas a pouco mais que cenários onde nada se passa.
(ler mais...)


O prazer de ir a lado nenhum »  2019-09-28  »  Jorge Carreira Maia

O maior prazer daqueles que frequentam a literatura será o da deambulação, visitar lugares desconhecidos e confrontar-se com mundos inesperados, andar por aí sem ir a lado nenhum. Se quisermos uma prova sobre a existência de uma pluralidade de mundos, basta uma palavra: literatura.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2019-10-25  »  Jorge Carreira Maia A doença das democracias liberais
»  2019-11-06  »  Hélder Dias Quando eu for grande...
»  2019-11-09  »  Jorge Carreira Maia Nazismo e comunismo