• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Quarta, 21 de Fevereiro de 2018
Pesquisar...
Sáb.
 16° / 2°
Céu limpo
Sex.
 16° / 3°
Céu limpo
Qui.
 16° / 3°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  18° / 6°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Melancia hidrata o corpo e protege o coração

Opinião  »  2017-08-22  »  Juvenal Silva

"Uma caraterística da melancia é o poder de estimular a serotonina"

A melancia é um símbolo das frutas de verão, por ser refrescante e pouco calórica. Além de ser deliciosa, tem propriedades nutricionais muito benéficas, como por exemplo o licopeno, um antioxidante por excelência, superando mesmo o tomate na sua concentração.

As propriedades e benefícios da melancia, comparativamente com outros frutos, distinguem-se pela sua alta composição de água que é de 92% e pouca concentração de açúcar, apenas 8%. O seu consumo contribui para a nossa hidratação durante os meses mais quentes de verão, com particular importância terapêutica por se tratar de um fruto sazonal. De acordo com alguns estudos científicos, comer todos os dias melancia nos meses de verão protege a pele contra os riscos associados à exposição excessiva dos raios UV. Algumas das propriedades valiosas da melancia foram confirmadas recentemente pela ciência, reconhecendo a sua capacidade para combater doenças cardíacas e reduzir os níveis do mau colesterol LDL. O seu consumo diário também poderá contribuir para manter o peso sob controle. Um outro benefício é a citrulina uma substância presente na melancia, o que a torna um fruto adequado para ajudar a evitar a hipertensão e doenças do coração. De acordo com alguns estudos, comer uma fatia de melancia por dia, pode ajudar o organismo a reduzir os níveis elevados de colesterol do sangue. Apesar de se encontrar melancia durante todo o ano, só o fruto de época e da nossa região é portador dos seus autênticos benefícios e propriedades, pela sua frescura e maturação natural.

Uma outra caraterística da melancia é o poder de estimular a serotonina, pelo seu teor em carboidratos, pelo que consumida à noite pode contribuir para um sono reparador.
A melancia é conhecida desde há milhares de anos pela fruta da energia, exatamente pelas propriedades atrás expostas e ainda da sua vitamina B6, utilizada pelo organismo para sintetizar a dopamina que promove o bem estar, que conjuntamente com o magnésio, parte da sua composição, é utilizado pelo nosso organismo para fornecer energia às células.

Sendo a citrulina um aminoácido e que é utilizado pelo organismo para a produção de arginina, esta ajuda a dilatar os vasos sanguíneos e a melhorar o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais, ou seja, um autêntico viagra natural.
A melancia é uma das frutas mais leves e menos calórica disponíveis no verão, pela sua abundância em água, completa ausência de gordura e percentagem baixa de açúcar.
Para quem tenha cuidados em manter a linha ou mesmo planos de emagrecimento, poderá comer melancia sem problema e colher os benefícios, porque esta fruta rica em água estimula a diurese e a eliminação de toxinas. 100 gramas de melancia contém apenas 30 calorias.

Existem várias formas de desfrutar e beneficiar das propriedades nutricionais da melancia:
Pode ser consumida em saladas de fruta, em cubos, em gelados, em batidos, sorvetes e a famosa especialidade siciliana:
O GELO LIMÃO - Triturar a polpa da melancia sem as sementes e juntar sumo de lima. Colocar num pequeno copo e congelar, está pronto a comer este saboroso refrescante.
SUMO DE MELANCIA - Triturar a polpa da melancia até perfazer uma litro de sumo. Juntar 0,5 litro de água e sumo de 1 limão e aromatizar com hortelã. Colocar no frigorífico até ficar a uma temperatura de 10/12º.
As propriedades valiosas e medicinais da melancia evocadas neste texto, encontram-se nos estudos publicados do Journal of Nutritional Biochemistry, realizados por uma equipa de pesquisadores da Universidade Americana de Purdue.

 

 

 Outras notícias - Opinião


A Igreja, o espírito e o sexo »  2018-02-16  »  Jorge Carreira Maia

A recente declaração do cardeal Clemente sobre abstinência sexual dos católicos recasados e a intensa luta, ao mais alto nível da hierarquia católica, sobre problemas de ordem moral tornam manifesta, mais uma vez, a grande dificuldade que a Igreja Católica enfrenta nas sociedades modernas.
(ler mais...)


A HISTÓRIA DAS TERAPIAS NÃO CONVENCIONAIS »  2018-02-15  »  Juvenal Silva

Quando o ser humano surgiu no planeta, os animais já o habitavam e as plantas já existiam há mais de 400 milhões de anos. As plantas conforme hoje as conhecemos, evoluíram a partir de espécies de algas primitivas.
(ler mais...)


Rankings »  2018-02-15  »  José Ricardo Costa

Até ao 5.º ano do liceu (actual 9.º ano) fui um aluno cujo rendimento andou algures entre o mau e o péssimo. Chumbei alegremente dois anos e devo à simpática benevolência docente não terem sido mais.
(ler mais...)


Gritos mudos »  2018-02-15  »  José Mota Pereira

Cada noite de frio, cada rajada deste vento polar convocam-nos para escutarmos aqueles a quem falta o conforto mínimo do agasalho. Esses são muito mais do que aqueles que se recolhem nos recantos das ruas e recebem nestes dias o aparato mediático com políticos de afecto, oportunidade (ia a escrever oportunista vejam lá) e verbo fácil.
(ler mais...)


A culpa é da árvore? »  2018-02-15  »  Denis Hickel

Ninguém pode ter deixado de reparar que já vamos em Fevereiro e a chuva ainda não foi o suficiente para sairmos da situação de seca e fazer correr os pequenos ribeiros. Ou ainda, que circula nos media que estão 40 milhões de mudas de eucalipto prontas para ir para o solo, seja para recuperar as perdas das áreas ardidas, ou mesmo ampliar a plantação para a indústria da pasta de papel.
(ler mais...)


A efetividade nos postos de trabalho ajuda tudo e todo »  2018-02-15  »  António Gomes

Encontra-se em fase de aplicação o PREVPAP – Programa de Regularização Extraordinário dos Vínculos Precários na Administração Pública.
A lei 112/2017 prevê os procedimentos do processo de regularização dos precários do Estado, onde se incluem os trabalhadores das autarquias locais.
(ler mais...)


Democratizar a mobilidade »  2018-02-15  »  Nuno Curado

Dada a sua dimensão, tenho cada vez mais a opinião de que Torres Novas teria muito a beneficiar com a promoção e melhoria das suas condições de mobilidade suave. Isto é, os meios de deslocação que não envolvem veículos motorizados, seja de bicicleta, a pé ou outro meio não motorizado.
(ler mais...)


"Passeio" pela cidade com o Gustavo »  2018-02-15  »  Anabela Santos

Há convites irrecusáveis…
- Gustavo, vamos à festa de aniversário do LIJ (Lar de Infância e Juventude), na alcaidaria do castelo?
O Gustavo com um sorriso de gozo, olhou para baixo e respondeu:
- Não posso! Ei!!! É o Gustavo.
(ler mais...)


O lado esquerdo da vida »  2018-02-15  »  Margarida Oliveira

É no lado esquerdo do peito que nos bate o coração. É lá o refúgio sagrado da nossa generosidade, abnegação e um profundo amor ao próximo.
Um músculo magnífico, que nos alimenta a razão, também mais assente no lado esquerdo do cérebro, a metade sentimental.
(ler mais...)


Associativismo »  2018-02-15  »  Inês Vidal

Tenho inúmeras vezes vontade de fugir de Torres Novas. Cansa-me o mesmo de sempre, o tudo igual. As mesmas caras, as mesmas políticas, os mesmos políticos, os mesmos problemas, os mesmos passeios, as mesmas vistas, os mesmos limites, e estes sempre tão curtos.
(ler mais...)


 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)
»  2018-02-16  »  Jorge Carreira Maia A Igreja, o espírito e o sexo
»  2018-02-15  »  Anabela Santos "Passeio" pela cidade com o Gustavo
»  2018-02-15  »  Inês Vidal Associativismo