• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Pesquisar...
Sáb.
 16° / 6°
Céu nublado
Sex.
 15° / 7°
Períodos nublados
Qui.
 15° / 8°
Períodos nublados com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  13° / 9°
Céu muito nublado com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Doenças do sistema circulatório

Opinião  »  2017-01-04  »  Juvenal Silva

"Todo o órgão é um campo de actividades, cuja eficácia, em princípio, atinge todo o ser humano"

Em todos os países da esfera cultural do Ocidente tornam-se cada vez mais ameaçadoras as doenças do coração e da circulação. Não é para nós uma experiência estranha que um homem, que se julga na posse de todas as suas forças, de repente interrompe o seu trabalho e em poucos segundos seja arrebatado pelas garras da morte. A apoplexia cardíaca é uma doença dos maus hábitos, cada vez mais presentes na sociedade moderna.
Temos de nos convencer de que só a prudência e a forma de vida regrada evitarão falhas das forças do coração e da circulação, pois estas não se perdem fulminantemente, mas fazem-se anunciar muito antes pelos transtornos do metabolismo.
Uma lesão do miocárdio enfraquece o seu funcionamento como bomba do coração, de modo que se produza perturbações na circulação, quando as exigências impostas ao coração para andar, correr, subir escadas ou trabalhar, excedem a sua capacidade de rendimento. Os transtornos circulatórios fazem-se notar pelas acumulações de sangue e humores nos mais diversos órgãos, como estômago, fígado, pulmões e rins.
As pernas também podem inchar. A diminuição do ritmo da circulação tem como consequência notáveis mudanças no metabolismo. Conduz ao encharcamento dos tecidos por sangue venoso, que leva resíduos metabólicos como ácido carbónico, ureia, ácido lático e muitos outros elementos que devem passar para os órgãos de evacuação e para os pulmões para sua depuração e renovação. A obstrução de tal eliminação prejudica a marcha do processo metabólico, isto é, as funções das células. Isto ocasiona o primeiro passo da saúde para a doença.
Actualmente, os médicos de todos os países organizados, estão de acordo para alcançar formas na melhoria dos hábitos de vida, envolvendo os ministérios da saúde para acções de sensibilização e até na organização legislativa de procedimentos, como por exemplo a redução obrigatória de sal e açúcar.
Este tema tem merecido uma atenção muito particular na comunidade científica e muitos estudos têm sido efectuados para se encontrarem fórmulas de controle, visando a redução de sal. A este propósito, foi divulgado recentemente que investigadores da Universidade do Porto patentearam este mês uma máquina que mede sal na comida em três minutos.
A ingestão de sal não deverá ultrapassar cinco gramas por dia, mas em Portugal há crianças a consumir 17 gramas de sal por dia.
Como medidas preventivas, e de forma a conseguir-se reforçar os bons hábitos para uma saúde melhor, é importante diminuir a quantidade de sal e açúcar, baseando a qualidade nutricional nas verduras de folha verde escuro, vegetais coloridos e frutos.
Este procedimento tem efeitos positivos sobre o sistema renal e todo o tipo de enfermidades, incluindo as oncológicas. Conseguem-se assim efeitos sobre as glândulas de secreção interna, como hipófise, diencéfalo, cápsulas suprarrenais, que regulam o metabolismo da água e do sal.
Convém referir que uma boa conduta do estilo de vida beneficia a totalidade do SER. Não há nenhuma doença limitada a um só ponto.
Todo o órgão é um campo de actividades, cuja eficácia, em princípio, atinge todo o ser humano, em maior ou menor grau. Não é o estômago que tem fome, ou a garganta que tem sede, nem é o cérebro que está alegre ou triste, nem o coração ou os rins que estão doentes: é o homem que está esfomeado ou sequioso, triste ou alegre, doente ou saudável.

 

 

 Outras notícias - Opinião


O drama dos partidos de poder »  2018-12-07  »  Jorge Carreira Maia

A crise em que se arrasta o principal partido da oposição, o PSD, é sintomática da natureza dos partidos de poder em Portugal. São fortes e sólidos quando estão no poder; são frágeis e à beira da desagregação quando a governação lhes foge.
(ler mais...)


Mulheres »  2018-12-07  »  Inês Vidal

São mulheres. São presidentes, directoras, empresárias, polícias, bombeiras, autarcas, entre tantas outras profissões ou actividades. Acima de tudo, são mulheres. Ocupam cargos que um dia foram tradicionalmente de homens, ou foram as primeiras a fazê-lo por estas bandas.
(ler mais...)


Direito à indignação »  2018-12-07  »  Fernando Faria Pereira

O conceito deve-se, tanto quanto me lembro a Mário Soares, figura incontornável da democracia, que protagonizou a Presidência Aberta pelo Ambiente em resposta ao artigo 66º da constituição (ambiente e qualidade de vida) que estipula no seu nº 1: todos têm direito a um ambiente de vida humano, sadio e ecologicamente equilibrado e o dever de o defender.
(ler mais...)


Amasso Friday »  2018-12-07  »  Miguel Sentieiro

Vi as imagens daquela massa humana compactada à porta da loja de aspiradores na tal Black Friday. Numa primeira análise temo confessar que também embarquei na tese “ o que passa na cabeça destes mentecaptos para, numa 6ª feira de manhã, se sujeitarem a uma espera de horas neste degredo massivo?”.
(ler mais...)


As estradas do concelho de Torres Novas »  2018-12-07  »  António Gomes

Uma parte muito significativa das estradas, ruas, ruelas, largos, rotundas, somando mais de cem, que fazem parte da rede viária deste concelho, encontram-se em estado de deterioração mais ou menos avançado. Algumas situações estão mesmo num estado miserável, como sabemos.
(ler mais...)


Como funciona a nossa memória »  2018-12-07  »  Juvenal Silva

 

A memória é essencial para a nossa capacidade de gravar, armazenar e recuperar informações. A nossa memória é uma máquina fantástica, que contém as nossas perceções, os nossos sentimentos, as nossas memórias, imaginação e permite-nos pensar e, ser quem somos.
(ler mais...)


Filhos e netos »  2018-11-23  »  Jorge Carreira Maia

Para o meu neto Manuel.

Há uma diferença essencial, para um pai e avô, entre o nascimento de um filho e o de um neto. O nascimento do filho traz com ele, para além do prazer que a sua vinda significa, problemas práticos.
(ler mais...)


Palavra passe »  2018-11-21  »  Fernando Faria Pereira

Estaciono à primeira. Entro no café. Portas automáticas. 3 rapazes: o do lado de lá e outros 2. Boa noite! Bnoite. 1 Água com gás natural sem copo. A televisão está no CM: desgraças, previsíveis ameaças.
(ler mais...)


Biblioteca com vida »  2018-11-21  »  Anabela Santos

Há muitos anos, não quero lembrar quantos para não recordar que já estou na “meia idade”, subia, com alguma regularidade, a ladeira de Salvador e dirigia-me à biblioteca municipal, que ficava junto da igreja.
(ler mais...)


Quais os sintomas e tratamentos naturais dos resfriados »  2018-11-21  »  Juvenal Silva

Os resfriados podem ocorrer em qualquer época do ano. Todavia, são mais comuns entre as estações de outono e inverno.

Os sintomas mais comuns são: coriza, espirros, congestão nasal, tosse, dor garganta, cansaço, perda de apetite, febre baixa, embora nas crianças possa ser mais elevada ocasionalmente.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2018-11-23  »  Jorge Carreira Maia Filhos e netos
»  2018-11-21  »  Juvenal Silva Quais os sintomas e tratamentos naturais dos resfriados
»  2018-11-21  »  Anabela Santos Biblioteca com vida
»  2018-11-21  »  Fernando Faria Pereira Palavra passe
»  2018-12-07  »  Jorge Carreira Maia O drama dos partidos de poder