• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Quarta, 14 de Novembro de 2018
Pesquisar...
Sáb.
 20° / 11°
Céu nublado
Sex.
 20° / 10°
Períodos nublados
Qui.
 21° / 11°
Períodos nublados com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  21° / 10°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 
 Últimos artigos por...

Miguel Sentieiro

 

Venha daí um refrigerante fresquinho! »  2018-10-12 

Sumol é um dos actuais alvos da implacável máquina fiscal. Essa refrescante bebida de laranja, com bolhinhas, que nos alivia o calor no pingo do verão, afinal é um vilão cheio de sacarose para nos envenenar. Parece que o gangue dos refrigerantes se juntou para assaltar a nossa preciosa saúde. Vai daí, o justiceiro do bem estar, pegou nas suas armas fiscais e tratou de disparar taxas sobre... (ler mais...)


Geringonça festiva »  2018-01-17 

A indignação invadiu as hostes mais puritanas deste país ao saber-se o ministro das finanças, Mário Centeno, pediu uma borla de bilhetes para o cássico Benfica/Porto na época passada. Quando questões éticas se levantam nesta associação “bola à borla” estimulando acesas discussões repudiando esse pedido especial, sinto que tenho obrigaç... (ler mais...)


A cronologia da fivela »  2016-01-20 

Dei um abraço caloroso a um primo que já não via há mais de um ano. Ele olhou-me com atenção e lançou um “Eh pá, estás muito mais gordo!”. Fiquei extremamente sensibilizado; aliás, não esperava frase mais fraternal do que esta para início de reencontro. Ainda bem que não perdeu tempo com lamechices do género “que saudades” ... (ler mais...)


Um Bitoque p’rá supervisão »  2015-12-25 

Ao quarto banco falido, já começo a ficar um bocadinho farto. Sobretudo, depois de saber que cá em casa, teremos de desembolsar um subsídio que já não existe, não para comprar prendas de natal para os amigos, mas para enterrar num Banif enterrado . Eu sei que no Natal deveria estar a falar no banco de madeira junto da lareira, a aquecer as mãos, a ajeitar as meias e a confraternizar com a... (ler mais...)


O Eclipse »  2015-03-27 
Fui assolado pela loucura do eclipse solar. Um fenómeno único, que só daqui a 11 anos poderemos ver outra vez. ”Então e onde vamos ver o tal eclipse?”; ”Disseste ver?... olhar para o acontecimento com atenção? Não podes! Causa cegueira!” Digam-me lá se faz algum nexo; publicita-se um acontecimento espectacular, deixa-se a malta em polvorosa, combinam-se festarolas, compram-se as moelas e as cervejas e depois dizem que não se pode... (ler mais...)

O pai Ambrósio »  2015-01-22 
Hoje irei debruçar-me sobre a complexa temática do ”pai Ambrósio”, espécime antropológico esquecido de forma injusta em todos os manuais de taxonomia do reino animal. Já tinha aflorado este tema de forma superficial, baseado apenas na constatação da vida desenfreada de alguns amigos, na tentativa chegarem a tempo às aulas de violino, de equitação, de ténis e de inglês dos filhos. Como desejava comprovar a minha teoria do ”pai A... (ler mais...)

Meteorologia natalícia »  2015-01-01 
Estava a minha dentição entretida a trucidar os coscorões e todas as iguarias que o metabolismo merece enfardar no dia de Natal, quando alguém teve a genial ideia de ligar a televisão. Em uníssono, ouvimos um apelo colectiv ”Esse tipo é que não!... desliga isso, senão a fruta cristalizada não passa no esófago!!” Entre o ligar, o apelo e o desligar, sobraram alguns segundos, suficientes para ficar colada aos nossos coscorões a mít... (ler mais...)

A brochura reluzente »  2014-11-14 
O Jornal Torrejano fez 20 anos e comemorou a efeméride com uma encadernação de capa reluzente, onde os colaboradores e cronistas davam a sua opinião sobre a data. Eu fiquei de fora desse caderno. É verdade, fiquei invejoso com a oportunidade perdida de conspurcar uma brochura reluzente com os meus rugosos escritos. Tinham-me pedido uma crónica há muito tempo e o email ficou guardado nos confins do meu computador, até dar de caras com a lu... (ler mais...)

Da Serra Leoa para Portugal com admiração… »  2014-10-16 
Somos um dos três países mundiais com maior competência no sector. Fiquei estupefacto com a fabulosa notícia. Nós, que perdemos tempo com fatigantes lamúrias e maledicência barata, aprendemos hoje que fazemos parte de uma restrita elite na vanguarda do conhecimento. Pensarão os leitores de que sector se trata, e não adianta perderem tempo a divagar pela pesca, agricultura, economia, justiça e irem logo directos para a área da saúde. D... (ler mais...)

Vencimento nostalgia »  2014-01-31 

Troquei de carro. Ou antes, fui obrigado a trocar de carro, uma vez que o meu veículo decidiu falecer à revelia do dono. Ainda tentei reanimá-lo, com umas festinhas no capô e uns pontapés nas jantes, mas ele claudicou. Mas não se limitou a claudicar de forma passiva; até chegarmos às festinhas no capô, já ele tinha feito grandes festinhas na carteira do dono, entre tubagens, embraiagens, motor de arranque, correia de distribuição.... (ler mais...)


As broas pelo canudo da produção »  2013-11-15 
”Meninos cheguem aqui para prepararmos o dia dos bolinhos!”… ”mas ó pai…” ”Shiu não me interrompam. Tu podes levar aquele saco às riscas e tu o saco com as galinhas desenhadas...” ”Mas pai, tu não sabias que...”, ”Esperem, que agora temos de planear o roteiro. Poderíamos apostar na rua da avó, que tem aquela senhora simpática...”, ”Ouve, ainda não percebeste que...”, ”Mas deixam-me acabar ou não??? Íamos na... (ler mais...)

O milagre da transformação segundo o outro Jesus »  2013-10-04 
Sempre tive algum fascínio pelo filho com ”nome de ídolo”. A decisão de baptizar os filhos com nomes de pessoas que se admiram, traz a esperança de que o descendente consiga trilhar um caminho de sucesso similar ao dos seus inspiradores. Chamar a um filho Viriato, é aspirar a que o petiz herde alguma da virilidade desse bravo guerreiro lusitano, que despachou à pedrada os invasores romanos. Na década de 60, muitos foram os Eusébios qu... (ler mais...)

No país do ao menos »  2013-09-13 
Estava a tomar a bica matinal e a minha orelha esquerda foi ao encontro da conversa dos dois tipos que mandavam abaixo duas bejecas também elas matinais. Dizia um para o outro - ”Epá, o meu primo Manecas, já está desempregado há mais de um ano e não arranja nada!”. Depois de limpar a espuma da cerveja dos pêlos do bigode, o amigo responde: ”Eu ao menos ainda tenho o meu empregozito, que me paga 400 euros ao mês… E... (ler mais...)

A fronteira da rede ovelheira »  2013-06-07 
Tenho onze ovelhas a comerem a erva do meu terreno. Fiquem os benfiquistas descansados que não se trata de qualquer referência ovina a uma tal equipa bafejada pelo azar dos momentos finais. Até porque ser ovelha não é sinónimo de azar; a não ser quando a metem na carrinha rumo ao matadouro. Por falar em matadouro, afinal já não são onze ovelhas, porque uma teve o azar de embarcar na tal carrinha. Não, e não foi porque se portou mal ou... (ler mais...)

Eu conto com o ”Continente” »  2013-05-10 
O anúncio da dona Florinda Ferreira a dizer que ”Conta com o Continente” deixou-me... contente. E isto porque a senhora estava ela também radiante ao dizer que no seu tempo ”não havia nada disto...e agora há!”. E eu pensei: agora há o quê?... E a dona Florinda responde ”Pá de porco com osso a 1 euro 79 cêntimos”? Deveria ser um equívoco. A forma efusiva com que a senhora dizia que contava com o Continente, assemelhava-se ao c... (ler mais...)

Em busca da pantufa perdida »  2013-04-12 
Num momento de agitação social aguda, de proliferação do desemprego a níveis nunca vistos, de recessão económica grave, hoje irei escrever sobre a minha… pantufa esquerda. Eu sei que parece um assunto de leviana futilidade no meio de tanto assunto cheio de substância, mas aqui vai... a minha reflexão sobre essa coisa que se coloca nos pés quando se chega a casa à noite, para os manter sequinhos e quentinhos. Na verdade, são mais chi... (ler mais...)

A fraude »  2013-02-22 
Tentei ver a ”Fraude”, a reportagem mais badalada da SIC, mas terminei todos os episódios a…dormir profundamente. E percebi a gravidade da situação quando era questionado por colegas: ”Epá, Viste aquela coisa da Fraude do BPN?... Aquilo é arrepiante!... Grandes bandidos!”. Abanava a cabeça afirmativamente, quando na realidade deveria abanar a cabeça ”semi-afirmativamente(?)”. De facto, comecei a ver, mas acabei a dormir. Como... (ler mais...)

A bicheza à sua medida »  2013-01-11 
Comecei o ano a ouvir as sábias declarações do ministro da Saúde sobre a saúde dos portugueses. Dizia ele que a única forma sustentável de reformar o Serviço Nacional de Saúde passará pela vontade dos portugueses deixarem de estar… doentes. A sua invulgar perspicácia descobriu que grande parte das doenças são uma espécie de fetiche voluntário dos portadores. Percebeu que a maioria da malta trocava de bom grado a plateia de um esp... (ler mais...)

O Pai Natal dos 43 cêntimos »  2012-12-21 
Nesta quadra natalícia, em que os valores de fraternidade e solidariedade têm ainda mais relevância, a Associação Empresarial de Penafiel teve o bonito gesto de contratar pessoas desempregadas para se vestirem de Pai Natal e distribuírem balões pelos transeuntes. Seria a forma de a dita associação poder proporcionar, a quem não consegue trabalho, a possibilidade de auferir um rendimento que possibilite a compra do peru e dos coscorões ... (ler mais...)

O ”Petrolista” no reino do IMI »  2012-12-14 
O meu filho está dentro do restrito universo de miúdos que sonham com o dia em que serão jogadores de futebol profissional. Como todos os aspirantes a futebolistas, não é nada modesto e coloca a fasquia do Messi como o obstáculo a transpor com um simples salto de pé coxinho. Como pai tristemente pragmático, coube-me a tarefa de puxar pelo cordel amarrado aos sonhos do miúdo insuflados com hélio e dizer-lhe: ”Olha filho (todas as chama... (ler mais...)

 

 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)
»  2018-11-09  »  Jorge Carreira Maia Joaquim Paço d`Arcos
»  2018-11-09  »  António Gomes Orçamento municipal 2019