• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quinta, 25 Julho 2024    •      Directora: Inês Vidal; Director-adjunto: João Carlos Lopes    •      Estatuto Editorial    •      História do JT
   Pesquisar...
Dom.
 37° / 17°
Períodos nublados
Sáb.
 32° / 17°
Céu limpo
Sex.
 31° / 17°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  30° / 17°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Superação - inês vidal

Opinião  »  2023-07-08  »  Inês Vidal

"“O Micael agarrou-se à bicicleta como forma de superar. Não de se superar a si, mas de superar a doença."

O que nos motiva à constante procura de superação? Qual a necessidade que temos de mostrar a nós próprios e ao mundo que somos capazes de ir mais além, de esticar os nossos limites para além do estabelecido, de querermos ser sempre um pouco mais? Fascina-me pensar nestas razões que nos movem.

Já procurei a superação uma série de vezes. Faço-o sempre que escrevo um novo texto, que tento ser uma melhor mãe, quando luto por um novo cinto no Krav Maga, em cada corrida que me inscrevo. A corrida é um bom exemplo dos meandros da superação. Pelo menos da minha. Comecei por uma corrida de 6 km. A adrenalina associada à conquista, ao ultrapassar das minhas limitações, trouxe-me a euforia e a necessidade de dar um passo maior. Passei para as corridas de 10, rejubilei quando atingi os 15, não parei enquanto não ultrapassei a meta dos 20. O excesso foi tanto, para aqueles que eram os meus limites, que bati no fundo. Percebi que a superação era para mim, mas que não tinha o mesmo sabor se não fosse partilhada com os outros. Fiquei na dúvida sobre as minhas motivações para me tentar superar. Seria para mim ou para os outros? Que tenho eu de provar e a quem, para precisar de me levar ao limite? A exaustão foi tal, que nem saboreei a superação. Desisti de correr.

Continuo a querer superar-me, a provar que sou alguém porque faço coisas extraordinárias. É inerente à minha condição humana, creio. À nossa condição humana.

O Micael agarrou-se à bicicleta como forma de superar. Não de se superar a si, mas de superar a doença. A bicicleta deu-lhe a força que precisava para aguentar um diagnóstico e um processo que deita abaixo qualquer um. Quando se sentiu com força, tentou a travessia de 1050 km dos Pirenéus, mas teve força suficiente para perceber que o melhor para si seria parar, pedalados que estavam 300. Superou-se não ao ultrapassar os seus limites, mas precisamente por saber respeitá-los. Essa conquista, provavelmente mais importante do que qualquer outra, ninguém lhe pode tirar.

Micael não atingiu o objectivo mais imediato a que se propõs e certamente ter-se-á sentido frustrado por isso, mas conseguiu um objectivo maior: chamar a atenção para um problema que não é só dele, mas é, cada vez mais, de todos nós, a luta contra o cancro. Uma luta que, essa sim, nos supera, ultrapassa todos os nossos limites e nos mostra que o respeito por nós é a única superação que devemos procurar.

 



 

 

 

 Outras notícias - Opinião


Candidato de peso... para afundar um partido »  2024-07-23  »  Hélder Dias

O Orelhas... »  2024-07-16  »  Hélder Dias

Lady Gago »  2024-07-09  »  Hélder Dias

Na aldeia de Zibreira passa o rio Almonda - isilda loureiro »  2024-06-23 

"O rio da minha aldeia", fazendo lembrar o poema de Fernando Pessoa...

Houve tempos em que o local conhecido por Azenha, no termo da aldeia de Zibreira, após descermos uma ladeira ladeada de terrenos agrícolas e hortas, teve um moinho com gente e muita vida.
(ler mais...)


Cogitações por causa do 25 de Novembro e dos avanços da extrema-direita - antónio mário santos »  2024-06-23  »  António Mário Santos

No momento em que do centro direita à direita radical, aproveitando a viragem das últimas eleições legislativas, se organizou uma associação de interesses para diminuir o 25 de Abril, realçando o golpe militar do 25 de Novembro, num crescendo de recuperação selectiva do revanchismo das elites económicas destronadas pela revolução, ultrapassando a concepção social-democrata do próprio PS (Manuel Alegre distingue-o nas suas Memórias Minhas, criticando a viragem para a 3ª via de Blair, continuando a preferir chamar ao seu partido, por inteiro, Partido Socialista), abriu-se um clamoroso protesto nos órgãos de informação nacionais.
(ler mais...)


O futebol e o radicalismo de direita - jorge carreira maia »  2024-06-23  »  Jorge Carreira Maia

 

Decorre o Europeu de futebol, hora em que o fervor nacionalista se exalta. O futebol, na sua dimensão industrial, foi colonizado por perspectivas ideológicas que fomentam, na consciência dos adeptos, uma visão do mundo muito específica.
(ler mais...)


Toma lá... »  2024-06-19  »  Hélder Dias

Lições da História - acácio gouveia »  2024-06-13  »  Acácio Gouveia

“A História não se repete, mas rima por vezes”, Mark Twain

 Vinte e sete meses após o início da guerra na Ucrânia, temos generais e comentadores nos meios de comunicação social portugueses: (I) a justificar a legitimidade da invasão; (II) a profetizar a total e inelutável vitória de Putin; (III) e tentar convencer-nos que este assunto tem pouco ou nada a ver com Portugal e com os demais países europeus.
(ler mais...)


Do rescaldo da festa à realidade da Europa - antómio mário santos »  2024-06-11  »  António Mário Santos

Vivemos, na Europa, tempos difíceis. As eleições europeias, que se desenrolarão no próximo domingo, podem apontar para o fim da União Europeia como hoje a conhecemos. O avanço da extrema direita, racista e xenófoba, na maioria dos países europeus, veio ressuscitar o velho problema das nacionalidades e das suas fronteiras, dos impérios coloniais arrumados nos armários da história, da milenária contenda entre a ciência e a fé, da economia neoliberal assente no conceito do Estado-Nação e nos direitos fundamentais da cidadania democrática.
(ler mais...)


Nascente do Almonda: há outro caminho - jorge salgado simões »  2024-06-11  »  Jorge Salgado Simões

Tem sido difícil assistir a tudo o que se tem passado em torno da nascente do Almonda nos últimos anos, um conflito exacerbado por dois lados com interesses legítimos, mas incapazes de construir qualquer benefício para um património que todos dizem querer valorizar.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2024-07-09  »  Hélder Dias Lady Gago
»  2024-07-16  »  Hélder Dias O Orelhas...
»  2024-07-23  »  Hélder Dias Candidato de peso... para afundar um partido