• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Domingo, 17 de Junho de 2018
Pesquisar...
Qua.
 33° / 18°
Períodos nublados com chuva fraca
Ter.
 34° / 21°
Céu limpo
Seg.
 37° / 19°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  33° / 16°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 
 Opinião...

 


Notícias do estado do burgo »  2014-09-25  »  Adelino Pires
Era uma vez um país com poucos jornais. Apenas um ou outro, daqueles que dizem todos a mesma coisa, dão todos as mesmas notícias, com maior ou menor destaque. Mais ou menos assalto, mais ou menos facada, mais ou menos política, sempre e sempre mais do mesmo.
(ler mais...)

Jornal, virtual, viral »  2014-09-25  »  Miguel Vale de Almeida
Em 1998 colaborei com uma crónica regular para o ”Torrejano”. Nestas coisas, não há como ser transparente. Nada me ligava ao jornal, nem à terra que o criou. A não ser... A não ser a amizade pessoal, antiga, com um dos seus (re)criadores. Junte-se isto – que até já deveria bastar – a uma quase patológica pulsão pelo opinar, e não havia como escapar.
(ler mais...)

Um olhar paroquial »  2014-09-25  »  Jorge Carreira Maia
Devo ao Jornal Torrejano (JT) a possibilidade de olhar com mais atenção o mundo onde vivo. Por norma, os jornais locais focam, e muito bem, a realidade local, analisam-na e dissecam-na com atenção. É esse o seu mérito. Apesar de viver em Torres Novas, vivo bastante retirado dos seus problemas e da sua vida.
(ler mais...)

Que dure muitos anos é o meu desejo! »  2014-09-25  »  Santana-Maia Leonardo
Desde os doze anos que escrevo com regularidade em jornais locais, regionais e nacionais. Inicialmente, comecei a fazê-lo crente de que conseguiria, dessa forma, mudar o mundo; hoje, desfeita a ilusão da adolescência, faço-o apenas por teimosia.

Ao contrário do que muita gente pensa, Democracia e Liberdade não só não são sinónimos, como nem sempre vivem de mãos dadas.
(ler mais...)


Confissões de um cronista bem-disposto »  2014-09-25  »  José Ricardo Costa
Um dia, o João Carlos Lopes apanha-me na rua e pergunta-me se eu alinho em escrever para o JT. Senti-me a gravar uma cena de um filme cómico, pois a ideia de escrever num jornal pareceu-me tão parva como ser sócio do Sporting ou concorrer ao Preço Certo.
(ler mais...)

Flávia Batista: Histórias de uma jornalista brasileira em terras torrejanas »  2014-09-25  »  mg teste
Era início do ano 2000 e eu era uma jornalista brasileira em início de carreira, sonhando em fazer o caminho inverso de Pedro Álvares Cabral, 500 anos depois do Descobriment eu queria descobrir Portugal, fazer história e marcar meu nome na imprensa lusitana.
(ler mais...)

Fátima Coelho: Uma experiência marcante e enriquecedora »  2014-09-25  »  mg teste
Entrei no ”Jornal Torrejano” em Julho de 1998. O estágio foi um período de aprendizagem pura. O quotidiano na redação, a familiaridade com as rotinas de um meio de comunicação regional, os ”truques”, os desafios, as dificuldades, os conselhos e muitos ensinamentos, fizeram-me aprender e evoluir imenso enquanto jornalista.
(ler mais...)

Margarida Trincão: A minha história do JT »  2014-09-25  »  mg teste
Era um jornal pequeno, pequenino mesmo, feito por um grupo carregado de boa vontade. A cidade merecia um outro jornal que tivesse uma visão diferente do histórico ”O Almonda”. Recuperando um título da Primeira República, João Lopes, Joaquim Lopes, Luís Miguel Fanha e muitos outros refundaram o ”Jornal Torrejano” em Setembro de 1994.
(ler mais...)

Seis anos são apenas um pedaço do tempo »  2014-09-25  »  Élio Batista
Sou profissional neste jornal há pouco mais de seis anos, desde 2008. Já trabalhava na área do jornalismo há sete anos. Foi a Rádio Cultura e Espectáculo (RCE), do grupo ”Cidade de Tomar”, que me abriu as portas à profissão e fiquei a dever ao então director da rádio, Fernando Vieira, as noções, no terreno, sobre o modo como se fazia a profissão.
(ler mais...)

O verdadeiro vinte »  2014-09-25  »  Inês Vidal
A minha filha mais velha perguntou-me há dias: ”Mãe, que riscos são esses ao pé dos olhos?” Depois de um momento para respirar fundo, digerir aquele ataque vindo de parte de mim e controlar o berro que me apeteceu mandar-lhe, só pude dizer-lhe: ”Daqui a uns anos falamos”.
(ler mais...)
 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)
»  2018-06-07  »  Jorge Carreira Maia O governo e os professores